Rossoni abre crise com Ministério Público e Tribunal de Justiça

Valdir Rossoni (PSDB).

Valdir Rossoni (PSDB).

A decisão do deputado Valdir Rossoni (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, de não colocar em votação ontem (19), durante a última sessão de 2012, a criação de cargos em comissão para o Ministério Público (MP) e Tribunal de Justiça (TJ) abriu uma crise entre legislativo e judiciário.

O TJ esperava a aprovação de 25 cargos de desembargador e de 290 novos comissionados. O MP reivindicava a aprovação de 69 cargos em comissão.

O presidente do TJ, em entrevista ao jornal Gazeta do Povo, surpreso, se diz traído pelo presidente da Assembleia. Me sinto apunhalado pelas costas!, afirmou aos repórteres Karlos Kohlbach e Euclides Lucas Garcia.

Nos bastidores da Assembleia fala-se que a decisão de Rossoni seria troco! à s sentenças judiciais que cassaram seu filho (relembre) e nora (relembre) da prefeitura de Bituruna. O tucano nega qualquer motivação política. Ele garante que o objetivo era evitar votação de projetos no afogadilho!.

Demais deputados de todos os partidos se apressam a dizer que nada têm a ver com a decisão do presidente da Casa de não colocar a matéria em votação. “à‰ prerrogativa exclusiva do presidente”, eximem-se.

Outro projeto que deixou de ser votado, o que aumentava as custas judiciais, deixou os donos de cartório indignados, mas entidades como a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e Federação as Indústrias do Paraná (Fiep) comemoraram.

O projeto previa reajustes de mais de 1000% para alguns serviços, o que certamente iria impactar nos custos da indústria e do comércio paranaenses. Custos esses que certamente acabariam repassados para o consumidor!, disse o presidente da Fiep, Edson Campagnolo.

13 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Eles estão jogando para a torcida, depois eles se acertam????

  2. Esse deputado deveria andar com uma melancia na cabeça. Iria aparecer de modo bem mais simpatico. Ja votei nele. Mas nunca mais votarei. Ele sempre esquece que o ajudou

  3. Em primeiro lugar, a crise do judiciário brasileiro tem como causa principal a vulgarização da profissão advogado. Há milhares de faculdades brasileiras dando diploma de advogado a qualquer pessoa como se fosse um mercado de secos e molhados, coisa jamais vista noutras partes do mundo. O mesmo acontece com a profissão jornalista, digo pior ainda porque nem se quer se exige um diploma universitário para o sujeito atuar como jornalista.
    Países do primeiro mundo selecionam rigorosamente seus advogados, os requisitos são muito mais do que aprovação para obtenção de carteira de OAB. Fazem isso para evitarem o máximo possível tipos comuns e sem a mínima ética que o Brasil permite desestimulando os profissionais sérios e pior ainda, alguns desses péssimos elementos acabam ocupando cargos públicos e fedendo o país em corrupções e golpismos.

  4. Apunhalar pelas costas o presidente do Tribunal? Esse cidadão pensa somente em si próprio e nos seus pares e interesseiros.
    O que o Tribunal fez paras o povo na última administração? Pagou vale-refeição para os desembargadoras, retroativo, comprou carros blindados e com motoristas, camionetas, queria comprar ou alugar um helicóptero. Essas pessoas estão acima do bem e do mal? Se acham superiores, deuses, e tal?
    São funcionários públicos, exercendo as obrigações dos seus cargos, pagos com impostos cobrados de todos. Portanto, boa Rossoni. Esse assunto precisa sim ser debatido com a sociedade antes de ser aprovado a toque de caixa. Porquê não mandou o pedido antes? Exatamente porque queria impedir o debate.
    Que vergonha Sr. Presidente do Tribunal. Desculpe, mas acho que não tem vergonha.

  5. ESSE SEMPRE TRAIU OS AMIGOS.PRINCIPALMENTE AQUELES QUE O AJUDARAM.
    QUER VER ELE CANDIDATO AO SENADO.
    VAI SER UMA VERGONHA PARA O BETO RICHA.

  6. Isso é conversa pra boi dormir, todo mundo sabe, que os três poderes tem interesse em comum, e cada qual procura os meios de se proteger, e defender os seus interesses, o resto é balela.

  7. Se o presidente do TJ se sente traído, eu pergunto: o presidente do TJ já fez alguma jura de amor (favor, negócio etc.) com ou por Rossoni???

  8. Parabéns Deputado Rossoni!Já é passado o momento de enquadrar esta turma que se acha a dona do pedaço. Ganhou meu voto para o Senado.

  9. ENQUANTO ESTA CORJA DE SAFADOS, BRIGAM ENTRE-SI OS PROFESSORES FICAM SEM SALÁRIO, OS MIMPOSTOS AUMENTAM E TUDO MAIS, CRIAR ESTES CARGOS É UMA AFRONTA AO POVO DO PARANÁ.

  10. O MP conhece bem o Rossoni !!

  11. ESDASE É O ESTILO DE FAZER POLITICA DO SR ROSSONI.
    ELE PREFERE APUNHALAR PELAS COSTAS TODOS SEUS
    AMIGOS.
    O BETO RICHA VAI AFUNDAR JUNTO COM ESSE DEPUTADO.