Confirmado. Governo do Paraná dá calote em férias de professores

Educadores confirmam que levaram calote dos tucanos Richa e Arns.

Educadores confirmam que levaram calote dos tucanos Richa e Arns.

Se alguém tinha dúvidas, não restam mais. Conforme este blog havia noticiado em primeira mão, no último sábado (26), o governo do Paraná não honrou com o pagamento de 1/3 de férias aos professores e funcionários da rede pública estadual (relembre clicando aqui).

O prazo para o depósito em conta bancária dos educadores se esgotou hoje, dia 31. Somente o salário principal foi pago. O terço de férias ficou para depois. Ainda não se sabe quando.

Até o presente momento, a Secretaria de Estado da Educação (SEED), sob a responsabilidade do vice-governador Flávio Arns (PSDB), não explicou oficialmente o que motivou o atraso. Isso nunca havia ocorrido antes.

Dezenas de professores — concursados e contratados em regime PSS — relataram ao blog o não pagamento do terço das férias. O clima é de revolta na categoria.

Extraoficialmente, o blog apurou que o governo de Beto Richa (PSDB) faz manobra contábil em cima dos educadores para driblar a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Leia mais sobre o tema:

Enquete: Onde foi parar o dinheiro das férias dos professores?

Professores paranaenses contratados em regime PSS pedem socorro contra possível calote nas férias

No contracheque, governo do Paraná aplica calote nas férias de professores e funcionários de escolas

Professores cobram do governo Richa pagamento de férias em ritmo de carnaval; veja o vídeo

Mobilização na internet obriga governo pagar férias a professores

Governo do Paraná dá calote em 1/3 de férias dos professores

Comentários encerrados.