Richa não diz nem ‘sim’ nem ‘não’ ao pedido de ajuda de Fruet

Encontro entre o governador Beto Richa e o prefeito eleito de Curitiba, Gustavo Fruet, foi marcado pela cordialidade. Foto: Jader Rocha.

Encontro entre o governador Beto Richa e o prefeito eleito de Curitiba, Gustavo Fruet, foi marcado pela cordialidade. Foto: Jader Rocha.

O prefeito eleito Gustavo Fruet (PDT) foi recebido em audiência pelo governador Beto Richa (PSDB) na tarde desta quinta-feira (13). Durante o encontro, que durou cerca de uma hora, os dois trataram de assuntos de interesse de Curitiba, como o subsídio do governo do estado a tarifa do transporte público, metrô, obras do PAC da Copa, obras de pavimentação que contam com recursos do gstado e parcerias com municípios da região metropolitana.

Este primeiro encontro depois das eleições é uma demonstração de maturidade e responsabilidade. O Beto já administrou Curitiba sem contar com o apoio do governo do estado e sabe como isso é complicado. O governador se colocou à  disposição para que as equipes venham a conversar sobre estes projetos logo depois da posse!, explicou Fruet.

Conheço a responsabilidade do Gustavo. Sei das suas qualidades e boas intenções. Nós temos ciência do dever que temos a cumprir. Este encontro representa uma busca de reaproximação administrativa para que possamos trabalhar em conjunto. Vamos unir esforços para fazer o melhor por nossa cidade!, completou o governador.

Sobre uma das principais preocupações dos usuários do sistema público de transporte, a manutenção do subsídio a tarifa, Fruet confirmou que pediu a manutenção do benefício ao governador. A cidade precisa desta ajuda. Pedi a manutenção do subsídio ao governador. Ele informou que a equipe técnica do governo vai avaliar e nos dará uma resposta!, afirmou o prefeito eleito.

Estudos preliminares revelam que o valor do subsídio deve girar entre R$ 80 milhões e R$ 100 milhões em 2013. Se não for possível a manutenção, temos que buscar alternativas. Primeiro, precisamos aguardar a resposta do governador!, comentou Fruet.

Independente da manutenção do subsídio, o prefeito eleito disse que vai dar transparência a todos os elementos que incidem sobre o valor da tarifa. As empresas cobram uma dívida de R$ 100 milhões. A URBS diz que não há dívida. Temos ainda a necessidade de melhora e expansão do sistema. Agora, os mesmos que implantaram a jornada dupla de motorista e cobrador, para não aumentar a tarifa, acabam com ela no apagar das luzes. Todos estes fatores incidem sobre o valor da passagem!, concluiu.

O governador Beto Richa se colocou à  disposição para futuros encontros, mas ainda não estabeleceu data para responder as demandas apresentadas por Fruet. Não tivemos tempo de tratar demoradamente sobre este (subsídio) e outros assuntos. Vamos tratar mais a frente. O importante é que o diálogo está aberto!.

18 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. A solução para Curitiba e região Metropolitana é abrir novas licitações, dar oportunidades para outros empresários operarem, e fazer urgente o metro de superficie.

  2. O Fruet foi agradecer ao Beto, o apoio e a estrategia de mudar de partido.

  3. Não precisa. Só do ICI da para deixar de gastar uns 100 milhões, e ainda pedir devolução do dinheiro roubado. Bando de Ladrões.

  4. Está na hora de fazer uma grande transformação na forma de administrar o transporte público de Curitiba. Primeiramente devia ser feita a a revisão de contratos e a eliminação de algumas linhas deficitárias. Depois, faz-se necessário a eliminação da gratuidade do transporte para idosos. Não acho justo que todos os paranaenses tenham de subsidiar o transporte público de Curitiba, muito menos que os usuários sejam compulsoriamente obrigados a subsidiar os idosos. Temos de implantar uma gestão justa e realista na URBS!

  5. interessante o local da reuniao!
    porque o beto richa nao recebeu o fruet no palacio iguacu?
    sera medo de perder sua cadeira daqui 2 anos?
    medo talvez do fruet ter alguma camera escondida.
    sede da copel!
    cara de marrento!
    queria opniao dos snrs!

  6. O Beto com certeza irá ajudar Fruet, pois já existe um acordo “branco” entre eles para 2014… hehehehehehehe

    • CONHEÇO PESSOALMENTO O GUSTAVO E NAM ACREDITO EM ACORDO BRANCO,AINDA MAIS DEPOIS DE TUDO QUE O BETO E ROSSONI FIZERAM
      COM ELE.

  7. Cabe ao governo estadual olhar igualmenmte para todos os municípios, se tiver que “dar” subsídio. Aqui se criou um sistema integrado pra beneficiar o trabalhador que não tem alternativas de trabalhar em sua cidade, necessitando se deslocar na RM, saindo na madrugada e voltando à noite, bem tarde, perdendo o convívio familiar, tão necessário na agregação da sociedade como um todo. Cada município deveria ser responsável na busca de condições de trabalho para seu residente, negociando com industrias e comércios a instalação de suas atividades no local para aí gerar a mão de obra, deixando de ser cidade dormitório e prefeito figurativo que olha somente para sua família e amigos.

  8. Tem que cortar. O Paraná não tem que ficar pagando a conta de Curitiba. Cada município com seus problemas. O Richa que pegue esse dinheiro e contrua escolas aqui no interior.

  9. O subsídio do Estado é importante, todavia não se trata de solução efetiva. São urgentes medidas que propiciem o aumento de passageiros do sistema de transporte de Curitiba, o que, aliás, reduzirá os congestionamentos. E essas medidas e mudanças que melhorarão o serviço para o cidadão Curitibano infelizmente não acontecerão se Fruet manter integrantes do grupo que governa Curitiba há mais de 20 anos atuando na URBS, IPPUC, ICI. Ainda nutro a esperança de Gustavo espelhar-se na atuação do saudoso Maurício quando prefeito de nossa querida cidade!

    • FCCTBA COHAB-CTBA

      Concordo e aponto mais dos órgão que precisão de mudanças…que são a fundação Cultural e a Cohab-Ctba, esta teve até candidato a vereador que se dizia ter atendido muitos inscrito com a casa própria.

  10. O GOVERNADOR É UM BOM POLITICO E TENHO CERTEZA QUE NAM VAI PREJUDICAR CURITIBA.
    É ALEM DISSO SOUBE QUE ELE ASSUMIU A RECONSTRIÇAO DO SEU GRUPO POLITICO.

  11. O FRUET FOI FAZER LOBBY EM FAVOR DO SEU AMIGÃO OSMAR BERTOLDI, DONO DE UMA EMPRESA DE ÔNIBUS QUE FOI CONTRA O PROJETO DO VLP DO RATINHO PARA NÃO CAUSAR PREJUÍZO À SUA EMPRESA DE ÔNIBUS.

  12. E é claro que ele não vai continuar dando subsídio pois ele pois ele trabalha contra o povo,só sabe aumentar tarifa.

  13. O subsídio que o Governo vinha dando ele não pode cortar.. seria palhaçada!!! Aumentar??? daí, é outra história!!!!!