A farra dos cargos comissionados continua no governo Richa

Richa cria novas e generosas tetas.

Richa cria novas e generosas tetas.

Como havia adiantado este blog, o governo Beto Richa (PSDB), tarado por cargos comissionados, passou o “rolo compressor” na diminuta oposição na Assembleia Legislativa e aprovou, nesta tarde, projeto que cria a Secretaria de Governo e outros 41 novos cargos comissionados (de livre nomeação, sem concurso).

A base de sustentação de Richa na Assembleia transformou o plenário em “Comissão Geral” e assim aprovou, sem dó nem discussão, a criação desses 41 cargos, sendo 32 para a chefia da Casa Civil, oito para a nova Pasta e 1 para a Procuradoria Geral do Estado.

Além da Secretaria de Governo, que será ocupada pelo deputado licenciado César Silvestre (PPS), a criação de 41 novos cargos comissionados causará impacto de R$ 4,2 milhões na folha deste ano.

Comentários encerrados.