Até o papa é contra a mudança no currículo das escolas do Paraná

A comunidade escolar exige: #RecuaBeto

Educadores dizem que gestores estão destruindo a educação no estado. Na foto, o secretário Flávio Arns, a superintendente Meroujy Cavel e o governador Richa.

O governo de Beto Richa (PSDB) conseguiu unir todas as correntes que militam na defesa da escola pública do Paraná contra a mudança na matriz curricular anunciada pela Secretaria de Estado da Educação (SEED). Tal consenso é raro na história. Somente em momentos de caos absoluto é que matizes ideológicos se suavizam para lutar em torno de bandeira comum. à‰ preciso ser “muito bom! para reunir todos os adversários contra. Ponto para o governo tucano.

No início desta semana, chegará à s mãos do vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns (PSDB), e de sua superintendente, Meroujy Cavet, uma emblemática carta aprovada pela unanimidade dos professores do Colégio Estadual do Paraná, o maior do estado, manifestando profunda preocupação e indignação! com a pretendida alteração na matriz curricular e a consequente redução de aulas de várias disciplinas do ensino médio e fundamental.

Somos contrários à s visões tecnicistas de educação que se pautam em instrumentos de avaliação educacionais (como o IDEB e o SAEP) que se tornam o fim e não o meio, um fim, aliás, punitivo contra os professore(a)s. Pressões por notas caem nas costas dos professore(a)s e nada é feito para se mudar as condições de trabalho como o não cumprimento dos 33% de Hora-Atividade, a não redução de alunos por turma e o baixo investimento e incentivo na qualificação do professor(a)!, diz um trecho da missiva.

Não são apenas os mestres do Colégio Estadual do Paraná que lançaram manifesto contra as políticas educacionais da SEED, abraçadas por Richa. Professores, departamentos e alunos da UNICENTRO, de Guarapuava, destacam o caráter autoritário da mudança na matriz curricular. Os gestores da Secretaria da Educação do Paraná ao não permitirem um debate maior acerca desta proposição e ao desconsiderarem uma discussão maior que envolva toda a comunidade escolar e até mesmo uma Conferência Estadual, estão colocando-se na contramão das diretrizes nacionais da educação brasileira”, afirma o documento, observando ainda que a redução das disciplinas das ciências humanas torna a política educacional mais técnica e regride a competência democrática das escolas.

Antes também haviam se manifestado contra a proposta de Arns e Meroujy os seguintes órgãos e entidades: Coletivo Pró-Arte Paraná; APP-Sindicato; professores do Setor de Educação da UFPR, da UNICENTRO- Guarapuava; da UEL; do PIBID de União da Vitória; da UNIOESTE; da UTFPR !“ Licenciaturas e até da PUCPR; NESEF; CREFI, Conselho Regional de Educação Física; acadêmicos de filosofia e sociologia; dentre outros da sociedade civil.

O papa também deverá se manifestar nos próximos dias contra a mudança da matriz curricular das escolas do Paraná. Ou seja, até Deus está a favor da manutenção das disciplinas que ajudam a garotada pensar no ambiente escolar.

Enfim, a comunidade escolar exige: #RecuaBeto.

Leia também a série Caos na Educação!:

A educação do Paraná grita: Fora Arns e Meroujy!!

Professores londrinenses veem desmonte da educação pública do Paraná

Alunos do Colégio Estadual do Paraná boicotam prova de avaliação

Que tal ser secretário(a) da Educação do governo Richa?

Em nova ação de marketing político, Educação vai avaliar! 250 mil alunos da rede pública do Paraná

Para fazer marketing político, governo do Paraná engata mudança na matriz curricular das escolas

Governo Richa corta até a língua dos professores no Paraná

Caos na Educação: Beto, Beto, Beto estamos sem teto!; veja o vídeo

Derrota nas urnas põem Arns e Meroujy na marca do pênalti

Professores do Paraná pedem aumento e ganham tablets

Governo do Paraná quer desqualificar o sistema de avaliação nacional do MEC?

Sob pressão, Richa assina aumento para professores; categoria critica gestão da SEED

Governo do PR tenta roubar! bom desempenho dos municípios no Ideb

Caos na Educação: Cai o Ideb do Paraná

Caos na Educação: Documento da SEED ensina diretores enganar o MEC

Veja essa: No Paraná, professor terá que provar que não é doidão

Professores do Paraná conseguem na Justiça implantação imediata de 33% de hora-atividade

Picaretagem na Educação: Governo do PR faz convênio degradante a adolescentes para favorecer Wal-Mart

Caos na Educação: Professores se dizem enganados pelo governo outra vez. Pode isso, Arnaldo?

Caos na Educação: No Paraná, os tucanos conseguiram derrubar até os índices no Ideb


Caos na Educação: Professores pressionam governo do PR e já falam em greve por tempo indeterminado

Pelas redes sociais, professores pedem greve à  direção da APP-Sindicato

Caos na Educação: No site oficial, SEED orienta escola de Palmeira fazer “gambiarra” em laboratório de informática

Segundo a APP-Sindicato, Flávio Arns deu calote nos professores

SEED lança brigada contra incêndio nas escolas, mas sem extintores

Caos na Educação: Documento da SEED ensina diretores enganar o MEC

Reajuste na gratificação de diretores de escolas fica só na promessa

Flávio Arns promete a professores hora-atividade para janeiro de 2013

Mais uma vez, prefeitos se reúnem hoje com Flávio Arns para discutir transporte escolar

Palácio torce para que Flávio Arns deixe a Secretaria da Educação

Caos na Educação: Prefeitos cogitam pedir ao governador a cabeça do secretário Flávio Arns

Caos na Educação: Calote do governo do PR pode levar prefeituras a suspender transporte escolar

Casas Bahia!: Governo do PR propõe parcelar reajuste e hora-atividade aos professores

Richa anuncia reajuste para diretores de escola; já os professores!¦

As reclamações no setor de educação estão aumentando!, diz deputado Duglas Fabrício


Semana Pedagógica: Governo do PSDB copia Lerner e avança na privatização da Educação

10 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. O trabalho do Flavio deve ser avaliado como um todo, a despeito da polemica levantada com implantação danova grade, Justiça seja feita , a Educação Especial do Paraná é um centro de Excelência e passa ao longe dessa guerra sobre as mudanças sugeridas. Mudanças geram transtornos e devem ser administradas.

  2. Os sindicatos são contra? Então a mudança deve ser ótima, porque esses pelegos só querem moleza e não oferecem nada para a sociedade. Quanto pior for o ensino, melhor para esses sanguessugas do dinheiro público. A “cumpanheirada” não quer saber do povão instruído, porque vão perder a boquinha.

  3. Seria ótimo se alguém encontrasse e denunciasse um desvio de recursos na Secretaria de Estado da Educação para que essa getinha fosse pra cadeia !

  4. Infelismenti u Betu Rixa está ouvindu estes aspones qui estam au seu ladu. Acim caminha a educassão do paranà. Este Frávio Arnis e esta Merougy Caniveti penção para educar us filhus dos Paranaensses. Eita… Educassão, só tem kara erradu e ganhandu muito só para atrapalhar.
    Betu Rixa governador de um só mandatu, este ficará na estória do paranà.
    Conten cumigu na educassão do seu filhu.
    E viva a Matris Coricolar di 2013!!!!! viva !!!!!!!! + 1 X viva!!!!!

  5. Muito blábláblá e pouca ação.

  6. Se o Governador estivesse lendo todas as manifestações feitas pelos paranaenses, ele não faria esta mudança.
    Se a fizer os concorrentes podem ficar tranquilos, afinal de contas ter um cabo eleitoral como Beto Richa é maravilhoso.

  7. Passando da educação para a segurança, vemos um grave problema.
    Escutei uma entrevista do comando da PM (9h na CBN) explicando que os últimos fatos de truculência na ação de policiais podem ser explicados como uma decorrência da carga de trabalho muito grande atribuida ao setor.
    Bem, sendo assim, o povo pede proteção às instâncias superiores do governo pois o risco decorrente deste estado de coisas é muito grande e não pode persistir, sob pena de agravamento.

  8. TEM QUE EXCOMUNGAR O BETO E SUA TURMA , ELES QUEREM ACABAR COM A EDUCAÇÃO DO PARANÁ E CRIAR UMA GERAÇÃO DE ASMOS.