Professor Lemos, do PT, quer puxar o tapete do prefeito reeleito de Cascavel

via O Paraná

Lemos denuncia prefeito Edgar por manter caixa 2 na eleição.

Lemos denuncia prefeito Edgar por manter caixa 2 na eleição.

O gasto de R$ 1.012.026,36 declarado pelo prefeito Edgar Bueno (PDT) durante a campanha eleitoral do ano passado está sendo questionado pela coligação A Cascavel que Queremos Inclui Você! (PT, PMDB, PCdoB, PPL e PRB), que disputou o segundo turno com o candidato Professor Lemos (PT).

O grupo de partidos denuncia o prefeito e o vice, Maurício Theodoro, de manterem caixa 2 durante a campanha eleitoral, o que é proibido e pode ser punido com cassação de mandato.

A representação eleitoral é extensa e aponta a falta de verossimilhança entre o valor gasto e a gigante estrutura de campanha utilizada pela coligação Minha Vida é Cascavel!, de Edgar Bueno. A ação lista ocultação e subfaturamento de diversas despesas. Uma delas é o aluguel de veículos.

Na prestação de contas da coligação consta a contratação da empresa Cotrans Locação de Veículos LTDA, que teria cedido 25 carros ao custo total de R$ 8.278,04 para uso entre os dias 5 de julho e 26 de outubro.

A representação mostra a discrepância em relação ao valor de mercado para aluguel de veículos com base nos valores pagos pela própria coligação de Lemos, que também alugou veículos. A locação de um Celta 1.0, custou R$ 90 por dia. Também foi alugado um Chevrolet Classic 1.0 com ar e direção hidráulica, que custou R$ 128 à  coligação encabeçada pelo PT.

Um simples cálculo aritmético com base nos valores apresentados nas notas ficais juntadas pelos representados [prefeito e vice], verifica-se que cada veículo [incluindo um caminhão palco que acompanhou toda a campanha] custou cerca de R$ 9 por dia de locação, valor que não encontra qualquer respaldo fático!, relata a representação, que também mostra fotografias de carros usados na campanha e que teriam sido omitidos na prestação de contas.

A ação também aponta inconsistências na contratação de pessoal, locação de imóveis, publicidade, pesquisas eleitorais e até o uso do balão que sobrevoou a cidade durante a campanha. A coligação requer a cassação dos diplomas de Edgar Bueno e Maurício Theodoro.

12 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Politico que perde eleição e não se conforma se ganha-se não faria nada para o povo que o elegeu basta ver na assembléia legislativa o qual foi o projeto aprovado para beneficiar os trabalhadores que e eleitores que o elegeu

  2. Essa manchete foi pura maldade do Esmael Moraes, pois no blog “O Paraná” a manchete original e correta é:
    “Coligação denuncia prefeito por manter caixa 2 na eleição. Ação detalha ocultação e subfaturamento de gastos durante a campanha”.

  3. A Justiça Eleitoral em Cascavel tomou decisões controversas, para não dizer que foram para lá de suspeitas. Em representações que exigiam a máxima celeridade por tratarem de distribuição de materais apócrifos, por exemplo, as decisões só concediam a busca a apreensão após todo o material haver sido distribuído à exaustão pelos envolvidos. Em outras que requeriam a oitiva de testemunhas e a legal produção de provas, o processo legal foi negado com a desculpa que eram medidas “protelatórias”. Em que juízo pessoal de valoração, a produção de uma prova, seja ela qual for, pode ser considerada “protelatória”?
    Corre na cidade uma espécie de “bookmaker”, no qual os que se entitulam os autores intelectuais da estratégia antiética, ilegal e imoral de campanha utilizada pelo prefeito reeleito apostam que as duas ações impetradas serão julgadas improcedentes em primeiro grau e, ante a improvável possibilidade disso não ocorrer, que ambas seriam derrubadas em Curitiba pelo score de 6X0, placar no TRE que parece ter se tornado comum quando são julgados processos eleitorais de desafetos do governador Beto Richa.
    E, para o “Olho Vivo” que se esconde por trás do anonimato, sem coragem de postar usando o próprio nome, sugiro que vá ao Cartório Eleitoral local e peça para ver a prestação de contas do Lemos, é de domínio público, nem precisa de advogado para “dar uma olhadinha”. Verá que até as canetas que foram utilizadas na campanha estão declaradas. Já do outro lado… Mas, como disse, as “Edgarzetes” apostam que não há irregularidade na prestação de contas que possa cassar o prefeito “incassável”…

  4. Muito bom Olho Vivo. Não vejo ninguem do PT falando ou comentando algo sobre o caixa dois do PT do Lula, da Dilma, da Gleisi e do José Dirceu, isso que o proprio Lula admitiu. Mas quando é com eles tá tudo certo e dentro da lei, mesmo que seja fora da lei. shuashuashuashuashua

  5. Quanta ignorância. “puxar o tapete”, Esmael? não… é exigir punição para a ilegalidade… para os demais: O QUE TEM A VER OS MEMBROS DO PT NACIONAL COM ESSA AÇÃO? ela tramita em CAscavel – Paraná, bem longe de Brasília, por ilicitudes cometidas pelos membros do PSDB e PDT… deu pra entender???????? essa afirmação ignorante é como dizer que todo brasileiro é malandro… que todo advogado é ladrão… que todo politico é corrupto… que toda loura é burra… TODA GENERALIZAÇÃO É BURRA! aprendam a ser coerentes em seus comentários. Raciocinem. Pensem por si próprios. Quem comete crime DEVE ser denunciado e DEVE responder por suas ilicitudes. OU NÃO? Nem todos tem coragem para isso. E não foi o Professor Lemos que ajuizou esta ação! Leiam! e leiam direito: a autora é a COLIGAÇÃO “A CASCAVEL QUE QUEREMOS INCLUI VOCÊ”. Ela é composta por 5 partidos: PT, PMDB, PPL, PRB e PC do B.

  6. Pro tal do “Olho Vivo” aí, a melhor defesa é o ataque!

    • Caro Hidalgo, já fiz parte da linha de frente do PT, mas isso há anos atrás quando o partido ainda tinha como ideologia, defender a classe operária e não defender bandido como fazem hoje, inclusive promovendo jantares de arrecadação para pagar multa dos já condenados membros do partido.

      Aprendi a atacar e defender!

  7. “O grupo de partidos denuncia o prefeito de manter caixa 2 durante a campanha eleitoral, o que é proibido e pode ser punido com cassação de mandato.”

    UÉ, MAS E PORQUE O PT NÃO AGIU DESTA MESMA FORMA EM RELAÇÃO AO SEU CAIXA 2 NAS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS, ONDE O PRÓPRIO PRESIDENTE LULA, NA ÉPOCA, ASSUMIU EM REDE NACIONAL QUE EXISTIU SIM O CAIXA 2???

    Vai entender estes cidadãos que tentam se julgar os corretos, quer dizer que o tal professorzinho não utilizou Caixa 2 em sua campanha??? Se isso realmente for verdade o PT está fugindo a regra estabelecida por Lula, Caixa 2 em todas as campanhas do partido… e tenho dito!

  8. PROF. LEMOS VÁ CUMPRIR O QUE VC PROMETEU AOS PROFESSORES DO PARANÁ QUANDO FOI CANDIDATO A DEPUTADO. LARGUE MÃO SE FUGIR DAS SUAS OBRIGAÇÕES E CUMPRA O SEU DEVER E HONRE OS VOTOS QUE TEVE PARA SE ELEGER. VERGONHA. NÃO TEM VOZ ALGUMA NA ASSEMBLEIA E SÓ FICA NA SOMBRA DA APP. DECEPÇÃO PARA QUEM VOTOU EM VC.

  9. quem acredita que uma campanha em Cascavel, custe só isso??

    é chamar a justiça eleitoral de idiota.

  10. Vixe esse isso vai dar um caldo… um passarinho me contou que alem de tudo isso tbm tem uma ação de impugnação ao mandato eletivo contra o sheriff do centro-oeste do estado do paraná,vulgo edgar bueno, e a aime parece que é coisa braba também.. tudo obra do professor lemos e daquele advogado com pé de pato de curitiba o famoso “GG”, rsrsrs

  11. professor lemos não use a covardia que aposição usa contra dilma,por favor. não se queime diante da popoulação.porque o prefeito se for do psdb -dem crub ,não adianta.em curitiba ja houve denuncias nesse sentido.mas so o bibinho foi preso.o bibinho e o salvador da turma .