“Até tu vestiste cueca de seda, Anibelinho?”

Requianistas fazem patrulhamento ideológico em cima de Anibelinho.

Requianistas fazem patrulhamento ideológico em cima de Anibelinho.

O senador Roberto Requião está em Estocolmo, na Suécia, representado o parlamento brasileiro em debates sobre o desenvolvimento da América Latina. De lá soube, hoje, que seu pupilo, o deputado estadual Antônio Anibelli Neto, também conhecido como Anibelinho, teria vestido cueca de seda (clique aqui para saber a origem do termo).

Outrora o único da bancada peemedebista a resistir o samba-canção de seda, Anibelinho agora vira motivo de patrulha ideológica. Até tu vestiste cueca de seda, Anibelinho?!, perguntam os requianistas, sempre com o objetivo do deboche.

Segundo um desses seguidores do senador, Requião teria dito que está em Estocolmo, mas quem está sendo vítima da Síndrome de Estocolmo! é o Anibelinho.

Anibelinho foi à  sessão beija-mão do governador Beto Richa (PSDB), no começo da noite de ontem, no Palácio Iguaçu, por isso a tremenda dor de cotovelo.

Clique na imagem para acessar a conta de Arruda no Twitter.

Clique na imagem para acessar a conta de Arruda no Twitter.

Pelo Twitter, o sobrinho de Requião, deputado federal João Arruda, deu um parecer sobre os que optaram pela cueca de seda:

Os cuequinhas de seda do PMDB já se definiram, me preocupo mais com os cuecas de couro que ainda não saíram de cima do muro!!.

A pergunta que não quer calar: Quem no PMDB prefere um cuecão de couro? Conta aí deputado João Arruda…

Comentários encerrados.