Dilma sem palanque no Paraná?

Gleisi pode ficar fora da disputa do governo em 2014; Osmar quer o Senado; Requião topa o confronto, mas Richa quer evitá-lo; o tucano prefere nomeação! para continuar no cargo.

Gleisi pode ficar fora da disputa do governo em 2014; Osmar quer o Senado; Requião topa o confronto, mas Richa quer evitá-lo; o tucano prefere nomeação! para continuar no cargo.

O ministro das Comunicações Paulo Bernardo disse ontem à  tarde, durante visita à  Assembleia Legislativa do Paraná, que a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, poderá permanecer ao cargo a pedido da presidenta Dilma Rousseff (clique aqui para relembrar). Traduzindo: sua mulher tende a não disputar o governo do Paraná em 2014, como esperam as parvas almas.

O leitor deste blog já sabia desta tendência desde 24 de novembro de 2011, quando aparado em fontes do Palácio do Planalto eu afirmei que está praticamente fora da corrida pelo governo do Paraná em 2014! (clique aqui para relembrar).

Voltei ao tema da não candidatura de Gleisi em 12 de dezembro de 2011 no post Beto Richa sozinho em 2014?! (clique aqui para recordar).

Senadora com mandato até 2019, Gleisi poderá ser ungida sucessora da Dilma em 2018. Caso o projeto bata na trave, aí sim, a petista descerá do Planalto, também em 2018, para disputar o governo do Paraná sem precisar enfrentar nas urnas o tucano Richa. Projeta-se uma disputa sem rival, portanto!, escrevi à  época.

Em 27 de janeiro de 2012 este blog já contava o que o ministro Paulo Bernardo revelou ontem: a candidatura da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, ao governo do Paraná, depende exclusivamente da presidenta Dilma Rousseff! (clique aqui para relembrar).

Em 16 de março de 2012, há um ano, este blogueiro fez o seguinte registro sobre a possibilidade de Gleisi continuar na Casa Civil e as chances do senador Roberto Requião (PMDB) entrar na disputa pelo governo do Paraná:

Se Gleisi Hoffmann não disputar o Palácio Iguaçu em 2014, o senador Roberto Requião se anima com a disputa. A informação é da tropa do senador peemedebista, que avalia que o governador do PSDB vem fazendo uma administração sofrível! (clique aqui para relembrar).

A pergunta que todos estão fazendo hoje no Paraná é a seguinte: Dilma ficará sem palanque e Beto Richa vai surfar sozinho?

Depois da sessão refresca memória! acima recordo novamente a você, caro leitor, que este blogueiro esteve ontem (25) com o senador Requião. Ele se coloca na condição de candidato a governador pelo campo político da presidenta Dilma. Embora faça críticas ao modelo econômico (assista ao vídeo), o peemedebista topa sustentar o palanque da petista no Paraná.

O diabo é que Richa e os deputados cueca de seda! do PMDB farão de tudo para inviabilizar a candidatura de Requião. O tucano não quer adversário em 2014. Prefere uma nomeação!, sem disputa.

Só tem uma chance de Requião ser candidato pelo PMDB: acabar a coligação na proporcional!, vaticinou um deputado da bancada cueca de seda! peemedebista.

Comentários encerrados.