Sensacionalismo da velha mídia na cobertura da tragédia em Santa Maria (RS)

Charge de Thomate - A Cidade (R. Preto).

Charge de Thomate – A Cidade (R. Preto).

O clima ainda é de comoção em todo o país. A tragédia na boate Kiss, em Santa Maria (RS), que ceifou no domingo 231 vidas, ainda domina as manchetes da velha mídia. De Norte a Sul, a questão é monotemática: fiscalização nas casas de show. O pauteiro parece ser o mesmo.

A mídia dá um enfoque como se o Brasil nunca tivesse feito antes eventos de grande porte. à‰ certo o debate, mas errado a histeria provocada pelo sensacionalismo.

A cobertura das tevês, por exemplo, está um horror. Explora-se a tragédia humana ao invés de informar. Isso dá audiência. Quanto mais mexicanizado! o drama das pessoas mais audiência tem as emissoras.

O sensacionalismo é aproveitado pela velha mídia como se fosse seu último espasmo, por isso tenta arrastar a dor alheia pela semana. Se pudesse eternizaria esse momento… Os tradicionais veículos de comunicação não têm coração nem compaixão, só querem mesmo a audiência a qualquer preço.

Recordei agora a letra da música do Titãs, Televisão!, que diz mais ou menos isso: A Televisão me deixou burro, muito burro demais!.

Crie coragem e desligue a tevê, pois existe vida pós-tragédia em Santa Maria. à‰ isso. #Ficaadica

Comentários encerrados.