Governador Beto Richa enquadra o jornal Gazeta do Povo

O jornal curitibano Gazeta do Povo faz crítica pesada ao governo tucano de Beto Richa, é repreendido em público e afrouxa o sutiã nas edições seguintes.

O jornal curitibano Gazeta do Povo faz crítica pesada ao governo tucano de Beto Richa, é repreendido em público e afrouxa o sutiã nas edições seguintes.

No último dia 7 de fevereiro o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), puxou a orelha do jornal Gazeta do Povo em público. Durante cerimônia de posse dos secretários Reinold Stephanes (PSD), na Casa Civil, e Carlos Massa, ex-Ratinho Jr (PSC), na Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SEDU), o tucano dissera que o veículo se portava como Diário Oficial do governo federal e que nem a data do mesmo era verdadeira.

à€s vezes a única coisa que é verdadeira num jornal é a data. Aqui em Curitiba, se você for comprar sábado à  tarde, nem a data confere!, disse Richa, parafraseando, segundo ele, o escritor Luís Fernando Veríssimo.

A origem da pancadaria entre o governador tucano e o grupo RPC tem a ver com a manchete cravada pelo jornalão: Indústria do Paraná tem o pior resultado em 15 anos!. Na reportagem, a bordoada em Richa era maior ainda: Produção industrial do Paraná tem o pior desempenho do século!.

Pois bem, passados quatro dias do estranhamento! entre o tucano e o jornal, não é que este último afrouxou o sutiã? Ou a Gazeta do Povo foi enquadrada pelo governador ou admitiu que errou a dose na crítica. A título de comparação, nas edições seguintes, além ficar sangue doce! com o tucano, a publicação até deu umas caneladas no governo federal…

Pelo sim pelo não, o governo do Paraná continua gastando pesado em publicidade na emissora do grupo, a RPC, afiliada da TV Globo. Segundo o mercado publicitário, somente na semana passada, quando houve o entrevero, Richa torrou R$ 2 milhões em propaganda. No horário nobre, é comum a publicidade governamental nos transportar para um estado de respeito! que mais parece um país nórdico.

Comentários encerrados.