9 de fevereiro de 2013
por Esmael Morais
38 Comentários

Feitiço contra o feiticeiro: Renan e Collor podem tentar derrubar Gurgel

do Brasil 247

Faltam apenas seis meses para Roberto Gurgel deixar o comando da Procuradoria-Geral da República, mas, antes disso, ele poderá passar pelo constrangimento de um processo de impeachment no Senado Federal.

Gurgel, como se sabe, jogou pesado para evitar que Renan Calheiros (PMDB-AL) fosse eleito presidente do Senado Federal. Uma denúncia contra o político alagoano, que estava engavetada havia dois anos, foi apresentada a uma semana das eleições !“ Renan é acusado de ter tido despesas pessoais pagas por uma empreiteira e o relator Ricardo Lewandowski irá avaliar se acolhe ou não a representação do Ministério Público Federal.

Além da denúncia em si, Gurgel permitiu o vazamento, no dia da eleição, da denúncia para a revista à‰poca. Aliado de Renan Calheiros, o senador alagoano e ex-presidente Fernando Collor classificou Gurgel como “chantagista e procurador”. Ele é autor de diversas representações contra o procurador-geral que, agora, com Renan na presidência do Senado, poderão avançar.

Praticamente, todas elas dizem respeito à  Operação Monte Carlo, contra o ex-senador Demóstenes Torres, que foi engavetada durante dois anos por Gurgel. Antes da cassação de Demóstenes, o próprio político goiano, que também é procurador, acusou Gurgel de prevaricar no seu caso. Gurgel defendeu sua posição, alegando que era necessário mais tempo para que a investigação policial prosperasse.

As denúncias de Collor serão analisadas, na Comissão de Constituição e Justiça, pelo senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), outro aliado de Renan. E se passarem por esse obstáculo poderão chegar ao plenário do Senado, onde peemedebistas se dizem “perplexos” com o comportamento de Gurgel, que teria permitido a politização de assuntos atinentes apenas ao Judiciário.

Leia mais

9 de fevereiro de 2013
por Esmael Morais
36 Comentários

Artigo de Renato Rabelo: “A Petrobras e os porta-vozes da privataria”

por Renato Rabelo*, via portal Vermelho

Quantas empresas no mundo podem ostentar a cifra de R$ 21 bilhões em lucro líquido? A resposta desta questão pode elucidar sobre o que está por trás da tentativa, insólita e desonesta, da mídia e da oposição de desestabilizar não somente a Petrobras e o governo, mas principalmente o nosso país.

A tática é simples e simplista. Observa-se a queda da taxa de lucros de uma grande empresa em relação ao ano anterior. O passo seguinte é espalhar uma onda capaz de atingir milhões de pessoas – utilizando grandes meios de comunicação e assim provocar uma corrida pela venda de papéis da empresa e assim beneficiar (financeiramente) a especulação. E a especulação sobre uma empresa com grandes expectativas de futuro é um negócio muito rentável, quase risco zero.

Política e especulação financeira andam lado a lado não somente neste caso. O PSDB governou em função dos interesses da especulação financeira a ponto de ter transformado o BNDES numa agência de repasse de dinheiro público ao financiamento de privatizações (e que foi pensado para financiar a privatização e desnacionalização completa da própria Petrobrás). Sendo a Petrobras um grande símbolo de competência nacional que ganhou muita força durante o governo Lula, não é de surpreender que os porta-vozes da privataria tentem utilizar esta grandiosa empresa num dos calcanhares de Aquiles do governo.

E o oportunismo ganhou relevo diante do problema! gerado aos acionistas privados (a União é dona de 50,26% das ações ordinárias e os acionistas privados contam com 39,6%). à‰ muito claro que com a queda de rendimentos da empresa é seguida pela queda de lucros dos acionistas privados e é esse filão que a oposição tenta encampar com o discurso da excessiva interferência do Estado na P Leia mais

9 de fevereiro de 2013
por Esmael Morais
7 Comentários

Agora na praça, o novo Blog da Meg sobre humor político

Clique na imagem para acessar o Blog da Meg.

Clique na imagem para acessar o Blog da Meg.

Depois de um tempo de descanso, voltou ao ar neste Carnaval o Blog da Meg (clique aqui para acessar). Agora veio para ficar. A dona da página, Meg Thai, tem humor político refinado (e ácido). à‰ a cara feminina na blogosfera e nas redes sociais. Vale a pena acompanhar o trabalho. Seja bem-vinda, Meg. Vida longa ao seu blog! ... 

Leia mais

9 de fevereiro de 2013
por Esmael Morais
17 Comentários

Vereador petista adere à  causa LGTB em Curitiba

O vereador Pedro Paulo (PT) recebeu a visita nesta sexta-feira (08), do presidente da ABGLT, Toni Reis e Juliana Souza, militante do segmento.

O vereador Pedro Paulo (PT) recebeu a visita nesta sexta-feira (08), do presidente da ABGLT, Toni Reis e Juliana Souza, militante do segmento.

O vereador Pedro Paulo (PT), líder do governo na Câmara Municipal de Curitiba, recebeu a visita, nesta sexta-feira (08), do presidente da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), Toni Reis, que estava acompanhado de Juliana Souza, militante do segmento. ... 

Leia mais