Por que Cuba continua sendo tão importante no cenário mundial?

por Marco Damiani do Brasil 247

Ilha caribenha cercada de capitalismo por todos os lados outra vez na berlinda; como se ainda estivesse de boina na cabeça e metralhadora em punho, Fidel Castro marcado pelos anos segue sendo referência; para o bem e o mal; regime promove reformas como as que trazem Yoani Sánchez ao Brasil, mas Sociedade Interamericana de Imprensa gasta milhões para fazer dela, em 10 países, mártir; avanços se refletem em governos populares da América Latina, mas não suavizam boicote econômico americano; de Eisenhower, na década de 1950, à  Obama, com agravantes nos governos democratas de Kennedy e Clinton, o que se quer é matar o sonho socialista; que tal compreender Cuba em lugar de só atacá-la?

Ilha caribenha cercada de capitalismo por todos os lados outra vez na berlinda; como se ainda estivesse de boina na cabeça e metralhadora em punho, Fidel Castro marcado pelos anos segue sendo referência; para o bem e o mal; regime promove reformas como as que trazem Yoani Sánchez ao Brasil, mas Sociedade Interamericana de Imprensa gasta milhões para fazer dela, em 10 países, mártir; avanços se refletem em governos populares da América Latina, mas não suavizam boicote econômico americano; de Eisenhower, na década de 1950, à  Obama, com agravantes nos governos democratas de Kennedy e Clinton, o que se quer é matar o sonho socialista; que tal compreender Cuba em lugar de só atacá-la?

A partir da maior ilha do Caribe, cercada de capitalismo por todos os lados, o comandante Fidel Castro ainda parece estar, aos olhos de muitos, de boina militar, grossos óculos de grau e metralhadora em punho. No auge da forma, ao lado de Guevara e Cienfuegos. Afinal, continua a maior potência econômica da terra a querer derrubá-lo. à‰ assim desde a imposição pelos Estados Unidos, em 1958, à s vésperas da vitória da revolução popular, do boicote econômico. Obra do presidente republicano (e general) Dwight Eisenhower, ampliada pelos democratas John Kennedy e Bill Clinton, mantida sem cerimônia por Barack Obama. Lá se vão 54 anos jogando contra.

Agora, a estratégia econômica de cerco a Cuba é acrescida de uma jovem face política. Sob os auspícios da Sociedade Interamericana de Imprensa, entidade fundada em Washington D.C., em 1926, com sede permanente na Flórida, em Miami, e cuja próxima assembléia geral está marcada para Denver, no Colorado, a blogueira Yoani Sánchez começou pelo Brasil uma viagem a nove outros países. Tem um recado na ponta da língua: quer democracia para Cuba.

A que tipo de democracia ela se refere não fica bem claro. Seria, por exemplo, o regime que os americanos implantaram no Iraque, com George W. Bush e Barack Obama? Ou, antes, na década de 1980, naquela que resultou da invasão a outra ilha caribenha, Granada, sob os mariners de Ronald Regan? Talvez a democracia que vigore na vizinha Jamaica, que ostenta na capital Kingston a considerada maior favela do mundo, Trenchtown? Ou a democracia como a monitorada no Líbano, onde qualquer um pode vencer as eleições sem protestos, à  exceção do Hizbollah, preferido da maioria? A democracia imposta à  Palestina? Quem sabe democracias como as existentes nos países africanos, entregues à  própria sorte?

Não. O modelo democrático ideal da blogueira parece ser mesmo o dos Estados Unidos, onde qualquer um que junte mais de US$ 100 milhões tem alguma chance de se eleger presidente.

Cuba é, sem dúvida, o país do globo que mais sofre interferência em seus assuntos internos. Todos falam da ilha, de seu regime, de seus líderes. E por que? Porque trata-se, ainda agora e uma vez mais após a revolução de 1!º de janeiro de 1959, de uma referência para o igualitarismo. Tome-se, como critério de verificação, o IDH !“ àndice de Desenvolvimento Humano, cujos critérios de avaliação são feitos pela ONU. No último ranking divulgado, de 2011, a ilha socialista, boicotada economicamente e desdenhada politicamente, aparece na 51!ª posição, com IDH considerado “alto”. à€ frente das badaladas Bahamas (53), do privilegiado, pelos EUA, México (57), das aqui citadas ilhas Granada (67) e Jamaica (79). Sim, também a frente do Brasil (84). A lista tem a Noruega e a Austrália no topo. Muita gente a aceita como o padrão mais moderno de medição de situação social das populações nacionais !“ mas com Cuba, é claro, é diferente. Sempre junto a seus resultados surgem as críticas ao regime político.

Em que pesem os EUA, a SIP e sua darling Yoani, Cuba segue na berlinda porque mantém-se de importância referencial. Com seus defeitos sempre ressaltados e qualidades quase nunca apontadas, a ilha ainda galvaniza também os sentimentos do que apostam no surgimento do homem de novo tipo, menos consumista, mais solidário, pacífico e, neste sentido, moderno. Paciente em crescer junto a todos. Fiel aos valores fundamentais da vida, não à queles vendidos pelos comerciais de televisão. O que, estando à  frente, não se afasta do fim da fila.

O que se pede, entre os admiradores de personagens como Yoani, é que Cuba dê um salto triplo mortal em direção à  democracia convencional. Uma volta aos anos 1940-50, quando se notabilizou como um quintal americano. E isso, é claro, o regime socialista da ilha não vai fazer. Não há a menor garantia de que as conquistas sociais alcançadas pela revolução sejam preservadas, quanto mais ampliadas. A experiência aponta que uma abertura no melhor estilo ‘vamos que vamos’ significa retrocesso na certa. E lá iria Cuba virar uma Jamaica, uma Granada, um Líbano.

Os EUA que procuram sufocar Cuba há mais de 50 anos não conseguiram exportar seu modelo de maneira bem sucedida a nenhum outro país. Na década de 1960, conforme vasta documentação, interferiram nos assuntos internos do Brasil, ao estimularem e bancarem o golpe militar de 1964, no que resultou numa ditadura de 20 anos.

Hoje, em razão da estabilidade política da América Latina, situação jamais estimulada pelos EUA, eleições populares tornam Cuba um ponto cada vez mais referencial. Foi em Havana, na semana passada, que o governo do presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, sentou-se para negociar a paz com as Farc. Ali também esteve o presidente da Venezuela, segundo país mais rico do continente, Hugo Chávez, para tentar salvar sua própria vida. O ex-presidente Lula escolheu, também nos últimos dias, a capital Havana para se posicionar favoravelmente sobre a crescente importância das mídias alternativas, dando novo impulso ao chamado foro de São Paulo, criado em 1990 por ele, Fidel e outros líderes no combate ao modelo de pensamento único então em voga.

à‰ também de Cuba que, no passo de uma cuidadosa abertura, sai para andar por onde quer e dizer o que quer, sob o patrocínio da SIP, a blogueira Yoani. Sem abrir mão de seu modelo econômico, o regime presidido por Raúl Castro está se movimentando, ao seu modo, por um vetor político mais arejado. à‰ paradoxal, mas tanto os críticos que querem ver a ilha melhorar sem risco de retrocesso, quanto os que querem derrubar o governo cubano, comemoram o momento. Em meio a esses aplausos e vaias, por sorte Cuba segue seu caminho de autodeterminação.

36 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I simply want to tell you that I am all new to blogs and definitely enjoyed this blog site. Almost certainly I’m likely to bookmark your website . You amazingly come with tremendous posts. Kudos for sharing with us your web-site.

  2. Sou contra qualquer regime que reprime seu povo, mas, sera que cuba seria reconhecida como um pais soberano hj, se não fosse a opção pelo comunismo, vejamos o ex, do havai que foi anexado aos e u a por livre e espontânea imposição…o fungêncio batista era cu e calça com os e u a, e o povão era já na epoca espoliado pelo regime custeado pelos e u a, o fidel optou pelo socialismo e cuba hj desponta com bons indicadores na area de saúde e educação, mas pegou briga feia com os homens e seus interesses estratégicos. Cuba já sinaliza ainda que lentamente por uma abertura que acredito que vai mais pro modelo CHINES.

    Qual o melhor regime pra uma nação, os ditos democráticos fazem negocio com os ditos comunista ex EUA E CHINA, pela lógica da liberdade isso não deveria existir, ééé mas na politica e na economia cada um puxa pro seu lado.

  3. Estou apavorado de ver os “Bolivarianos e Petistas” apoiando ditadura.
    Não vejo isso com bons olhos, há uma grande inversão de valores e uma total falta de respeito pela nossa pátria.
    Aos que acham Cuba o último biscoito do pacote, estudem um pouco mais sobre as revoluções e a real qualidade de vida dos cubanos.
    Percebo que existem alguns militantes que sonham com uma ditadura maravilhosa para o nosso Brasil, porém ainda tem gente que pensa neste país e que começa a abrir mão de sua omissão “classe média”. Lí muita imbecilidade nos comentários sobre a infeliz matéria do Esmael, mas este é o preço da democracia. Aos que criticam esta adolescente, afirmando que o Brasil não chega aos pés de Cuba, aconselho uma tarde de estudo sobre o real poder brasileiro no mundo e as conquistas que a nossa pátria realizou nos últimos 25 anos. Como brasileiro não vou admitir que rebaixem o meu país, o comparando com Cuba, pois se a medicina cubana é boa, a nossa é exemplo para o mundo em muitos aspectos. Se a educação cubana é ampla e o índice de analfabetismo é baixo, no Brasil temos várias instituições educacionais que exportam exemplos e ótimos profissionais para todo o mundo. Cuba tem uma população muito menor do que a brasileira e tenho claro que se comparamos a população do sul ou sudeste do Brasil com a de Cuba, os defensores chavistas e castristas vão ter que calar suas bocas vazias de idéias, pois somos infinitamente melhores do que Cuba, além de termos liberdade.

  4. Educação???? Educação é acesso a cultura e conhecimento.

    Como já dizia PAULO FREIRE, em política partidária não há neutralidade, você é, ou não é. E o professor (a) que se presa, frequenta uma igreja, um sindicato e filia-se a um partido. Não seríamos nós, classe pensante, responsável pela loucura da política atual? Pela grande quantidade de cores partidárias? Pelo esvaziamento das cabeças e, consequentemente, pela alienação da sociedade? Será que não somos responsáveis, pela sofrida sociedade, manipulada psicológica e moralmente? Será que não conseguimos ensinar nossos

    Em tudo que existe sempre haverá oposições.

    O brasileiro na sua grande maioria é volúvel demais nessas questões.
    Se eu voto PT POR tabela voto pmdb,psdb,pdt,ptb e no meio desta salada partidária vamos chegar aonde, uns são simpáticos com e. u .a, outros são solidário com cuba, venezuela, china, coreia do norte, irã outros são solidários com judeus, árabes…puta que saco ideológico, QUEM É QUEM NESTA BAGUNÇA CHAMADA democracia BRASILEIRA, e se não votar fudeu vai da pilha pro corrupto se eleger.

  5. Já estive em Cuba, fiquei 28 dias no pais e posso afirmar que é sim um belo país, gente ordeira e muito afável, mas um povo feliz que vive na miséria total, não tem dinheiro, não tem comida, o povo é obrigado a sobreviver com o mínimo possível. Só vive bem quem é da base governista, estes sim vivem como reis, frequentam as praias onde só podem ir turistas, os ditadores podem frequentar os hotéis que o povo não pode sequer pisar no hall de entrada.

    Mesmo vivendo desta forma, como escravos, o povo é alegre e vive cantando, imaginem se fossem livres e tivessem uma vida digna.

  6. DESERÇÃO EM MASSA!….

    Em 2006, CPI das IMIGRAÇÕES ILEGAIS, presidida por Marcelo Crivella/senador do RJ, atestava que 10.000 brasileiros eram deportados dos EUA de volta para o Brasil.

    Eram imigrantes ilegais, que os EUA deportavam de volta ao Brasil. E isto que o Brasil dista a 8.000 KM dos EUA.

    Desertores de cuba para os EUA, não são considerados ilegais.

    Cubanos que conseguirem atravessar o mar – 150 KM, se bobear dá pra fazer isto à nado – são imediatamente acolhidos como imigrantes Legais, o que não acontece com nenhum outro País da America Latina.

    Pois bem…., ainda assim, outros 15 países, inclusive o Brasil, têm mais imigrantes nos EUA do que Cuba.

    Seria isso o que?….. FUGA EM MASSA – inclusive do Brasil – DO CAPITALISMO por aqui praticado?

    Com essas informações já é possível constatar: CUBA É SUCESSO COMPROVADO!…..

  7. luciano nunca houve comunismo ,ou socialismo no mundo,e nem democracia .nos vivemos uma utopia.achamos que vivemos em liberdade .somos vigiados o tempo todo.quando a gente entra numa loja ,a primeira coisa que voce vê `srri voce esta sendo filmado`mas tudo bem . veja se temos liberdade ,tente entrar num estudio de tv , tente entrar num condominio sem ordem. tudo e relativo .a democracia .e a ditadura vermelha e popular.todos sai do mesmo cerebro universal. não existe liberdade sem lemite ,mas existe o limite sem a liberdade, liberdade é o gente mais fraco que conheço.até o limite ganha da liberdade..outra coisa os americanos plantaram desorde no mundo todo. tentaram uma bagunça na russia , tentaram a desorde no egito para acabar a ditadura .o egito somente trocou de ditador. as monarquias arabes pro americanas ,não são democraticas, tente fazer qualquer descurso na arabia saudita contra o regime ,e cadeia e forca com certeza,mas o regime saudita segura a influencia americana na região,mesmo não sendo democratica.nunca houve democracia no oriente medio durante esses 10 mil anos..aquela cidade do qatar famosa .pode mostrar liberdade mas não e assim.

  8. Esmael: esse pessoal que está jogando pedras na blogueira, deveria experimentar publicar este mesmo texto que você apresenta, lá nos jornais de Cuba. Aliás, nem sei: tem mais de um jornal por lá?
    Acho que eles arrancariam as unhas desde o minguinho até o dedão do escriba.
    Mas o pessoal do artigo tem razão num ponto: desliguem-se de Cuba. Larguem mão de dar pitaco. Deixe que vivam como queiram, sob ditadura ou sob a “democracia” do jeito deles.
    Deixem que cortem cana, comam bananas, fabriquem penicilina e que sejam felizes. Se é que isso é possível sob a batuta dos que mandam por lá.
    Aqui tá ruim? Lá deve estar bem pior. Por quê, então, não largam da companheira Dilma e vão se pendurar no guru Castro?
    Democracia, acho eu, inclui – além da liberdade de expressão – que por lá não há, também, a liberdade de ir e vir e de poder fazer críticas aos políticos e partidos. Como se faz por aqui. E tem gente que ainda reclama.
    Um abraço,

    Bitte

    • Se a moça escreve um blog a partir de Cuba, onde é que está a censura às ideias? A dita cuja, inclusive, até tem colunas nos jornais do PIG no Brasil e em outros países… Ela ganha (sozinha) mais dindin que o grupo RPC/Gazeta do Povo, por exemplo. Você sabia disso?

      • Ganha tão bem assim e ainda tem os dentes podres? Onde ela anda metendo tanta grana? É uma coitada que deveria ser recebida como heroína, mas não, a PTzada faz questão de continuar com essa história de defender sempre o malaco, o povo de bem não merece ser defendido, não é mesmo Esmael?

      • Mas se é assim por que ela veio aqui protestar??

        • Pergunte para a CIA.

          • Ficar inventando conspiracionismo para defender um país que tem um jornal é feio Esmael, voce sabe muito bem que o blog dela é sediado em servidores americanos para nao ser tirado do ar pelo governo cubano. Com o acesso eles nem se preocupam, menos de 10% dos cubanos tem acesso a internet.

          • Se te consola, fique tranquilo porque os meus servidores de internet são norte-americanos também!!! Em quatro anos de existência, o meu blog ficou um fora do ar… E olha que o Brasiiil é “democrático” quando o assunto é opinião!!! Aqui a censura é judicializada, meu caro!!!!

          • Porquê não vai vc preguntar pessoalmente pra CIA??

      • ” Ela ganha (sozinha) mais dindin que o grupo RPC/Gazeta do Povo, por exemplo. Você sabia disso” invejoso!! kkkkkkkkk!!!!!!

  9. Já estive lá em Cuba…. é uma pobreza do kct… Socialismo e Comunismo não deram certo em lugar nenhum… Capitalismo eu também acho uma droga mas até o momento não inventaram nada melhor…

  10. não vou acompanhar o comentario da postage acima . mas vai o meu:cuba em 1980 ja tiha irradicado o analfabetismo da ilha. a melhor medicina . o projeto do fidel deu certo para ele ,porque ele cuidou da saude e escolaridade do povo.em 1980 o brasil era um pais sem trabalho. poucos consumidores,no nordeste havia professores ganhando menos da metade do salario minimo,regional.que o salario do nordeste era o mais baixo do brasil.se o mario andreazza fosse vivo ,não sei se está,ele sabe muito bem disso.no tempo da seca era uma calamidade,ai os politicos chegavam com uma sestinha de alimentos que mal dava para um dia. em cuba ninguem ouvia falar disso. a radio central de moscou falava que os americanos queriam entrar em cuba ,eles não queriam um pais rebelde.que cuba foi rebelde ao modelo norte americano.os brasileiros para conseguir 200 ou 500. milhões de dolares na epoca so conseguiam quando encontravam uma seguradora que bancasse o rico,caso a divida não fosse paga,e essa seguradora repassava para outras seguradoras as responsabilide.o brasil chegou nos anos 80 e 90 dar calote na divida externa.o pais pagou caro por isso.o povo sofreu.no tempo da menta o japão foi o maior comprador.mas chegou um momento que a gloria da menta passou.o parana dos anos 60a 80 foi um grande produtor de algodão em caroço,tudo corria as mil maravilhas .depois o algodão perdeu o insentivo pela alta do petroleo. ai veio o algundão.os comissarios do governo de chapeus na mão em washington. muitos economistas faziam até bullyng das autoridades brasileiras ,esse bullyng em portugal e burla.a ultima vez que o brasil foi de pires na mão buscar bocados foi em 2002. mas a democracia brasileira aindda e fraca a frente das intituições cubanas.não ha democracia que suporte uma impressa terrorista igual a brasileira.nem a democracia americana suportaria!

  11. QUE IMPORTÂNCIA TEM ESSA M(…) PARA O CENÁRIO MUNDIAL???

    SÓ SE FOR COMO EXEMPLO DA FALÊNCIA DOS CRIMINOSOS ASSASSINOS QUE TOMARAM O PODER SÓMENTE PARA TER PODER E ROUBAR DINHEIRO DO POVO ATÉ QUE ESTE POVO SE ENCONTROU NA MAIS MEGERA MÍSÉRIA E ABSOLUTA AUSÊNCIA DE LIBERDADE.

    PODE SER EXEMPLO DE COMO CONGREGAR OS MAIORES CORRUPTOS DA ATUALIDADE, PSEUDODITADORES QUE SÓ QUEREM A GRANA DO POVO ANALFABETO.

    PODE SER IMPORTANTE PARA PRESIDENTES E PRESIDENTAS ENVIAREM DINHEIRO AO EXTERIOR DANDO COMO MOTIVO A CONSTRUÇÃO DE UM PORTO NAQUELA ILHA, PORTO ESTE QUE NUNCA FICARÁ PRONTO!!!

    LEIAM O LIVRO “A REVOLUÇÃO DOS BICHOS” !!!

  12. É Esmael! a lingua é o chicote da BUNDA, quando o Beto te tirou do AR, foi censura, foi martirizado, berrou esperneou etc agora vc ta parecendo um petista chato querendo bater na MOÇA…. você parece ques esteve na reunião que a Veja publicou!!!??????

  13. Puxa, não sabia que Cuba é esse paraíso todo. Que bom, é por isso que a Dilma e seus asseclas se empenham em implantar o tal comunismo? E com uma economia marxista todos nós vamos ficar ricos? O senhor está desdenhando da inteligência dos seus leitores, não?

  14. Quanto drama. É só realizar eleições, soltar os presos políticos, acabar com a censura e o aparato que espiona os próprios cidadãos, negociar na justiça as compensações para quem teve o patrimônio prejudicado.
    Essa tal de Yoani tem razão: Cuba gaba-se da boa educação que fornevce ao povo, mas trata a população como se fossem crianças, débeis mentais ou traidores em potencial, merecedores de desconfiança. O resto é papo comprido e argumento furado pra continuar agindo como se o tempo tivesse parado em 1950…

  15. Camarada Esmael, ótima postagem, nossa imprensa “livre”, jamais teria liberdade para publicar algo parecido. Hasta la vitória! Siempre!

  16. Gostaria de saber, aqueles que apoiam Cuba se gostariam de viver sobre as mesmas restrições a liberdade que os cubanos tem que suportar. Acho que não, e veja-se, sou favorável inclusive ao fim do capitalismo e a criação de uma sociedade sem classes econômicas – com completa igualdade de posses – algo meio raro hoje em dia. Agora, não é por isso que vou apoiar ditaduras de esquerda ou de direita. Prender em campos de concentração homossexuais e fingir que nada acontece por que é de esquerda é o fim da picada

  17. Yoani Sánchez foi vaiada ontem em Salvador por um grupo que tinha a bandeira de Cuba e do PT nas costas. Ela respondeu com serenidade sobre as vaias ” batalho pelo direito de todos os cubanos também poderem fazer o mesmo num estado “democratico”. Em outras palavras, em Cuba se o governo é vaiado “desaparece”.
    Discordo com a maioria das coisas que o Sr Esmael escreve, pois acho uma critica não isenta, tendenciosa e talvez bem paga. Mas ninguém pode censura-lo.
    É o contraditório de pleno direito num estado Democrático.

    • Você está enganado, meu caro. Fui censurado diversas vezes. Sei bem o que é isso.

      • Censurado não Esmael, como jornalista acham que podem escrever tudo que desejam e não tem lei para punir. Seu blog ficou “fora do ar” e você tem alguns milhares de reais para pagar de multas, por escrever inverdades sobre as pessoas. Censura é o que esta mulher sofre em seu país, lá ela não tem direito a nada, o povo não tem direito a nada, vive escravo de um ditador louco e seu irmão ainda mais louco.

        • Tudo o que eu escrevi — e escrevo — sobre os tucanos é verdade. Nada é mentira. Censura é censura. Na sua lógica, Yone Sanchéz, que nunca saiu do ar, não comete crime de opinião; eu aqui, das terras das araucárias, que saí várias vezes do ar, cometi crime de opinião. Crime de opinião, cara-pálida? Quer algo mais antidemocrático e fascista?

        • hahahahahahahahahahahah,O ZAROIO.

      • Você não foi. Democracia pressupõe que o seu direito termina onde começa o do outro. E é isso que você, às vezes, esquece e aí tem que entrar a justiça para lembrá-lo.

    • Falta de educação com uma visitante.

  18. Manifestações prós e contras blogueira Cubana demonstram que precisamos revisitar nossos conceitos de democracia e liberdade de expressão.