Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

Sérgio de Souza, do PMDB, pode ficar com a 1!ª secretaria do Senado

Senador Sérgio Souza (PMDB).

Senador Sérgio Souza (PMDB).

Pode cair no colo do senador paranaense Sérgio de Souza (PMDB) a poderosa 1!ª secretaria, cujo orçamento para este ano chegará a R$ 3,5 bilhões.

O Senado começou há pouco os trabalhos de eleição para a presidência da Casa. Os demais cargos da mesa serão definidos à  tarde.

Sérgio de Souza poderá ser eleito “Prefeito do Senado” caso o PSDB entre na chapa de Pedro Taques (PDT) perde o direito à  proporcionalidade. Funciona mais ou menos assim: 1- A maior bancada escolhe o presidente; 2- A segunda bancada, o PT, fica com a vice; 3- o PSDB, se entrar na chapa de Renan Calheiros, fica com a 1!ª secretaria.

O senador paranaense acredita que Renan será eleito com folga. “Arrisco um palpite: 55 a 23 votos”, diz Sérgio Souza, que calcula 3 abstenções.

A história foi contada hoje por Denise Rothenburg, no Correio Braziliense.

Causa & consequência

A expressão dos senadores Pedro Taques (PDT_MT), Randolfe Rodrigues (PSol-AP) e Cristovam Buarque (PDT-DF) no gabinete de Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) denunciava ontem a escassez de votos. A maioria dos senadores, salvo um cataclisma, se prepara para fazer de Renan Calheiros (PMDB-AL) presidente do Senado no lugar de José Sarney (AP). A dissidência se limita aos pedetistas, ao PSol, a Jarbas, a Eduardo Suplicy, do PT e, ainda, aos dois partidos que têm pré-candidatos a presidente da República, o PSDB do senador Aécio Neves e o PSB do governador de Pernambuco, Eduardo Campos.

Como na física, cada ação terá uma reação. Os dissidentes !” em especial o PSDB, que tem assento reservado na Mesa Diretora !” correm o risco de perder o cargo que lhes cabe. O regimento do Senado é claro no que se refere ao respeito à  proporcionalidade. O maior partido indica o candidato a presidente e os demais indicam os cargos de acordo com o número de senadores. Como o PSDB não respeitará a decisão do PMDB de lançar Renan, os peemedebistas se mobilizam para eleger Sérgio Souza, do Paraná, no lugar de Flexa Ribeiro, o indicado dos tucanos.

Comentários desativados.