veja

| Comente agora

Como os alunos eram proibidos de levar câmeras fotográficas ou celulares às provas, publicação foi chamada de “talibã da imprensa” por supostamente estimular a fraude e a desclassificação de estudantes.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.