20 de janeiro de 2013
por Esmael Morais
14 Comentários

Segundo pesquisa Ibope, PT ainda é o partido mais querido do País

do Brasil 247

Uma pesquisa do Instituto Ibope, publicada neste domingo no jornal Estado de S. Paulo, dá ao Partido dos Trabalhadores razões para comemorar. A despeito de todos os escândalos recentes, como o mensalão, e daquilo que os dirigentes da legenda classificam como tentativa de “criminalização” da sigla, o PT é o partido mais querido dos brasileiros, com larga margem de vantagem. Segundo o levantamento, 24% dos eleitores declaram ter preferência pelo PT. Depois disso, vem o PMDB, com 6%, e o PSDB, com 5%.

O resultado confere à  presidente Dilma Rousseff uma boa vantagem na largada para 2014. Mas há um dado relevante, que abre espaço para novas composições de forças. O número de apartidários, 56%, é o maior desde 1988 !“ o que demonstra um certo cansaço do eleitorado com a classe política.

Praticamente todas as legendas perderam simpatizantes. Segundo o Ibope, o PT já teve a preferência de 33% dos entrevistados, em março de 2010. Hoje, o número é de 24%. O PSDB, por sua vez, também assistiu a uma grande erosão de seus eleitores mais fiéis. Eles já foram 14% da região Sudeste, onde se concentra sua maior base, em 1995, e hoje são apenas 7%. E o PMDB, que no governo Sarney, logo após o Plano Cruzado, já teve a preferência de 26% dos brasileiros, hoje tem apenas 6%.

O desencanto com a política se expressa ainda em outra pesquisa Ibope, que apontou os partidos políticos como as instituições menos confiáveis do País. No caso do PT, no entanto, o partido teve relativo sucesso em fazer com que o apoio ao “lulismo” migrasse para o partido.

Leia mais

20 de janeiro de 2013
por Esmael Morais
9 Comentários

Veja o organograma de cargos comissionados na prefeitura de Maringá (PR)

organograma_maringaO prefeito de Maringá, Carlos Roberto Pupin (PP), aumentou de 277 para 515 cargos comissionados. Movimentos gay e católico do município, localizado no Noroeste do Paraná, se uniram contra as fartas tetas. O deputado estadual Enio Verri (PT), que jura ser temente a Deus, acha o “organograma” da prefeitura uma depravação. ... 

Leia mais