21 de Março de 2013
por esmael
4 Comentários

Justiça sequestra R$ 100 milhões em bens de grupo de Cachoeira

da Agência Brasil

A Justiça Federal em Goiás decretou o sequestro de mais de R$ 100 milhões em bens registrados em nome do grupo do contraventor Carlinhos Cachoeira. O objetivo é reaver produtos resultantes da atuação criminosa da quadrilha, que explorava ilegalmente jogos de azar no Distrito Federal e em Goiás.

A determinação do sequestro de bens saiu neste mês, após intervenção do Ministério Público. Os procuradores haviam recorrido da decisão que, no final do ano passado, condenou Cachoeira e seu grupo por formação de quadrilha armada, corrupção ativa, peculato e violação de sigilo de servidores públicos.

De acordo com o Ministério Público, a decisão não havia deixado claro os efeitos financeiros das condenações. O órgão alega que, embora ainda esteja apurando o valor total dos bens adquiridos pela quadrilha, o sequestro de bens servirá para quitar parte da dívida.

Na revisão da sentença condenatória, o juiz federal substituto Daniel Guerra Alves fixou multa de R$ 156 mil para pagar gastos do Estado com operações esp

21 de Março de 2013
por esmael
16 Comentários

Requião diz que críticos da economia são “fantasmas” e confessa: “eu tenho medo”; assista ao vídeo

Ao discursar em Plenário nesta quarta-feira (20), o senador Roberto Requião (PMDB-PR) ironizou críticos da gestão de Dilma Rousseff, como os irmãos Luiz Carlos e José Roberto Mendonça de Barros, a quem chamou de “fantasmas”. O senador disse que banqueiros, ex-presidentes do Banco Central e “notáveis da oposição” também fazem parte dessa “finíssima coleção de espectros”.

Requião lembrou que Luiz Carlos Mendonça de Barros, ex-presidente do BNDES e ex-ministro das Comunicações no governo de Fernando Henrique Cardoso, afirmou recentemente que Dilma impôs “condições inaceitáveis” à s concessionárias privadas. O economista José Roberto, por sua vez, teria feito críticas à  forma como o governo vem lidando com o setor elétrico.

!“ As reprimendas foram tão incisivas que, assustado, vieram-me à  lembrança aqueles anos, entre 1995 e 2002, quando o Brasil quebrou três vezes e não foi possível ver todos os estragos da débâcle porque houve um apagão !“ recordou o senador.

Requião destacou que o “coro financeiro é encorpado agora por notáveis da oposição, ‘especialistas’ ouvidos todos os dias pela Globonews e pela CBN e por colunistas multiuso que nada entendem de tudo”. Também se comportam da mesma maneira, segundo Requião, editorialistas de “jornalões”, apresentadores e comentaristas de televisão, economistas e analistas de mercado.

Contabilidade criativa

Ao rebater as críticas da oposição que acusam o governo de usar uma “contabilidade criativa” para chegar ao superávit primário registrado em 2012, Requião citou argumento apresentado pelo economista Luiz Gonzaga Belluzzo (em artigo escrito com Júlio Gomes de Almeida): “Não é novidade o uso de receitas não recorrentes para engordar o superávit primário. Assim foi feito nos anos 1990, na ‘era das privatizações’

21 de Março de 2013
por esmael
12 Comentários

Presidente da Câmara diz que situação de Feliciano é “insustentável”

do Brasil 247

A situação da Comissão de Direitos Humanos e Minoras da Câmara dos Deputados se tornou “insustentável”, avaliou nesta quinta-feira 21 o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). Ele cobrou uma solução do PSC para a saída do presidente da Comissão, o deputado e pastor evangélico Marco Feliciano, que tem sofrido críticas diárias por acusações de racismo e homofobia. Na tarde desta quarta-feira, o parlamentar deixou a sessão depois de apenas oito minutos de seu início. Manifestantes protestavam contra ele em frente à  Câmara.

“A Comissão de Direitos Humanos, até pela sua importância, não pode ficar nesse impasse”, declarou Alves. Ele também prometeu uma solução para o caso até a próxima terça-feira. “Essa casa tem que primar pelo equilíbrio, pela serenidade, pela objetividade, pelo trabalho parlamentar. E do jeito que está ficou insustentável a situação, que eu acredito que será resolvida até terça-feira da semana que vem. Agora passou a ser também responsabilidade do presidente da Câmara dos Deputados”, afirmou o presidente da Casa.

Mas mesmo diante da pressão de protestos e dos próprios parlamentares, Marco Feliciano não abre mão do cargo. Em entrevista à  rádio Estadão nesta quinta-feira, ele garantiu que não irá renunciar “de maneira alguma” da presidência da Comissão e lembra que representa 50 milhões de evangélicos diretamente. “Não pretendo renunciar. Fui eleito com mais de 200 mil votos”, afirmou. Ele disse também que não abandonou a sessão desta quarta por pressão, mas que apenas deu início à  audiência e passou a palavra para o requeredor. “Isso é natural. A imprensa mais uma vez foi sensacionalista”, disse. “Disse que estava fugindo e não foi o que aconteceu”.

Frente Parlamentar dos Direitos Humanos

Também nesta quarta-feira, um grupo de deputados criou a F

21 de Março de 2013
por esmael
16 Comentários

Gleisi Hoffmann também coloca o ‘pé na estrada’ no Paraná

Ministra vem embalada pela aprovação de Dilma por 92%

Gleisi Hoffmann.

Gleisi Hoffmann.

Quem tinha dúvidas sobre o projeto da ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT), de disputar o governo do Paraná, em 2014, pode ir tirando as barbas de molho e começar trabalhar dobrado. A petista também resolveu colocar o ‘pé na estrada’, a exemplo de seus possíveis adversários, o governador Beto Richa (PSDB) e o senador Roberto Requião (PMDB). Leia mais

21 de Março de 2013
por esmael
Comentários desativados em Domingo tem “pedalada” pelo fim da violência contra a mulher

Domingo tem “pedalada” pelo fim da violência contra a mulher

mulheres_pedaladaA Central Única dos Trabalhadores do Paraná (CUT-PR) promoverá neste domingo, 24 de março, em Curitiba, uma pedalada pelo fim da violência contra a mulher. O objetivo é reunir o máximo de pessoas possíveis para demonstrar a insatisfação com os altos índices de agressões contra mulher registrados no Paraná. A pedalada começa à s 9h e sai da Praça Santos Andrade com destino ao Parque Barigui.

21 de Março de 2013
por esmael
9 Comentários

Romanelli de volta à  Assembleia

Volta de Romanelli mexe na Assembleia e no governo. Ex-prefeito de Cornélio assume o Trabalho e Luiz Carlos Martins volta para a Banda B.

Volta de Romanelli mexe na Assembleia e no governo. Ex-prefeito de Cornélio assume o Trabalho e Luiz Carlos Martins volta para a Banda B.

No Palácio Iguaçu já é considerada certa a volta do deputado licenciado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), secretário de Estado do Trabalho, para a Assembleia Legislativa do Paraná. Leia mais

21 de Março de 2013
por esmael
10 Comentários

Murilo Hidalgo, da Paraná Pesquisa: Blog do Esmael eleito o melhor dos últimos 4 anos!

Murilo Hidalgo diz que o 'Blog do Esmael' foi eleito o melhor dos últimos quatro anos. Foto: Ivonaldo Alexandre/Gazeta do Povo.

Murilo Hidalgo diz que o ‘Blog do Esmael’ foi eleito o melhor dos últimos quatro anos. Foto: Ivonaldo Alexandre/Gazeta do Povo.

O diretor-presidente da Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, figura bastante criticada e elogiada neste espaço, deu o seguinte testemunho acerca o aniversário de 4 anos do “Blog do Esmael”: Leia mais

21 de Março de 2013
por esmael
39 Comentários

A bandidagem venceu o governo de Beto Richa? A insegurança ajudaria o PT nas eleições?

Governo Beto Richa (PSDB) se rendeu à  bandidagem do PCC? Segundo as capas dos jornais, sim, embora as autoridades neguem essa versão em público.

Governo Beto Richa (PSDB) se rendeu à  bandidagem do PCC? Segundo as capas dos jornais, sim, embora as autoridades neguem essa versão em público.

Os jornais paranaenses desta quinta-feira (21) trouxeram em suas manchetes a informação de que 38 presos foram transferidos para outros estados. Também registram que houve ataques do crime organizado em várias cidades do Paraná. O governo tucano nega relação entre os dois eventos. Leia mais

21 de Março de 2013
por esmael
39 Comentários

Vereador Galdino caiu ou foi empurrado? Foi pênalti em cima do tucano ou não? Você decide

com informações do portal Banda B

A regra é clara, já diria Arnaldo César Coelho, porém, sempre suscetível a várias interpretações. Na última segunda-feira (18), uma jogada na pequena área da Câmara Municipal de Curitiba, a tribuna do órgão, gera polêmica e deve inclusive ser julgada pela Comissão de à‰tica da Casa. O vereador Professor Galdino (PSDB) sofreu pênalti ou apenas simulou a falta cometida por Felipe Braga Cortês (PSDB)?

Nesta semana, o presidente da Casa, Paulo Salamuni (PV), e o Braga Cortês, que sucedeu Galdino na liderança do PSDB, disse que o colega tucano simulou a agressão física (clique aqui para ouvir o áudio). Houve quem recordasse que o suposto fingimento lembrava muito o lance da “bolinha de papel” envolvendo o correligionário José Serra na disputa pela presidência da República em 2010.

O lance pode ser verificado no vídeo acima, postado pelo jornalista Fernando Tupan, do Bem Paraná. O que chama a atenção é que muitos já garantem a não existência do pênalti, porque Cortes e Galdino são do mesmo time: o PSDB. Portanto, não existe qualquer falta no lance, embora naquele momento eles estivessem disputando um espaço como líder do partido na câmara.

21 de Março de 2013
por esmael
24 Comentários

Advogados e juízes partem para cima de Joaquim Barbosa

do Brasil 247

As declarações do presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, continuam a gerar repercussão entre juízes e advogados. Por meio de nota pública, o Movimento de Defesa da Advocacia, entidade presidida por Marcelo Knopfelmacher, classifica como “generalistas” as declarações de Barbosa de que há um ‘conluio’ entre juízes e advogados. A MDA diz se manifestar com “séria preocupação” quanto à  repercussão “inadequada” dessas colocações.

Durante uma sessão do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), também presidido por ele, em que era analisado um processo para aposentar compulsoriamente um juiz do Piauí acusado de beneficiar advogados, Barbosa declarou: “Há muitos [juízes] para colocar para fora. Esse conluio entre juízes e advogados é o que há de mais pernicioso. Nós sabemos que há decisões graciosas, condescendentes, absolutamente fora das regras”. A resposta, bem-humorada, veio do juiz Tourinho Neto, que afirmou: “Mas vossa excelência é duro como diabo”.

Nesta quarta-feira 20, o ex-presidente do STF, Carlos Ayres Britto, disse que nunca detectou um conluio no Judiciário brasileiro. “No meu período de presidente, nunca identifiquei esse conluio, nem no meu período de ministro. Agora, não quero entrar no mérito desse discussão”, afirmou. Antes, a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e a Ajufe (Associação dos Juízes Federais) também já haviam publicado nota contra as declarações, relembrando que Barbosa namora uma advogada. “Como é que fica isso?”, questionou a OAB, ironicamente.

Leia abaixo a íntegra da nota da MDA:

Nota Pública

O MOVIMENTO DE DEFESA DA ADVOCACIA !“ MDA, associação civil eminentemente de caráter privado, sem fins lucrativos, cujos objetivos e fundamentos estatutários destinam-se exclusivamente a promover a valorização da profissão de Adv