Deputado anuncia CPI para investigar TV Globo no Paraná

Deputado Fábio Camargo.

Deputado Fábio Camargo.

Confesso que eu queria pescar uma sardinha, mas caiu na minha rede um tubarão. Telefonei há pouco ao deputado Fábio Camargo, do PTB, com o intuito de saber sobre a posse de seu pai, desembargador Clayton Camargo, na presidência do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ). O moço refugou. Ele disse que não gostaria de comentar os bastidores da cerimônia, que inclui caneladas no presidente da Assembleia, o tucano Valdir Rossoni, por conta do ineditismo: o pai presidente do TJ e o filho exercendo mandato parlamentar.

Pois bem. O deputado não quis falar sobre o TJ, mas abriu a caixa de ferramenta contra o grupo Rede Paranaense de Comunicação (RPC), que tem como carros-chefes o jornal Gazeta do Povo e a emissora de tevê afiliada à  Rede Globo. A empresa tenta monopolizar a informação no estado.

Fábio Camargo informou que vai protocolar na terça-feira (5), na Assembleia, um pedido para abertura da “CPI da Globo”. Segundo o parlamentar, “o objetivo será investigar as relações promíscuas entre o grupo RPC e a Câmara Municipal de Curitiba”.

O deputado afirma que tem em mãos relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE) condenando o grupo de comunicação a devolver R$ 3 milhões ao legislativo municipal. “Na terça, da tribuna da Assembleia, eu vou detalhar mais essa ação criminosa da Globo no Paranᔑ adiantou.

A troca de pontapés entre Fábio Camargo e a Gazeta do Povo/RPC começou em novembro de 2012, quando os veículos de comunicação do grupo o apontaram como o parlamentar mais faltoso da Assembleia.

Comentários encerrados.