Médico Luciano Ducci pede licença de dois anos da prefeitura

Luciano Ducci (PSB).

Luciano Ducci (PSB).

O médico pediatra Luciano Ducci, que deixará o cargo de prefeito de Curitiba na próxima terça-feira, dia 1!º de janeiro, pediu licença sem vencimentos da Secretaria de Saúde pelo período de dois anos. à‰ o que revela a portaria n!º 2.661, da Secretaria Municipal de Recursos Humanos, assinada no último dia 26 de dezembro pelo diretor Valério Krause. Até tudo bem, nada de mais.

O prefeito se afastará da função de médico para fazer política. Ele foi escalado pela direção nacional do PSB para organizar a agremiação nos estados do Sul (relembre aqui).

O diabo é que a nutricionista Anabelle Retondario não teve a mesma sorte do prefeito Ducci. O pedido para seu afastamento da mesma Secretaria da Saúde foi negada pela Secretaria Municipal de Recursos Humanos sob a alegação de falta funcionários! na área. Ela teve que pedir exoneração do cargo que tinha na prefeitura para fazer mestrado em Segurança Alimentar e Nutricional.

Deduz-se que todas as Unidades de Saúde estão com suas vagas de médico preenchidas!, protesta Anebelle.

Quando pedi reconsideração do meu processo expliquei tudo que seria feito no mestrado e na dissertação que desenvolverei, além de ter expressado minha vontade de continuar na prefeitura após o término do curso, tendo em vista que sempre gostei da minha função junto a esta secretaria (tenho inclusive uma “avaliação de competências” da minha chefia, do mesmo mês que exonerei), desenvolvendo minhas atividades com muita competência e comprometimento!, relata em um e-mail a nutricionista.

9 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Inntefelizme nao foi so a Anabelle que teve seu pedido negado e teve que pedir exoneraçao muitos servidores tem seguido o mesmo caminho e com isto perdemos excelentes quadros, espero que isto tenha acabado e possamos viver de fato mudanças seguras com justiça para os trabalhadores do municipio.

  2. este cidadão (que tem juramento de atendimento a população) deveria na verdade seantar-se ao outro lado da mesa e dar atendimento à população que tanto necessita e que ele sempre jurou ser bem atendida, devia ele na verdade é trabalhar em prol da população que o aguentou estes anos todos . ou então em um ato de nobreza peça exoneração e vá cuidar da vida.

  3. Anabelle entre com uma ação judicial para conseguir o mesmo direito

  4. Com 30 milhões em 6 anos ( CAPA DA REVISTA VEJA) não precisa ser médico de postinho mais !!! kkkkkk .

  5. se como prefeito a saúde foi uma desgraça imagine como médico, que pegue licença e não volte nunca mais.

  6. NINGUEM ESPERAVA MESMO QUE O MUSOLINI O DUCCI VOLTASSE A TRABALHAR COMO MÉDICO, OU QUALQUER OUTRA COISA. A AUSENCIA DELE É SEGURANÇA PARA OS PACIENTES!
    qUANTO A SERVIDORA TER QUE SE DEMITIR PARA FAZER PÓS GRADUAÇÃO, MOSTRA A INCOMPETENCIA DO SETOR DE RH DA PREFEITURA. MOSTRA QUE CONHECIMENTO, TÉCNICAS E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL NÃO INTERESSAM NA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL NO GOVERNO DO DUCCI E DA TURMINHA DO SARNICHA RICHARNEY (TURMINHA DO BILHÃO).
    I N C O M P E T E N C I A !
    FRUET TEM QUE ESTAR ATENTO A ESSE POVICO INCOMPETENTE !!!

  7. RAPAZ MORO NO SITIO CERCADO E LÁ NO ATENDIMENTO 24 HORAS JÁ DA JUS AO NOME O MINIMO DE TEMPO PARA CONSULTA DE UM PEDIATRA É DE 24 HORAS A MESES DE ESPERA, E O CARA PEDE LICENÇA E GANHA, OS NOSSOS POLÍTICOS SÃO BONS NESSE ASSUNTO SÓ FALTOU SER REMUNERADA A SUA LICENÇA, E A EDUCAÇÃO ESTÁ NO MESMO PROCESSO A PASSOS DE TARTARUGA BETO PROMETE MAS NÃO CUMPRE, ARNS PELO JEITO NEM SABE QUE A CAVET FOI PARA O RH DA PREFEITURA E O BETO GANHA MAIS AEROPORTOS PARA NÃO PAGAR O CARO PEDÁGIO QUE NÓS CONTRIBUINTES SOMOS OBRIGADOS A PAGAR SE QUISERMOS VIAJAR, O QUE ESTA VIRANDO O NO GRANDE BRASIL, SÓ IMPOSTOS E PRIVATIZAÇÕES? ACORDA POVO PARANAENSE!