Tire o cavalinho da chuva. A “cota gratidão” será bem reduzida no governo Gustavo Fruet

O prefeito eleito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), sai de cena nesta semana. Dá um olé no assédio dos que querem um cargo na prefeitura a partir de 1!º de janeiro de 2013.

Segundo apurou este blog, a soma das expectativas é bem maior que a Presidência da Republica. Ou seja, não haverá espaço para todos que sonham com uma colocação comissionada.

Fruet vai dar pouquíssimo crédito ao passado. A “cota gratidão” vai ocupar espaço pequeno no governo municipal.

O prefeito eleito demonstra muita preocupação com nível de desconforto que suas escolhas provocarão nas pessoas próximas. Vai frustrar muita gente.

Tem vários colaboradores de primeira hora que ainda sequer receberam um telefonema de Fruet depois da vitória. Esses estão a suar frio, enquanto não recebem uma ligação do futuro prefeito.

O pedetista imagina formar um time de primeiro escalão de olho no futuro e de acordo com as expectativas que o eleitorado curitibano lhe depositou.

Resumo da ópera: A choradeira promete ser grande. A conferir.

Comentários encerrados.