Leia as manchetes da velha mídia nesta quarta

folha060213Jornais do Paraná

Gazeta do Povo: Após disparada, preços dos imóveis começam a se estabilizar

Jornal do Estado: Prefeitura obtém verba e retoma obras da Linha Verde Norte

Jornal Metro: Aluguel fica abaixo da inflação em 2012

Jornal de Londrina: Município desconhece condições de segurança das escolas

Folha de Londrina: ESTARRECEDOR – Professores não leem no tempo livre

O Diário (Maringá): 41% das mortes nas estradas envolvem veículos pesados

Diário dos Campos: Rangel quer que Hospital da Criança seja referência no PR

Jornal da Manhã: Orçamento da saúde tem deficit de R$ 30 milhões em Ponta Grossa

O Paraná: Proposta prevê duplicação da BR-277 em duas frentes

Gazeta do Paraná: Obra do aeroporto deve ficar ainda mais cara

Jornal Hoje: Sem alvará, entidades perdem recurso do FIA

Gazeta do Iguaçu: Secretário Estadual da Saúde anuncia 10,7 milhões de investimentos em Foz

Diário do Noroeste: Paranavaí vive hoje a educação que o Brasil projeta para 2019!, diz Lorenzetti

Tribuna de Cianorte: Prefeitura faz ‘vistas grossas’ para lei que regula mototáxis

Tribuna do Norte: Apucarana contrata 17 novos médicos para acabar com filas

Jornais de outros estados

Globo: O tombo da gigante: Petrobras vê 2013 pior e ações despencam 8%

Folha: Dilma muda regra para salvar pacote de infraesterutura

Estadão: Ações da Petrobras desabam e Graça vê 2013 mais difícil

Correio: Petrobras quer gasolina mais cara. Mantega, não

Valor: Crédito e desoneração vão combater alta de alimentos

Estado de Minas: Aprovação na UFMG foi mais difícil pelas cotas

Zero Hora: Argentina repete erro do passado e congela preços

1 Comentário

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Olha aí a manchete da Folha de Londrina confirmando o que escrevi aqui na semana passada quando da discussão do tal “calote” que alguns professores afirmavam estar recebendo do governo do Estado. Aliás, pra quem não leu, vou reforçar o que escrevi: “na minha escola, só eu e mais dois ou três colegas lemos o jornal que chega todos os dias. A maioria fica discutindo novela, BBB, academia, e coisas do gênero”. É salutar e necessário lutar pelos nossos direitos, mas a contrapartida também é preciso. Culpar sempre o governo pelas mazelas da educação é muito cômodo.