Senador petista endossa decisão de Dilma de afastar servidores indiciados na operação da PF

da Agência Estado

Senador Walter Pinheiro.

O senador Walter Pinheiro (PT-BA) disse nesta terça-feira que a presidente Dilma Rousseff fez o que devia em relação à s denúncias envolvendo servidores do alto escalão do governo, que foi exonerar os envolvidos dos cargos. “Não é algo da presidente. São figuras na estrutura do serviço público que usaram o cargo para tentar extrair vantagens. A presidente fez o que devia, que foi exonerar do cargo”, afirmou o senador, numa referência à  Operação Porto Seguro, que denunciou um esquema de venda de pareceres técnicos em favor de empresas e de tráfico de influência, envolvendo pessoas como a ex-chefe de gabinete do escritório regional da presidência em São Paulo Rosemary Nóvoa de Noronha e o ex-advogado geral da União adjunto José Weber Holanda.

O senador fez ainda uma comparação da atitude da presidente a partir das denúncias da Polícia Federal com o caso de Carlos Augusto Cachoeira, o Carlinhos Cachoeira. “Se alguém tivesse mandado parar (o esquema de Cachoeira), não teríamos demorado três anos para levar adiante as denúncias”, disse referindo-se à  CPI do Cachoeira.

Pinheiro disse que os líderes já conversaram com o governo sobre a necessidade de ministros e presidentes de agências prestarem esclarecimentos sobre as denúncias da Polícia Federal no Congresso. “à‰ uma coisa que assusta a todos nós. Pessoas que têm mandato, pessoas que têm carreira e que agem em benefício próprio ou para beneficiar outros”, comentou.

O senador elogiou ainda o trabalho da Polícia Federal. “A PF fez um trabalho importante e mostra que é um ótimo organismo de combate à  corrupção”, disse, ao deixar o ministério da Fazenda, onde esteve reunido com o ministro Guido Mantega e outros líderes da base aliada para discutir ICMS.

2 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Será que num governo que não fosse do PT, haveria tanta investigação ? Sempre falo que existe uma enorme vantagem em eleger candidatos do PT para cargos públicos. O tratamento é outro.

  2. Por que esse senador não questiona por que esses sujeitos foram nomeados depois de rejeitados pelo próprio senado, por duas vezes. Por que esse senador não diz quem são os padrinhos dessas nomeações. Por que esse senador não explica por que a Presidente só toma atitude depois que a “imprensa golpista” denuncia as falcatruagens. Se não ela deixa roubar a vontade….