Confirmado: conta de luz cairá mais que o anunciado; e agora tucanos?

A presidente Dilma Rousseff vai anunciar hoje à  noite, em pronunciamento em rede nacional, que a redução no preço da energia para os consumidores brasileiros deve ser de até 18% para as residências e de até 32% para as indústrias, confirma o diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino. Os valores são maiores do que o anunciado pela própria presidente em setembro.

A presidente Dilma Rousseff vai anunciar hoje à  noite, em pronunciamento em rede nacional, que a redução no preço da energia para os consumidores brasileiros deve ser de até 18% para as residências e de até 32% para as indústrias, confirma o diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino. Os valores são maiores do que o anunciado pela própria presidente em setembro.

A presidenta Dilma Rousseff deve anunciar hoje (23) à  noite, em pronunciamento em rede nacional, que a redução no preço da energia para os consumidores brasileiros deve ser de até 18% para as residências e de até 32% para as indústrias. A informação é do diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino, que chegou para reunião no Ministério de Minas e Energia.

Em setembro do ano passado, também em pronunciamento à  nação, a presidenta havia anunciado uma redução de 16,2% para os consumidores residenciais e 28% para as indústrias. As novas tarifas começam a valer no dia 5 de fevereiro.

Segundo Rufino, o corte maior no preço da energia será possível por causa de um aumento do aporte de recursos do Tesouro Nacional. O Ministério da Fazenda já tinha anunciado que o Tesouro Nacional gastará de R$ 2 bilhões a R$ 3 bilhões adicionais para assegurar a redução nas tarifas de energia.

Amanhã (24), a Aneel irá fazer uma reunião extraordinária para revisar as tarifas de distribuição, que serão aplicadas a partir do mês que vem.

Nos últimos meses, Dilma sofreu forte oposição dos governadores do PSDB !” Antonio Anastásia (MG), Geraldo Alckmin (SP) e Beto Richa (PR) !” que se recusaram a aderir ao pacto pela redução da tarifa de energia. A pergunta que fica é a seguinte: e agora tucanos?

Com informações da Agência Brasil, via Brasil 247.

20 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. E agora?
    É simples a sequência de fatos: (1) baixou o preço da luz, (2) aumentará o consumo de energia (3) rezaremos para que chova o suficiente.
    Se em plena época das chuvas os reservatórios estão minguando, imagina com aumento de consumo, também incluindo as indústrias.
    São Pedro é o verdadeiro ministro das minas e energias nessas bandas de Zé Dirceu.

  2. Tô fazendo essa pergunta onde passo:

    Dona Rose Noronha acompanhará Lula na sua Caravana da Cidadania?

    Vai segurar o seu microfone?

    • Ela já segura o microfone do Lula ha muitos e muitos anos. rsrsrsrsrsrs

      Mas respondendo a sua pergunta, seria muito bom o Lula sair a campo com a Rose e o Zé Dirceu a tira-colo, pois os dois são unha e carne com o “chefe”.

      E por falar em Lula e Zé Dirceu, será que o Lula foi no tal jantar da Juventude PTista oferecido aos canalhas que terão que pagar as multas?

  3. O Tribunal de Contas concluiu que fomos garfeados em 20 por cento a mais nas tarifas de energia durante meia dúzia de anos – nessa década de mando petista – e o Ministério Público determinou a devolução.

    Dona Dilma está transformando em benesse, uma ordem da Lei.

  4. Agora cai a conta de luz, mas semana que vem teremos O GRANDE AUMENTO DOS COMBUSTIVEIS !! Já não basta termos os carros mais caros do mundo, temos também o combustível mais caro do planeta, somos mesmo todos burgueses! E assim caminhamos para mais um Pibinho…

    • O COITADO!!! CHORANDO DE BARRIGA CHEIA, DE TANTO PRECONCEITO!! ESQUESCE Q NO TEMPO DO JAIME LERNER /CASSIO TANIGUCHI/FHC ELE COMIA M…
      VA DERRETO TUCANADAS DO DEMO!!!

  5. Vou repetir:

    Se ela zerasse os impostos sobre os produtos de energia solar e aeólica, faria muito mais pelo povo,aí sim,estaria no caminho certo.

    • Ei povo!!! não sabe a choradeira dos prefeitos e governadores quando se fala em redução de impostos e Brasília se tornaria um purgatório de almas penadas chorando no conqresso Nacional, e tratando-se do Paraná sendo administrado por tucanos é assunto proibido na pauta de discussões políticas. Veja a chiadeira por a Presidente baixar as tarifas!!! Lembrando que se verificar o conjunto de medidas para redução do governo Federal está havendo redução de impostos e confins, o que não mudará é o ICMS de competência Estadual!
      Uma das desculpas esfarrapadas nos discursos dos diretores da Copel é a queda de arrecadação de ICMS e que estaria provocando prejuízos para os cofres públicos do Paraná, mas não tem a coragem de abrir mão do aumento abusivo de seus polpudos salários e do aumento de 25 para 35% no repasse de lucros para os acionistas!

  6. Antonio o Paraná é o estado que tem uma das menores tarifas de energia do país, aqui fazemos a nossa parte, o governo federal está agora fazendo algo que o nosso estado já faz desde muitos anos atrás. O próprio Roberto Requião reduziu e muito a energia para famílias de baixa renda, o Luz Fraterna. O PT demorou muito para fazer o que o Parana ja faz ha muitos e muitos anos.

    • O PT DEMOROU NÉ? E O PSDB DO DEMO FEZ OQ?? EU DIGO!!! AUMENTOU AS TAXAS DO DETRAN, AUMENTO NA CONTA DA AGUA DOS PARANAENSES. DERRUBOU A TARIFA SOCIAL DA AGUA, Q FORA CRIADO PELO REQUIAO!! DE MANEIRA Q O PSDB SÓ FEZ FERRAR OS PARANAENSES!!!

  7. Esmael meu amigo, acho que já deu com a mesma notícia, não é mesmo? Caramba, assim fica muito na cara o seu “puxasaquismo”, busque novas matérias em relação ao PT, mas não a mesma matéria toda hora, a gente perde até a vontade de ler o blog.

  8. e no parana sera que vai ter reducao tambem, ou devido a nao adesao do parana, aqui a luz continuara o mesmo preco, sem sofrer nenhuma queda.quem souber que nos informem.

    • Com a não renovação das concessões de geração, o Gov. Federal emcampa as usinas das companhias estaduais e passa a gerar…e cobrar pela energia…

      aos estados, resta a transmissão e a distribuição…

      De 3 areas de atuação, perde-se uma, sobram duas…