3 de fevereiro de 2013
por esmael
1 Comentário

Eduardo Cunha é eleito líder do PMDB na Câmara dos Deputados

do G1 Brasília

O deputado Eduardo Cunha (RJ) foi escolhido neste domingo (3) como líder do PMDB na Câmara. Ele vai substituir Henrique Eduardo Alves (RN), candidato à  presidência da Casa.

Cunha disputou a liderança com Sandro Mabel (GO) e Osmar Terra (RS). Ele foi eleito somente no segundo turno, com 46 votos, na disputa com Mabel – que teve 32 votos.

Após ser eleito, Cunha disse que não haverá “submissão” ao governo, mas acrescentou que haverá “parceria, alinhamento, lealdade e correção”.

O PMDB tem a segunda maior bancada da Casa, com 81 deputados, atrás do PT, com 88 deputados. O PMDB é aliado do governo nas votações e a liderança é importante para articulação política do governo federal com o Congresso Nacional.

O DEM também escolheu seu líder neste domingo. Ronaldo Caiado (GO) obteve 22 votos vai liderar a bancada de 30 deputados. A liderança de Caiado foi obtida por meio de acordo. Mendonça Filho (PE), que também disputava o cargo, deverá ser o líder em 2014.

3 de fevereiro de 2013
por esmael
Comentários desativados em EUA querem aumentar privacidade de aparelhos móveis

EUA querem aumentar privacidade de aparelhos móveis

do New York Times, via Folha

Em um movimento forte para proteger a privacidade dos americanos que acessam a internet pelos smartphones e tablets, a FTC (Comissão Federal de Comércio) na sexta-feira recomendou à  indústria de equipamentos móveis que inclua recursos do-not-track (que impede rastreamento) em softwares e aplicativos.

Jon Leibowitz, presidente da FTC, disse que a indústria móvel deve permitir aos usuários não ter suas atividades on-line rastreadas.

O relatório aprovado pela comissão não é obrigatório, mas é uma indicação de quão sério a agência está focada na privacidade móvel.

Na mesma direção, na sexta a comissão multou em US$ 800 mil o aplicativo Path, por desrespeitar regras federais de proteção da privacidade de crianças. O aplicativo, segundo a comissão, recolhia informações pessoais sobre usuários menores de idade, incluindo quase todos os catálogos de endereços dos usuários.

“Nós estamos olhando para questões de privacidade por décadas”, disse Jon Leibowitz. “As novas medidas são necessárias porque o comércio está se movendo para os celulares, e muitas das regras e práticas no espaço móvel são uma espécie de Oeste Selvagem.”

O relatório apresenta um quadro claro de que tipo de atividades podem levar uma empresa a sofrer investigação –como, por exemplo, dar a impressão de que um aplicativo vai reunir dados de geolocalização apenas uma vez, quando, na verdade, ele faz isso repetidamente.

Para empresas como Apple, Google, Microsoft, Amazon e BlackBerry, as sugestões têm o peso de regulamentação. Mas a FTC também tem em vista milhares de pequenas empresas que

3 de fevereiro de 2013
por esmael
14 Comentários

A velha mídia também será “chifrada” amanhã na Câmara?

Velha mídia foi "chifrada" pelos tucanos no Senado. Será que os deputados também colocarão amanhã um parte de "aspas" na cabeça do PiG? Henrique Alves (foto) é o favorito na disputa.

Velha mídia foi “chifrada” pelos tucanos no Senado. Será que os deputados também colocarão amanhã um parte de “aspas” na cabeça do PiG? Henrique Alves (foto) é o favorito na disputa.

Na última sexta-feira (1!º), o Partido da Imprensa Golpista (PiG) conseguiu a proeza de isolar-se politicamente ao sofrer acachapante derrota no Senado Federal. Por 56 votos a 18, Renan Calheiros (PMDB-AL) derrotou Pedro Taques (PDT-MT). Leia mais

3 de fevereiro de 2013
por esmael
8 Comentários

Metade dos gastos de Dilma vai para programas sociais

Com o impulso do reajuste do salário mínimo e da reformulação do Bolsa Família, os programas sociais de transferência de renda alcançaram peso inédito no gasto público e na economia do país.

Recursos pagos diretamente a famílias representaram mais da metade –exatos 50,4%– das despesas do governo federal no ano passado, excluídos da conta os encargos da dívida pública.

Dados recém-apurados da execução orçamentária mostram que o montante chegou a R$ 405,2 bilhões, distribuídos entre o regime geral de previdência, o amparo ao trabalhador e a assistência.

Trata-se de 9,2% do Produto Interno Bruto, ou seja, de todos os valores recebidos pela população e pelas empresas instaladas no país.

São proporções sem paralelo entre países emergentes, o que ajuda a explicar a também anômala carga de impostos brasileira, na casa de 35% da renda nacional.

Na maior parte das economias latino-americanas e asiáticas, a arrecadação dos governos varia entre 20% e 25% do PIB –apenas recentemente, a Argentina chegou aos patamares do Brasil.

A carga tributária dos dois sul-americanos é similar à  média de 34 países da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico, que reúne, na sua maior parte, nações desenvolvidas.

O aparato de seguridade social no Brasil é encabeçado pela previdência social urbana, cuja clientela cresce ano a ano em linha com o aumento da expectativa de

3 de fevereiro de 2013
por esmael
2 Comentários

Petista André Vargas será vice-presidente da Câmara

da Agência Brasil

Deputados elegem amanhã nova direção da CasaO colégio de líderes da Câmara definiu na semana passada a composição da Mesa Diretora da Casa nos próximos dois anos (2013/2014). O tamanho das bancadas, ou seja, a chamada proporcionalidade, foi o critério para definição de quais legendas vão ocupar os postos de direção.

Pelo acordo, o PT, maior bancada da Casa, teria o direito à  primeira escolha, mas abriu mão para o PMDB. Com isso, os peemedebistas vão indicar o deputado Henrique Eduardo Alves (RN) para a disputa da presidência. Contudo, o principal cargo da mesa é o único cargo em que todos os partidos, independentemente do tamanho, podem lançar candidatos.

Para os demais dez postos, apenas os partidos conforme a proporcionalidade definida pelo colégio de líderes podem indicar nomes. Mesmo assim, pode haver disputada dentro da própria sigla. O partido pode indicar um nome “oficial” e um outro parlamentar da bancada se lançar avulso.

Como abriu mão da presidência, o PT ficará com a primeira-vice e indicou o deputado André Vargas (PR), secretário nacional de Comunicação do partido. O PSD tem a segunda-vice e a indicação do partido é o deputado Fábio Faria (RN).

Atualmente, o segundo-vice acumula a função de corregedor da Casa, mas está em discussão a possibilidade da corregedoria ser transferida para terceira secretaria. Há ainda a possibilidade de se criar um órgão sem vinculação com cargos da Mesa, como ocorre hoje com a ouvidoria, por exemplo.

A primeira-secretaria permanecerá sob o comando do PSDB. O deputado Márcio Bittar (AC) é o indicado. A segunda-secretaria será do PP e o partido indicou o deputado Simão Sessim (RJ). A terceira ficará com o PR e a sigla propôs o nome do deputado Maurício Quintela Lessa (AL).

Depois de quase 15 anos, ou sete mandatos ocupando algum cargo da Mesa da Câmara, o depu

3 de fevereiro de 2013
por esmael
4 Comentários

Acidente em helicóptero mata Lino Oviedo, candidato a presidente do Paraguai

da Agência Telam, via Brasil 247

O candidato à  presidência do Paraguai Lino César Oviedo morreu na noite de ontem (2) após a queda de um helicóptero. Ele participou de um ato político no estado de Concepción e retornava para Assunção, capital do país, no momento do acidente.

Uma comitiva de militares e agentes de polícia especial foi enviada à  área do acidente, na cidade de Concepción, onde foi encontrado o helicóptero acidentado e os três corpos carbonizados.

Lino Oviedo, aposentado militar, 69 anos, teve participação ativa no golpe de estado de 1989, que derrubou o ditador Alfredo Strossner. Desde então, havia adquirido um papel de primeira linha no cenário político do Paraguai.

Em 1999, ele foi acusado de incitação ao assassinato do vice-presidente José María Argaà±a e de ser um dos idealizadores do massacre, que ocorreu durante os protestos populares em março daquele ano, e que levou à  saída do presidente Raúl Cubas.

Atualmente, Oviedo era candidato pelo partido União Nacional de Cidadãos à‰ticos (Unace) para as eleições gerais, marcadas para o dia 21 abril. Ele foi legitimado candidato em uma lista única ao lado do candidato a vice-presidente, Alberto Soljancic, após participarem das primárias ocorridas em dezembro do ano passado.