Nepotismo rende multa a prefeito paranaense. Se a moda pega…

cabide“Vou me endividar”, reclamou um prefeito da região metropolitana de Curitiba, ao ficar sabendo que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) multou o também prefeito de Ibiporã, José Maria Ferreira (PMDB), em R$ 9,6 mil, por contratação irregular de parentes e secretários na administração municipal, vedada pela Súmula Vinculante 13 do Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo reportagem de Loriane Comeli, do jornal Folha de Londrina, além de ferir a Súmula do STF, o prefeito do município que fica no Norte (região metropolitana de Londrina) também desobedeceu a Lei Orgânica.

Para cada parente contratado irregularmente, o TCE aplicou uma multa de R$ 1.382,28.

“Estou literalmente endividado se isso chegar a minha cidade”, lamentou outro prefeito da região Sudoeste.

Se aplicadas as multas do TCE com rigor aos casos de supernepotismo nos municípios da região metropolitana de Curitiba, por exemplo, até décima geração dos prefeitos ficarão endividadas.

Comentários encerrados.