Vêm aí mudanças na Casa Civil de Gleisi Hoffmann

Publicado em 2 novembro, 2012

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, a segunda mulher mais forte deste país, trabalha com dois cenários políticos possíveis. O primeiro !“ e mais provável !“ seria descer à  terra das araucárias para disputar o governo do Paraná em 2014. O segundo !“ que dependerá da combinação de resultados !“ seria permanecer em Brasília, a pedido da presidenta Dilma, e arriscar um voo mais alto em 2018. Em outras palavras, suceder Dilma.

Entretanto, Gleisi parece acreditar mais no primeiro cenário. Prova disso, ela está programando mudanças importantes na Casa Civil. O chefe de gabinete de Gleisi, por exemplo, Carlos Carboni, será deslocado nos próximos dias para o Paraná. Ele vai assumir uma dessas sinecuras do governo federal. Tudo para preparar a pista rumo ao Palácio Iguaçu.

.

Para o lugar de Carboni, dois nomes são aventados: 1- Leones Dall’Agnol, atual chefe de gabinete do ministro Paulo Bernardo (Comunicações) e 2- Dayane Hirt, jornalista e faz-tudo de Gleisi.

A ministra espera concorrer ao governo do Paraná com a simpatia dos prefeitos Gustavo Fruet (PDT), de Curitiba, e Alexandre Kireeff (PSD), de Londrina. O atual governador, Beto Richa (PSDB), trabalhou contra ambos nas eleições deste ano. Por sua vez, Gleisi apoiou o pedetista na capital e o PT, por debaixo dos panos, descarregou os votos em Kireeff para derrotar Marcelo Belinati (PP) e o belinatismo.

Comments are closed.