Charge do dia: Presente de Natal

Charge de Aroeira - O Dia (RJ).

Charge de Aroeira – O Dia (RJ).

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. O famoso “presente de Grego” para o povo brasileiro…

    Já é passada a hora deste bigududinho estar sentado no banco dos réus respondendo aos inúmeros crimes que já foi acusado.

  2. Que terror… Estamos no fim mesmo…

  3. O Pai, o Filho e o Divino Espírito Santo, que me perdoem pela minha fraqueza (e se não fosse pela teimosia Deles, já teriamos jogado a toalha há muito tempo), mas quanto mais a gente se aprofunda no estudo da problemática brasileira, união, estados e municípios, mais parece missão impossível mudar de verdade este país que parece totalmente envolvido por um terrível rolo de cobras peçonhentas, não por culpa do povo, mas por culpa da classe político-partidária-eleitoral, da classe midiática e do militarismo político e golpista, basicamente, que formam uma espécie de tripé invencível do continuismo da mesmice e da vanguarda do atraso. Até parece, doença ruim, se correr os bichos pegam, se ficar os bichos comem. Senhor, pelo amor das minhas criancinhas, arrume outro para essa Missão, sou fraco demais para isso, faz mais de 20 anos que vivo diuturnamente, com o nosso incrível exército internético, falando e escrevendo sobre a necessidade da evolução para o Projeto Novo e Alternativo de Nação e de Política-partidária-eleitoral, calcados na paz, no amor, no perdão, na conciliação, na união e na mobilização em torno da Mega-Solução, mas até hoje não consegui avançar sequer um centímetro nessa direção, posto que o terreno encontra-se totalmente dominado, praguejado, minado e estéril (e até condenado pelo próprio STF, mas não evolui), totalmente impróprio às mudanças estruturais profundas que se fazem necessárias há muito tempo, por culpa das ambições, interesses, idiossincrasias, e vaidades pessoais imediatos dos mesmos. Melhor, Vossa Excelência fazer, diretamente, o serviço que tem que ser feito, pois este teu servo já está envelhecendo, perdendo as próprias forças naturais e já não agüenta mais essa MMissão aparentemente impossível, submetendo-me, pois, sob censura, à Santíssima Trindade, à espera do MMilagre. HoaMéM.