Obama das Araucárias pode assumir administração de cemitérios

O sindicalista Messias da Silva, o Obama das Araucárias.

O sindicalista Messias da Silva, o Obama das Araucárias.

O sindicalista Messias da Silva (PT), o Obama das Araucárias, está sendo cotado para assumir a administração dos cemitérios de Curitiba. O petista não confirma o convite do prefeito Gustavo Fruet (PDT) para o cargo de Serviços Especiais!.

A capital paranaense tem 22 cemitérios com cerca de 150 mil túmulos. Falta espaço para enterrar os mortos. Além desse problema da escassez de terreno para quem já partiu para outra há outro ainda maior: o novo chefe de Serviços Especiais! terá de enfrentar a máfia das funerárias.

Obama das Araucárias, sondado na disputa interna do PT para a vice na chapa de Fruet, em junho passado, não diz nem sim nem não à  tarefa de fiscalizar funerárias e cuidar das almas de quem já foi para uma melhor. Ele apenas se recordou de um fato:

Quando Luiz Eduardo Cheida se elegeu prefeito de Londrina, em 1992, convidou o então militante do nosso PT, André Vargas, para chefiar os cemitérios da cidade. A promessa era a Cohab. Desde então, Vargas rompeu politicamente com Cheida!, compara o enigmático Obama das Araucárias.

Comentários encerrados.