17 de dezembro de 2012
por esmael
52 Comentários

STF dá o Golpe no Congresso Nacional

via Conversa Afiada

No fim do voto desta segunda feira, o Ministro decano Celso de Mello deu o Golpe que parecia subentendido em todo o julgamento do mensalão (o do PT).

Celso de Mello sustentou-se em Chico Ciência, Francisco Campos, o redator das Constituições ditatoriais de Vargas, para assegurar categoricamente:

Cabe ao Supremo e o poder de interpretar e FORMULAR a Constituição!!!

Com isso, ele advertiu o Presidente da Câmara, Marco Maia, acusado de corporativismo!.

Em outras palavras: não ouse deixar de cumprir a cassação de mandatos.

Casse o Genoíno e abaixe a cabeça!

Mello chegou a de ameaçar Marco Maia de uma condenação penal por crime de prevaricação.

Ou seja, ou faz o que eu mando ou vai em cana.

O Supremo, disse ele, tem o MONOPà“LIO da última palavra sobre a Lei.

Advertiu Maia, sem dar o nome: se resistisse, estaria a rasgar a Constituição.

Amigo navegante, é o ápice do julgamento.

A sua obra prima.

Tudo o que você viu até agora foi a preparação para esse ato solene: a coroação do Senado e sua corte de Imperial.

O Supremo deu o Golpe!

Como no Paraguai!

17 de dezembro de 2012
por esmael
21 Comentários

Ainda há 18 vagas no governo Fruet

Fruet anunciou parte do secretariado. Foto: Everson Bressan.

Fruet anunciou parte do secretariado. Foto: Everson Bressan.

A esperança é a última que morre, diz um ditado popular. Quem esperava ser anunciado hoje pelo prefeito eleito Gustavo Fruet (PDT) — e não foi — não precisa desanimar (veja aqui os escolhidos). Ainda há vagas no time. Em rápido levantamento, constata-se que 19 cargos de primeiro escalão ainda estão abertos, mas um já tem dono. Confira: Leia mais

17 de dezembro de 2012
por esmael
13 Comentários

‘Lista de Furnas’ tira sono de tucanos e da velha mídia

da Rede Brasil Atual

Bastou o líder do PT na Câmara, Jilmar Tatto, ter requerimento aprovado para convidar o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso a explicar no Congresso Nacional a chamada “Lista de Furnas” !“ um esquema clandestino de caixa de campanha que funcionou na empresa estatal durante o governo de FHC !“ para que jornais da velha mídia, ao noticiar o fato, colocassem entre parênteses que a lista seria “comprovadamente falsa”. Não é o que diz o Ministério Público Federal do Rio de Janeiro.

De acordo o jornalista Amaury Ribeiro Jr., autor do livro reportagem “A Privataria Tucana”, a procuradora da República Andrea Bayão Ferreira denunciou o ex-diretor de Planejamento de Furnas Dimas Toledo e um grupo de empresários e políticos acusados de participar da tal lista. A denúncia reúne um arsenal de documentos da Polícia Federal e da Receita Federal que comprova a existência do esquema, aliás, muito semelhante ao recente escândalo das propinas da Alstom para tucanos paulista.

Segundo a denúncia, o dinheiro desviado pelo esquema vinha de contratos superfaturados da estatal com duas empresas: a Toshiba do Brasil e a JP Engenharia Ltda. As duas foram contratadas sem licitação para obras.

Os próprios executivos da Toshiba do Brasil confirmaram a existência do caixa 2 que pagava servidores e políticos. O superintendente Administrativo da empresa afirmou que pagamentos eram feitos através de contratos de consultoria fictícios de empresas de fachada, esquentados por notas frias!.

As escutas da Polícia Federal desmentem que Nilton Monteiro teria tentando falsificar a lista. Pelo contrário. Durante a intercepção das linhas telefônicas usadas por Nilton Monteiro, nada foi captado que indicasse a falsidade da lista, ao revés, em suas conversa telefônicas, inclusive com sua esposa, sustenta que a lista é autêntica!, diz a procuradora.

A denúncia do MP inclui também depoimento do ex-deputado Roberto Jefferson (PTB) confirmando ter recebido R$ 75 mil da estatal (que consta na lista de Furnas), na campanha para deputado federal em 2002. O dinheiro foi entregue pelo próprio Dimas Toledo num escritór

17 de dezembro de 2012
por esmael
11 Comentários

No apagar das luzes, vereadores aprovam reajuste de 15% aos servidores da Câmara de Curitiba

Na penúltima sessão do ano, realizada na manhã desta segunda-feira (7), os vereadores de Curitiba criaram exceção! ao aprovar, sem debate com as demais categorias, reajuste de 15% para servidores da Câmara Municipal.

Pressionados pelos servidores da Casa, os vereadores aprovaram reajuste de 15% nos salários e incorporação de gratificações. A medida proposta por alguns vereadores em fim de mandato, como o presidente da Casa João do Suco (PSDB), só teve como votos contrários os vereadores de oposição e a vereadora Maria Goreti (PSDB). Para eles, a medida não foi debatida com a sociedade e é uma má demonstração para a sociedade.

A vereadora Professora Josete (PT) se colocou contrária ao projeto. Para ela, a medida é inconstitucional, pois gera uma despesa não prevista a menos de 180 dias do fim de uma gestão, além de quebrar isonomia entre os servidores.

A Câmara gera R$ 80 mil de despesa por mês, ferindo a lei de responsabilidade fiscal. Houve pressão para esse projeto passar. Eu sou servidora pública e sindicalista e vejo que isso não foi aprovado de forma clara. Você não aprova um projeto ao apagar das luzes!, condena.

Para aumentar os salários, os servidores alegaram que houve a redução dos cargos comissionados de 562 para 342, tendo garantido os recursos. No entanto, a vereadora Maria Goreti afirma que o projeto foi elaborado apenas pelos servidores.

O projeto devia ter a participação de ambos, mas não teve representação do Executivo!, alerta. Já a vereadora Josete conta que o projeto chegou no fim de novembro e foi apreciado muito rápido.

Eu fico indignada porque os três vereadores que apresentaram o projeto — João do Suco, Caíque Ferrante (PRP) e Celso Torquato (PSD

17 de dezembro de 2012
por esmael
2 Comentários

Sciarra nega que vá pedir Secretaria da Agricultura a Beto Richa

Em comunicado enviado a este blog, o deputado federal Eduardo Sciarra, presidente estadual do PSD e líder da bancada na Câmara, confirmou a agenda com o governador Beto Richa (PSDB), no começo da noite de hoje, mas negou que o partido pedirá a Secretaria da Agricultura (leia o post).

Segundo Sciarra, o encontro está marcado há duas semanas e terá como objetivo promover a primeira agenda oficial — pública — entre a executiva e o governador.

“à‰ evidente que as relações institucionais entre o partido e o Executivo também serão discutidas”, ressalta o dirigente do PSD.

A seguir, eu publico na íntegra o comunicado do deputado Eduardo Sciarra:

Caro Esmael Morais,

Embora confirmada para hoje (17) a audiência da Executiva Estadual do PSD com o governador Beto Richa, as informações contidas na matéria PSD vai pedir hoje a Secretaria da Agricultura para Beto Richa! não procedem. Em momento algum, a direção do partido no Paraná discutiu ou cogitou este assunto. O encontro, marcado há duas semanas, terá como principal objetivo promover uma primeira reunião oficial, em agenda pública, dos dirigentes do PSD com o governador Beto Richa, o que não ocorreu até o momento desde a criação da legenda no ano passado. à‰ evidente que as relações institucionais entre o partido e o Executivo também serão discutidas.

Colocando-me à  disposição para quaisquer esclarecimentos sobre o PSD no Paraná,

Atenciosamente,
Deputado Federal Eduardo Sciarra
Presidente da Executiva Estadual do PSD-PR

17 de dezembro de 2012
por esmael
7 Comentários

Cai confiança do leitor na imprensa tradicional, aponta Datafolha

do Brasil 247

Pesquisa Datafolha sobre confiança nas instituições mostra que o percentual de pessoas que “confiam muito” na imprensa caiu de 31% para 22%. Já a proporção daqueles que “confiam um pouco” teve queda leve, de 51% para 50%. Por outro lado, a taxa daqueles que “não confiam” de jeito nenhum nos jornais subiu de 18% para 28%, um percentual maior do que os que “confiam muito”.

Como a pesquisa chega após meses de intensa cobertura do julgamento do mensalão e após um processo eleitoral, o resultado vem sendo visto por analistas (como Emir Sader, por exemplo) como decorrência da partidarização dos grandes veículos de comunicação. O resutado disso é que, aproximadamente, apenas um a cada cinco brasileiros confia plenamente na imprensa.

Leia abaixo análise do Blog da Cidadania:

Pesquisas revelam que maioria vê imprensa como partido político

Blog da Cidadania – Nos últimos dias, duas pesquisas de opinião (do Ibope e do Datafolha) sobre quem é quem hoje na grande política nacional revelaram um quadro de polarização e de cristalização de posições políticas entre a sociedade, com vantagem renitente para os atuais detentores do poder federal, que, nessas pesquisas, aparecem com popularidade inabalada.

Mas, apesar da reiterada pregação desta e de tantas outras páginas da internet e de pequenos exércitos de militantes virtuais no sentido de que seria “inútil” a campanha da grande imprensa contra Lula, PT e !“ por tabela !“ Dilma Rousseff, as pesquisas revelam que, cada um a seu modo, direita e esquerda têm !“ ou pensam que têm !“ razão em suas táticas atuais.

Ter razão, claro, no sentido de que ambos os lados confiam em suas estratégias com base em elucubrações racionais e amplamente discutidas internamente. à‰, pois, ingenuidade achar que a passividade do PT e a virulência da oposição midiática derivam de não saberem o que estão fazendo.

Não há bobinhos no Palácio do Planalto; não há bobinhos no PT; não há bobinhos no PSDB e tampouco há bobinhos na Globo, na Folha, na Veja ou no Estadão. A forma como agem !“ ou reagem, conforme o lado !“ ao jogo político é produto de intensa reflexão, de sondagens do eleitorado e de sólidas teorias políticas.

Então você dirá, leitor petista, que a perenidade da aprovação de Lula, Dilma e PT revelada pelas pesquisas mostra que ao menos do lado da direit

17 de dezembro de 2012
por esmael
23 Comentários

Em vídeo, Requião anuncia criação de “tendência” dentro do PMDB

O senador Roberto Requião, derrotado no último final de semana na convenção do PMDB do Paraná, anunciou nesta segunda-feira (17), em vídeo publicado na internet, a criação de uma “tendência” no partido para lutar contra a adesão ao governo de Beto Richa (PSDB).

“Estamos agora organizando uma tendência dentro do PMDB para dar consequência aos 44,7% que não concordam com a entrega do nosso partido. à‰ a tendência do PMDB autêntico. Um PMDB em defesa dos interesses do povo do Paraná, um PMDB nacionalista e aguerrido, como sempre fomos no passado”.

Na mensagem aos correligionários, Requião não poupou Richa. Segundo ele, é o pior governo da história dos governos do Paraná. “à‰ o governo que abandonou hospitais, que sobe tarifa de água e de luz, do tarifaço do Detran e é um governo pouco sério”, fuzilou.

17 de dezembro de 2012
por esmael
Comentários desativados em Chavismo conquista grande maioria dos Estados e altera mapa político na Venezuela

Chavismo conquista grande maioria dos Estados e altera mapa político na Venezuela

da Opera Mundi

Com uma vitória ampla do chavismo sobre a oposição nas eleições regionais deste domingo (16), o novo mapa político venezuelano favorece o processo revolucionário empreendido pelo presidente Hugo Chávez. Após perder em sete Estados em 2008, o governo ganhou em 20 dos 23, de acordo com o CNE (Conselho Nacional Eleitoral) do país. A abstenção foi alta, de quase 54%.

“O mapa da Venezuela está pintado de vermelho”, afirmou o Jorge Rodríguez, chefe do comando de campanha do PSUV (Partido Socialista Unido da Venezuela). “Pela força do povo, cinco governos que estavam nas mãos da oposição foram resgatados para a gestão de Chávez”, completou. O secretário-executivo da aliança opositora MUD (Mesa de Unidade Democrática), Ramón Guillermo Aveledo, disse que os resultados não são satisfatóriios, “porque perdemos em alguns Estados”, mas falou que ficou demonstrado “que esse povo não se deixa ser influenciado, não se dá por vencido, não se rende a ninguém”.

Os candidatos do PSUV recuperaram os governos de três importantes Estados: Zulia, o mais rico do país !“ produz dois terços do petróleo da Venezuela !“ e maior zona eleitoral; Carabobo, onde está localizada grande parte dos centros industriais do país, principalmente petroquímico e Táchira, localizado na fronteira com a Colômbia e antes conhecido por ter um forte antichavismo. Os outros dois foram Nova Esparta e Monagas.

A oposição conquistou novamente o importante Estado de Miranda, com Henrique Capriles, candidato na eleição presidencial, derrotando por 52,02% o ex-vice-presidente Elias Jaua (47,62%). Em Lara, foi reeleito Henri Falcón (56,23%), dissidente chavista, que duelava contra Luis Reyes Reyes (43,50%), ex-governador e um dos maiores aliados de Chávez. Em Amazonas, o candidato da MUD Liborio Guarulla bateu Nicia Maldonado do PSUV.

à‰ uma vitória gigantesca para o governo, porque consegue os governos de Estados estratégicos, como Zulia, pelo petróleo, Carabobo, pelas indústrias e Táchira, pelo aspecto da problemática fronteira!, afirmou a Opera Mundi o analista político venezuelano Alberto Aranguibel. “Por sua vez, as conquistas da oposição, principalmente em Miranda, comprovam que a Venezuela não é uma ditadura e sim uma democracia ampla e profunda”, completou.

17 de dezembro de 2012
por esmael
3 Comentários

PSD vai pedir hoje a Secretaria da Agricultura para Beto Richa

A executiva estadual do PSD (Partido Social Democrático) se reúne nesta segunda-feira (17), a partir das 18 horas, no Palácio Iguaçu, com o governador Beto Richa (PSDB).

Oficialmente, será uma visita de cortesia! ao tucano, mas o blog apurou que o PSD quer ampliar seu espaço no governo. O partido tem apenas uma secretaria, a do Turismo (Jackson Pitombo), mas mira agora na de Agricultura, hoje ocupada pelo secretário Norberto Ortigara.

O nome cogitado na agremiação para a pasta da Agricultura é do ex-ministro e deputado federal Reinold Stephanes, membro da executiva do PSD, que estará presente ao encontro, bem como o presidente da sigla no estado e líder da bancada na Câmara, Eduardo Sciarra, os deputados Ney Leprevost e Marla Tureck, o vereador Roberto Hinça e o presidente da União Geral dos Trabalhadores, Paulo Rossi.

Caso Richa atenda ao pleito do PSD na reforma do secretariado, prevista para janeiro, assume no lugar de Stephanes, na Câmara Federal, o primeiro suplente Marcelo Almeida (PMDB), que já entrou no aquecimento.

A estratégia de levar Stephanes à  Agricultura também tem como objetivo de agradar o PMDB, cedendo uma cadeira na Câmara Federal ao partido!, despistou um membro da executiva do PSD.

Apostando que o fim do mundo será mesmo no próximo dia 21 de dezembro, segundo o calendário dos Maias, é provável que o governador Beto Richa concorde com a reivindicação do PSD. Ou não.