Governador Beto Richa vai acabar com o pedágio no Paraná?

Fac-símile do panfleto distruído nas praças de pedágio do Paraná.

Fac-símile do panfleto distruído nas praças de pedágio do Paraná.

Atento e contumaz usuário das rodovias paranaenses, leitor deste blog foi surpreendido na barreira de cobrança de pedágio, em Ponta Grossa, região dos Campos Gerais, com a informação de que uma obra de duplicação na BR-277 está sendo executada pelo governo do Paraná.

O motorista surpreso, que jura não ter nascido ontem, desconfia de duas hipóteses: 1- ou o governador está fazendo cortesia com o chapéu alheio ou 2- vai acabar com o pedágio no estado.

No primeiro caso, raciocina o macaco velho, o usuário paga caro pelo pedágio, as concessionárias são obrigadas pelo contrato a fazer a obra de duplicação, mas o governo do estado pega carona no dinheirinho que todos nós deixamos nas cancelas da vida.

Na segunda hipótese, continua o motorista desconfiado, Richa vai acabar com o pedágio porque assumiu a paternidade da obra e da rodovia, portanto, agora é do Estado, logo, não há necessidade de cobrar a tarifa do roubágio.

à‰ mais fácil a primeira alternativa estar correta, pois o governo do estado tem o costume de dizer por aí que obras do governo federal são suas. Vide o caso do programa “Minha Casa, Minha Vida” que no Paraná ganhou a roupagem “Morar Bem Paraná”. Nesse caso, Dilma paga a conta, mas Beto Richa é quem fatura politicamente (leia mais sobre isso clicando aqui).

19 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I just want to tell you that I am all new to blogging and truly loved this page. Probably I’m planning to bookmark your site . You definitely come with outstanding stories. Thanks a lot for sharing your website.

  2. Na BR 277, estrada para Paranaguá, esta lá no Viaduto Dos Padres, placa indicando que o Reforço do viaduto é Obra do Governo do Paraná. Isso precisa ser visto com urgência prezado Esmael. Se não for apenas mais um caso de oportunismo eleitoral barato, pode estar acontecendo transferência de recursos públicos às concessionárias, o que seria muito grave, frente esses contratos aviltantes que foram assinados pelo grupo DEMO-tucano Privatista.

  3. VOCEIS VOTÔ PRO ÓMI,OIA NO QUI DEU! NO PARANA NÃO HA PEDAGIO.NO PARANÁ TEM E ROUBALHERA MESMO!

  4. Isto é obrgação da empresa que cobra pedagio. e o Governo pega carona para fazer propaganda com dinhero do povo. Votar para que ???w

  5. Esmael, é mais fácil uma vaca voar do que esse governinho acabar com o pedágio no Paraná.

  6. Não mesmo Esmael, o único governador que tem poder de acabar com o pedágio é o lunático Roberto “Maria Louca” Requião, apoiador do governo PTista.

  7. Morro e não vejo tudo…mais uma pinga, por favor.

  8. Se não faz, fumo. Se faz, pau.

    Os mesmos que criticam a duplicação da Champ Large/Curitiba, são os mesmos que, sentados à beira da estrada, aguardam os tais Caminhos da Liberdade.

    Tomem termo…

  9. Tem um que falou em obra do Requião, o Requião obra muito não há penico que aguente.

  10. O que podemos garantir é que caso o HoMeM do Mapa da Mina do bem comum do povo brasileiro consiga viabilizar a travessia do velho para o Novo Brasil de Verdade, a partir de 2014, com a implantação do PNBC, a nova travessia Matinhos-Guaratuba estará garantida, com certeza.

  11. Isto a muito esta estampado nas placas ao longo do trecho em obras, onde diz:
    MAIS UMA OBRA DO GOVERNO DO PARANÁ, resumindo, construimos uma casa e entregamos a alguem para alugar para nós mesmos…

  12. O governadorzinho nao tem o q mostrar mesmo inaugurol 2 obras em Castro do Requiao e ágora anuncia obras da rodonort onde vai parar isso meu Deus

  13. Por favor pugno por mais seriedade. Em que pese o menoscabo do governador, não seria tão irresponsável ao ponto de socorrer empresas de pedágio em detrimento de outras demandas sociais .

  14. Eu estou desconfiado que o Governo do Estado pagará as obras e a concessionária continuará cobrando do mesmo jeito. Os acordos, pelo que tenho entendido, só são benéficos para os Empresários.
    Tenho medo de que seja este Governo que renovará os contratos que vencem em 2016, (se não me falha a memória).

  15. Peraí não entendi nada. Quer dizer que a empresa de pedágio além de ter um contrato de pai pra filho e ganhar montanhas de dinheiro 24 horas por dia durante 365 dias do ano ainda vai ter a obra, que era obrigação dela, paga pelo governo estadual com o nosso dinheiro ????? Deus nos salve desse desgovernador !!!

    • Chará, é o neoneoneoliberalismo em ação……………….
      Veja o caso da calçado no batel

      Dinheiro público, lucro privado, e não reclame, alíás não tem para reclamar…

      Este tipo de situação vão se acumulando e um dia, alías de 2 em 2 anos você pode tirar estas vagabundos do poder.

      Ou também: Este tipo de situação vão se acumulando e um dia o povo se revolta…………..será????????????????????????????????????????

  16. Também lembro do Mãe Curitibana que foi criado pelo Greca com o nome de Nascer em Curitiba e o Richa e a Fernanda tomaram posse da idéia do Greca. Os donos dos pedágios são o J Malucelli e o Marcelo Almeida e famílias. Eles estão de olho na prorrogação do contrato e dos bilhões arrecadados do nosso dinheiro e após anos e anos resolvem fazer algo. Não é estranho? Mas tomara que seja boa coisa.