Trabalhadores da Copel prometem retomar greve nos dias 29 e 30

Publicado em 23 novembro, 2012
Compartilhe agora!

Os 15 sindicatos que representam os mais de 9 mil trabalhadores da Companhia Paranaense de Energia (Copel) informam retomarão a greve nos dias 29 e 30 de novembro, caso a empresa não reabra as negociações.

Ontem, 70% dos empregados da estatal de energia cruzaram os braços durante 24 horas em advertência à  negativa da direção de conceder-lhes reajuste de 8,5% nos salários. A Copel oferece 5,58%.

Na manifestação dos grevistas, em frente à  sede da companhia, houve enfrentamento com a polícia militar (veja o vídeo).

Os sindicatos afirmam que a diretoria da empresa alega “cenário desfavorável” para não atender reivindicação de 2,92% de aumento real, mas eles asseguram que a cúpula reajustou seus próprios salários e aumentou de 25% para 35% a fatia nos lucros para os acionistas privados.

De acordo com os sindicalistas, o crescimento dos salários dos oito diretores da companhia passou de R$ 784.267,24 mil, em 2010, para R$ 880.875,00, em 2011. Em 2012, segundo documento público divulgado pela Copel, são nove diretores e cada um deve receber R$ 1.116.301,03, o que representa um aumento real acumulado de R$ 26,87% em relação a 2010.

A Copel não enfrentava uma greve há 23 anos. A última foi registrada em 1989.

Compartilhe agora!

Comments are closed.