Agora é o PP que coloca água no chope do peemedebista Cheida

Richa voltou atrás?

Richa voltou atrás?

O Partido Progressista (PP), do secretário da Indústria e Comércio, Ricardo Barros, resolveu colocar um balde de água na caneca de chope do deputado estadual Luiz Eduardo Cheida (PMDB).

Para o leitor recordar:

1 – O governador Beto Richa (PSDB) iniciou uma reforma no secretariado visando ampliar espaços do PMDB e fidelizar a bancada na Assembleia.

2 – O governador convidou Cheida para assumir a Secretaria do Meio Ambiente (SEMA), que aceitou, levou a questão à  bancada do PMDB, que chancelou.

3 – Até ontem à  noite, o governador havia topado todos os termos combinado com Cheida e os peemedebistas.

Pois bem, parece que Richa voltou atrás menos de 24 horas depois da conversa. O tucano não estaria mais disposto a dar a Cheida o direito de mexer nas autarquias vinculadas à  SEMA. E para bagunçar o coreto, surgiu mais um elemento perturbador: o PP, de Barros.

Segundo consta, para a surpresa do mundo político, Jonel Iurk, atual secretário do Meio Ambiente, é filiado ao PP.

O governador teria pedido um tempo, até a próxima segunda-feira (25), para conversar com o deputado federal Nelson Meurer, presidente estadual do PP, e arrumar uma nova colocação para o ex-secretário Iurk (afinal, via imprensa, ele está demitido há pelo menos três meses).

Será que a ampliação da presença do PMDB no governo tucano vai bater na trave outra vez?

Comentários encerrados.