Deputado-Batman apresenta Projeto de Lei para coibir ataques a caixas eletrônicos

Francischini, o Batman, segundo Fruet.

Francischini, o Batman, segundo Fruet.

O deputado federal Fernando Francischini, também conhecido como Batman no Paraná, apresentou, nesta quinta-feira (14), na Câmara dos Deputados, um Projeto de Lei que prevê a inutilização das cédulas de caixas eletrônicos que forem arrombados ou removidos em tentativas de furtos e roubos.

O apelido de Batman foi dado a Francischini — que agora se apresenta “sem partido” — pelo prefeito de Curitiba, Gustavo fruet (PDT), durante a disputa eleitoral de 2012 (clique aqui para relembrar).

O Projeto de Lei deve alterar a Lei 7.102 de 1983, tornando obrigatório a utilização de dispositivo adequado para “destruir” as cédulas.

“Os caixas eletrônicos de auto-serviço são alvos frequentes dos criminosos, que empregam meios cada vez mais ousados para a prática do crime”, explica o deputado Francischini, o Batman, que destaca o uso de explosivos como a forma mais utilizada pelos criminosos.

O deputado ponta que em 60% dos casos de furto ou roubo a caixas eletrônicos, os criminosos utilizaram explosivos para levar o dinheiro.

Em sua justificativa no texto que segue o Projeto de Lei, Francischini ressalta que, só no Paraná, o número de ataques a caixas eletrônicos triplicaram no período de um ano.

O Projeto de Lei já tramita na Câmara dos Deputados, sob o número 4974 de 2013.

Comentários encerrados.