Artigo de opinião: “Uma Kombi já não basta ao PCdoB”

Luiz Manfredini: "Uma Kombi já não basta, pois somos mais de 330 mil filiados no país". PCdoB tem histórico de lutas contra o terror e pelas liberdades democráticas.

Luiz Manfredini: “Uma Kombi já não basta, pois somos mais de 330 mil filiados no país”. PCdoB tem histórico de lutas contra o terror e pelas liberdades democráticas.

Nesta segunda-feira, dia 25 de março, o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) completará 91 anos de existência. Fundado em 1922, a legenda vermelha esteve presente em todos os acontecimentos histórico do país e foi importante trincheira de resistência ao nazifascismo, à s ditaduras e ao neoliberalismo. Em comemoração à  data, publico a seguir artigo da lavra do jornalista Luiz Manfredini, dirigente do PCdoB do Paraná:

Uma Kombi já não basta ao PCdoB

Quando o PCdoB emergiu para a legalidade, em maio de 1985, alguns desinformados !“ e outros de má fé !“ diziam que os comunistas cabiam num fusca. Depois, numa Kombi. Mais tarde, uns surpresos !“ outros, contrariados !“ perceberam que, para reunir os comunistas, talvez fosse mais apropriado um vagão ferroviário ou mesmo uma composição. Os comunistas não eram, afinal, tão poucos quanto se imaginava e, com o tempo, se percebeu que, para juntá-los, nem mesmo um navio seria o suficiente, ou uma esquadra. Ainda hoje, quando para reunir os comunistas do PCdoB seriam necessários pelo menos quatro maracanãs lotados, há quem ainda os subestime.

Mas os números não mentem. O PCdoB chega aos 91 anos de existência (o mais antigo partido político brasileiro ainda em atividade), comemorados em 25 de março, com mais de 330 mil filiados em todo o Brasil, segundo os últimos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), de novembro do ano passado. Essa multidão !“ que deverá crescer substancialmente até o 13o congresso nacional do Partido, cuja plenária final está marcada para novembro próximo – está presente em cerca de 2.300 municípios de todos os estados da federação e no Distrito Federal. O mais significativo é que, entre o total de filiados, o PCdoB dispõe de expressiva massa crítica e atuante, de elevado nível político, representada por 2.500 quadros nacionais e 40 mil estaduais e municipais. Sua bancada no Congresso Nacional !“ 14 deputados e dois senadores !“ é reconhecida como altamente preparada e ativa na defesa das causas democráticas e progressistas. O Partido ainda possui 18 deputados estaduais, 58 prefeitos e 976 vereadores. Não é um partido grande, mas obviamente já não basta uma Kombi para abriga-lo.

Orgulho

Mais que sua alentada e próspera composição orgânica !“ por si só fator de orgulho !“ é seu percurso de lutas e de absoluta fidelidade aos interesses do Brasil e dos brasileiros o que mais honra o PCdoB. Lutas pela democracia, pela justiça social, a soberania do Brasil e o socialismo, travadas ininterruptamente desde 25 de março de 1922, mesmo sob as mais dramáticas circunstâncias de terror ditatorial. Uma trajetória que o inseriu nos principais momentos da história política do Brasil no século 20, nos mais diversos cenários, desde a insurreição de 1935, a resistência ao Estado Novo sob os rigores da clandestinidade, a destacada participação na Assembleia Constituinte de 1946, a volta à  clandestinidade a partir de 1947 e, ainda assim, a participação cotidiana nas lutas sociais e políticas dos anos 50.

Duramente perseguido, o PCdoB enfrentou com destemor a ditadura militar, dirigiu a guerrilha do Araguaia, esteve à  frente das lutas pela anistia, pelas Diretas-Já, da campanha pela eleição de Tancredo Neves no Colégio Eleitoral, em 1985. Legalizado, participou ativamente da Assembleia Nacional Constituinte, das campanhas presidenciais de Lula, do movimento Fora Collor! e do combate decidido ao neoliberalismo dos governos FHC. Não é tudo, mas já é um repertório e tanto!

Participando da administração federal desde o início do Governo Lula, em 2003, atuante no movimento social e na luta de ideias, o PCdoB cresce. No Paraná já se organiza em mais de 100 municípios, com 22 vereadores e participação em mais de 50 administrações locais. A partir de junho próximo, o Partido estará voltado aos debates do seu 13o congresso nacional que, entre outros temas, fará um balanço crítico dos 10 anos dos governos Lula/Dilma.

O PCdoB orgulha-se de atingir 91 anos de existência e lutas mantendo inabalável o contrato político e ideológico que o liga, indissoluvelmente, aos mais caros interesses dos trabalhadores e do povo brasileiro, fiel à  sua base teórica !“ o marxismo-leninismo !“ e à  sua perspectiva socialista. Ainda não se constitui no grande partido que almeja ser !“ e que certamente será – para influir mais decisivamente na vida política brasileira. Mas, repito, já não basta uma Kombi para contê-lo.

*Luiz Manfredini é jornalista e escritor, autor de As moças de Minas, Sonhos Utopias e Armas, Memória de Neblina e Vidas, veredas: paixão.

23 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Awesome post. I’m a normal visitor of your site and appreciate you taking the time to maintain the nice site. I’ll be a frequent visitor for a really long time.

  2. I simply want to tell you that I am all new to blogs and definitely savored this web page. Probably I’m want to bookmark your site . You definitely come with fantastic posts. Cheers for revealing your website.

  3. Camaradas cumprimentos comunistas vindos de Portugal!
    Parabéns ao Partido Comunista do Brasil!

  4. O camarada Esmael costuma ser democrático em seu blog, libera os comentários tanto do lixo quanto dos que querem contribuir ao debate. Nesta máteria sobre o PCdoB, como em outras, existe muito livo e existem também uns ressentidos contra o PCdoB.

    O próprio autor/editor deste Blog sabe o quanto deve ao PCdoB por ter sido a escola na qual ele moldou sua capacidade de análise dos fatos políticos e de entendimento do jogo de classes e segmentos de classe nos cenários brasileiro e estadual. Por isto também o Blog tem o sucesso que tem. E que esperamos que assim prossiga.

    Para nós, comunistas do PCdoB, o orgulho pela longevidade da agremiação é grande, por tudo o que ela já fez na história deste país, e também do estado do Paraná. Ainda na segunda-feira, enquanto fazíamos uma pequena agitação na Boca Maldita e distribuíamos nossos panfletos e jornais ao povo, lembramos de quantas vezes já ali estivemos em jornadas memoráveis pela democracia.

    Por termos olhos postos no futuro, e sabendo da aspereza da trajetória, não incomodam os comentariozinhos ridículos e maldosos que contra nós publicam. Este Partido já enfrentou pau-de-arara e bala, não tem medo de um outro imbecil que tente atacar verbalmente. Prosseguimos com nossas posições, em defesa do Brasil soberano, da democracia e dos direitos sociais.

  5. MENOS UM!! JÁ ESTOU CAINDO FORA!!!!

  6. “Você se torna um comunista quando enriquece sua mente com todos os tesouros criados pela humanidade”. Lennin

    Parabéns Partido Comunista do Brasil pelos seus 91 anos , em especial as mulheres que realizam tarefas árduas para construção do nosso Partido, fazendo dupla jornada as vezes no anonimato mas sendo de importancia para a construção de uma sociedade mais justa e humana.

  7. PCdoB fundado em 1922? Fazendo 91 anos? Isso é estelionato político… O PCdoB envergonha a história do comunismo…

  8. Bonita foto de Lacoste… Eeeeee comunista!

  9. Esse PCdoB do Paraná é uma piada… Fiel à sua base teórica, Manfredini (Sicupira) ??? Conta outra!!! Esse partido, no Paraná, segue a linha teórica do Rattus norvegicus…

  10. Continuo achando o MANFREDINI a cara do BARCIMIO SICUPIRA.

  11. PSEUDO-B
    O pessoal do Pseudo-B adora uma graninha e uma graminha verde da UDR [código florestal]

    • Pobre João Amazonas, deprimiu-se no túmulo.

    • Inocência é pensar em fazer Reforma Agrária através do Código Florestal.
      Caso o José não saiba, o Código Florestal recebeu críticas de todos os extremistas. O anteprojeto, foi tão adulado pelos ruralista que recebeu várias emendas que foram, na sua grande maioria, vetadas pela Presidenta Dilma.
      Por outro lado, ouvir e ter como verdade as infâmias de ONG’s estrangeiras como WWF e Greenpeace, que recebem financiamento de grandes corporações internacionais e governos dos ditos países de primeiro mundo, que não acrescentam uma vírgula em suas legislações para defender suas florestas e querem que nós países em desenvolvimento arquemos com todo o ônus da “preservação da natureza”, em detrimento do avanço econômico e social de nossa nação.
      O Código Florestal tem o papel de preservar nosso meio ambiente e garantir nossa soberania. Ou o senhor defende a internacionalização da Amazônia?

  12. Estes comunistas são tudo, menos comunistas de fato, desacreditaram de tudo, é apenas interesse político. Eu ainda acredito na importância de se por fim a divisão econômica entre pobres e ricos e em transformar o mundo, mas eles não acreditam mais

  13. COMUNISTA USA LACOSTE? rsrs

  14. O PCdoB é um partido que tinha uma história linda, voltado aos interesses da classe trabalhadora. Um partido que teve o início de sua trajetória em 1922, com a chegada dos imigrantes italianos ao Brasil”¦ Partido de luta e revolução!! Comunista de fato!! Que já chegou a ser chamado de Partidão.

    O PCdoB saiu da dissidência com o PCB em 1962 (através da Quinta Conferência Nacional Extraordinária). Isso ocorreu quando Prestes colocou o PCB no colo de João Goulart (PTB), defendendo um projeto revisionista, que não representava o verdadeiro socialismo. Com isso uma ala do partidão, organizado por João Amazonas continua na luta revolucionária através da nova sigla PCdoB (uma prova da tentativa de ruptura e revolução foi a Guerrilha do Araguaia no início da década de 70 no Brasil).

    No período de 80 o partido volta à legalidade, quando acaba o bipartidarismo”¦ Vira um braço esquerdo do PT”¦ Estes dois partidos continuam na luta pelo socialismo no Brasil, e de realmente defender os interesses da classe trabalhadora. Participou como partido ativo na luta das Diretas Já de 84, foi o principal partido a levar os estudantes às ruas no Fora Collor de 92″¦

    Quando o PT na década de 90 começa a se dissolver e virar um partido burguês, que não defendia mais a revolução, mas sim a luta eleitoral (projeto da social democracia/ revisionismo), o PCdoB ao invés de continuar na verdadeira luta contra o Capital, contra o neoliberalismo que se instala no Brasil, resolve seguir a linha petista, acabando caindo em sua maior contradição histórica (visto o que ocorreu em 62)”¦ E este foi o fim do partido classista e revolucionário.

    Hoje no Paraná e no Brasil se tornou um partido Governista, Fisiológico que não defende os interesses da classe dominada (o proletariado, trabalhador urbano e do campo). Virou um partido eleitoreiro de cunho clientelista”¦ Defende políticos como Renan Calheiros, José Dirceu, Gleisi Hoffmann, Ratinho Junior”¦

    Aos camaradas de lutas que foram mortos, perseguidos, torturados durante estes 91 anos de história no Brasil, fica o nosso LUTO.

    • Caro militante comunista, me diga onde Marx escreveu que os comunistas não deveriam disputar espaço no Estado burguês?
      Já Gramsci salienta a necessidade de se disputar a hegemonia das idéias em todas as áreas da sociedade.
      Agir como o PCB ou os militantes do PSOL que logo no começo do Governo Petista se retiraram e fazem hoje uma oposição que não faz cócegas, e serve de cão de guarda da oposição DEMO-TUCANA, se descolando da opinião da ampla maioria do povo, que possui críticas sim, ao PT, porém não negam seus avanços em relação aos governos anteriores. A atitude da esquerdalha é a dos que temem chegar ao poder e errar.
      Nós comunistas precisamos abrir mão da vanguarda autoproclamada e sem medo de errar e praticar a autocrítica, disputar o poder e aprender a exercê-lo.
      PCdoB saudações!

      • Mas com certeza os comunistas não vão disputar governo algum, sequer ocupar qualquer espaço no Estado Burgues se forem representados por gente como Leomar Quintanilha senador do Tocantins que chegou entrar no PCdo B e falar como se comunista fosse ( como explicar isso). Em Curitiba , um vereador que se dizia anti-comunista e que ficou o tempo todo sob a batuta de Cássio Taniguchi era o representante do Partido na Câmara. Como apresentar-se aos eleitoras de Curitiba na eleição anterior com um candidato “comunista” à prefeito e que na verdade fazia campanha para ser o futuro secretário de esportes do grupo que estava no poder. Como se apresentar na ultima eleição ao lado de um candidato como Ratinho Junior. Como se dizer comunista e não agir como se comunistas fossem. Ocupar qualquer cargo público e ter as mesmas práticas de todo politico burgues ( mordomia, autoritarismo, clientelismo , carreirismo…) Os verdadeiros comunistas precisam ter voz ( e atitude) dentro do Partido, antes que o PCdoB também mude de nome.

  15. Então té na hora de vender a Komby, vende pra torcida do Paraná Clube, a deles tá meio velhinha…
    É uma luta ter um partido comunista em um país onde boa parte das pessoas é ignorante. Boa parte dos brasileiros enxerga os comunistas como devoradores de criancinhas. E o comunismo é um sonho bonito é a ideologia política e socioeconômica, que pretende promover o estabelecimento de uma sociedade igualitária, sem classes sociais e apátrida, baseada na propriedade comum. Mas infelizmente os homens nunca permitiram esse sonho, nem mesmo nos países que se denominaram COMUNISTAS, como a antiga União Soviética, pois suas elites dominantes sempre com a mesa cheia e opovo com a mesa vazia, algo muito parecido com o nosso mundo capitalista.
    O que incomoda os homens é a igualdade, o fato de não ter mais ou ser melhor do que o seu semelhante, de não poder dominar esse próximo e subjugá-lo. Por isso há 2.000 anos o poder mundadno da época executou “Jesus de Nazaré” como um rebelde e criminoso, ele pregava essa mesma igualdade, partia o pão e o dividia, estava ao lado dos fracos e oprimidos.
    Então não precisamos de doutrinas e sim de homens renovados, que realmente sejam a imagem e semelhança do seu criador, pai de todos e dono de tudo.

  16. Meu caro Esmael, primeiramente, meus parabéns pelos quatro anos desse teu conceituado blog! Quanto ao PCdoB, não é verdade que ele vai completar 91 anos. O PCdoB, surgiu em 1962 de uma pequena dissidência do Comitê Central do PCB, formada por João Amazonas e Maurício Grabois, que discordavam dos debates sobre o XX Congresso do PCUS – Partido Comunista da União Soviética. Antes dessa dissidência o PCB, o antigo “partidão” tinha alterado o seu nome de Partido Comunista do Brasil, para Partido Comunista Brasileiro. Vicissitudes políticas da época. Os dissidentes retomaram o antigo nome e inventaram a sigla PCdoB. Isso pode ser encontrado em qualquer livro de história que aborde o assunto. Esse fato é tão público, é tão notório, que a própria expressão “do b” é sinônimo de dissidência. Vide “Pacotão do b” pu até mesmo o PTdoB. Saudações Comunistas do Partidão!!!

    • Caro Jaime,
      Vamos aos fatos não arrolados: – O PCdoB não surge apenas da discordância do posicionamento do XX Congresso do PCUS, mas sim do golpe branco dado pela maioria do Comitê Central do PCB que alterou o nome do Partido, seu Estatuto, aderindo a uma política reformista, seguindo as diretrizes de Kruschev. Tudo isso sem a convocação de um Congresso ou Conferência, fóruns legítimos para tais modificações no seio do partido, mudanças essas embasadas na justificativa de legalização do PCB. Assim acontece em 1962 a Conferência Extraordinária que reorganiza o Partido Comunista do Brasil, que muda sua sigla para PCdoB, mantém o nome de 1922 e retoma a linha política revolucionária que levou a União Soviética a vitória na Segunda Grande Guerra e mantinha o movimento comunista mundial unificado.
      Já o dito “Partidão”, erro após erro, foi se desmanchando em pequenas organizações, principalmente após 1964, com o advento do Golpe Militar.
      O golpe final foi dado em 1992, quando, de forma similar ao que aconteceu antes de 1962, a direção do PCB muda novamente o nome do “Partidão”, porém desta vez no X Congresso, assume a política social-democrata, além de abolir todos os símbolos tradicionais, se tornando o PPS. Os ditos dinossauros do “Partidão”, que perderam o X Congresso, retomam a antiga sigla PCB e reorganizam um novo partido, preso a um passado de glórias, mas sem visão de futuro.
      De qualquer forma, feliz aniversário para nós, camarada!