“Respeito o desespero de Marcos Valério”, diz ministro Gilberto Carvalho

da Reuters, via Brasil 247

Foi o que disse o ministro Gilberto Carvalho, citado na capa de Veja desta semana como alvo de uma suposta tentativa de chantagem relacionada ao assassinato do ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel; “Nunca vi Marcos Valério, nunca falei com ele, nem por email. Não tem nada a ver. Nunca soube dessa história também de chantagem em Santo André”, disse Carvalho, que afirmou ainda desconhecer a intenção do empresário, que tenta a delação premiada e pode ser beneficiado pelo STF.

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, disse nesta segunda-feira desconhecer o publicitário Marcos Valério, apontado como principal operador do mensalão, e afirmou respeitar o “desespero” do réu, que tenta vincular o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao esquema.

Reportagem da revista Veja publicada no fim de semana diz que Valério afirmou em depoimento ao Ministério Público Federal (MPF) que Lula e Carvalho teriam sido extorquidos por um empresário que ameaçava relacioná-los à  morte do então prefeito de Santo André, Celso Daniel (PT), em 2002.

Valério foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a mais de 40 anos de prisão por envolvimento no esquema de compra de apoio parlamentar ao primeiro mandato do ex-presidente Lula.

“Nunca vi Marcos Valério, nunca falei com ele, nem por email. Não tem nada a ver. Nunca soube dessa história também de chantagem em Santo André”, disse Carvalho a jornalistas após evento no Palácio do Planalto. O ministro já havia negado conhecimento do caso em nota no fim de semana.

“Eu não sei (o que Marcos Valério está tentando com isso). Vocês devem imaginar. Tenho até que respeitar o desespero dessa pessoa”, disse ele.

Valério teria aceitado contribuir com a Justiça em troca de uma pena mais branda, segundo a reportagem da revista. A pena do publicitário ainda pode ser alterada, já que o processo de definição das penas ainda está em andamento no Supremo.

O publicitário já tentou envolver o ex-presidente Lula no escândalo em outras vezes. Carvalho classificou a tentativa como “natural”.

“O presidente Lula nunca teve nada com essa história. Está longe, fora disso completamente. Se tem uma coisa que não nos preocupa, não nos perturba é isso”, disse ele.

Carvalho negou que tenha a intenção de processar judicialmente Valério pelas acusações. “Não vou me dar ao trabalho disso. Eu tenho mais coisas a fazer.”

O ministro reuniu-se nesta manhã com a presidente Dilma Rousseff. Segundo ele, o encontro foi para discutir “coisas de governo” e que a presidente não abordou a questão do mensalão.

A cúpula petista à  época do escândalo também foi condenada pelo Supremo. As penas do ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu, do ex-presidente do PT José Genoino e do ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares ainda não foram definidas. A fase de cálculo das penas dos condenados será retomada na quarta-feira.

9 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. mais 4 anos para obama.

  2. estas bombas que os demo/tucanos/pig/marcos valerios da vida tem para soltar sobre o lula ,vai estremecer os quatro cantos da terra, e esperar para ver,vai chacoalhar os pilares de sustentacao do brasil, como as bufas que soltaram sobre o gustavo fruet, ai que meda.

  3. Esmael, matéria jornalística da revista semanal Veja, não comento, para não perder tempo. Pois, até aquele “jacaré do Parque Bariguí”, sabia ( ele sumiu ? ). que ela é “alimentada” pelo Jornalista Policarpo Jr., através do CONTRAVENTOR, “Cachoeira”. E a partir daí a Veja, repassá-as à PIG, que por sua vez nutre suas sucursais…! Chega !

  4. OS “TRAFICANTES DE INFLUÊNCIAS” – A ELITE(DEMOTUCANOS) COM OS SEUS CAPITÃES DO MATO(JUDICIÁRIO DO BRASIL)…

    domingo, 4 de novembro de 2012

    O golpe do vigário é tirar o mensalão tucano da fila, de novo

    A bola da vez.

    Marco zero pós-eleições contra o golpe paraguaio no tapetão do judiciário é não deixar o mensalão tucano ir para o fim da fila de novo, nem se deixar capturar pela surrada pauta negativa demotucana que estão tentando reciclar para 2014.

    Depois de 3 meses ininterruptos de “overdose” de notícias sobre o julgamento do chamado “mensalão”, foi só passarem as eleições com derrota da oposição e vitória do PT e PSB, para que o julgamento em si, que ainda não acabou, saísse da pauta principal.

    Os jornalistas demotucanos que falavam em novos tempos de fim da impunidade, de passar o Brasil a limpo, deveria estar cobrando o quê? A fila andar. E quem está na fila? O julgamento do mensalão tucano, cujos fatos aconteceram pelo menos 5 anos antes do petista e que prescreverá em 2014.

    Mas a imprensa demotucana já aplica o golpe do vigário em seus leitores / telespectadores novamente. Da mesma forma que pressionaram o STF para furar a fila, passando este julgamento de petistas à frente do mensalão tucano (e cronologicamente casado com a campanha eleitoral), já tratam de fazer lobby para furar a fila de novo, jogando o mensalão tucano para o fim da fila, senão a candidatura de Aécio Neves (PSDB) se evapora.

    E a estratégia destes barões da mídia é usar o nome do presidente Lula com duplo objetivo: desgastá-lo e desviar as atenções do mensalão tucano, para manter a pauta do noticiário negativo presa aos petistas, e sobretudo ao seu maior líder, o presidente Lula.

    É nessa armadilha que os lulistas não podem cair. Todos os líderes políticos aliados a Lula, seja do PT ou aliados, não podem ficar presos à pauta negativa que a oposição quer impor. Toda vez que forem perguntados sobre mensalão, devem falar que a hora é de julgar o mensalão tucano, antes que prescreva. Toda vez que perguntarem sobre delação premiada de Marcos Valério, devem responder acreditar que só atingirá tucanos, pois as investigações ficaram abafadas no período entre 1999 e 2002, entre os dois mensalões, durante o governo FHC.

    Inclusive não há o que temer. Se Valério tivesse como envolver Lula, já teria feito antes mesmo das eleições de 2006, dentro da estratégia de “sangramento”. Assim os demotucanos nem precisariam ter criado a armadilha dos “aloprados”. Com um tucano eleito (talvez o candidato nem tivesse sido Alckmin e sim Serra ou o próprio FHC, caso Valério tivesse munição forte contra Lula), um novo Brindeiro assumiria a Procuradoria Geral e trataria tudo como crimes eleitorais já prescritos, engavetando tudo. Paradoxalmente, se Lula perdesse em 2006, Dirceu, Genuíno e Delúbio também estariam livres de processos junto com Eduardo Azeredo, num grande acordão demotucano com Valério.

    Portanto ninguém precisa ter medo da verdade, porque, dentro da verdade, Lula não tem envolvimento nenhum. Resta lutar contra a mentira, inclusive na quimera (como bem definiu o ministro Fux do STF) contida dentro e fora dos autos da Ação Penal 470. Mas sem cair na armadilha de ser capturado pela eterna pauta oposicionista do mensalão de 2005, em vez de cobrar o julgamento do ocorrido em 1998 e do mensalão ainda oculto de 1999 a 2002.

    • Esmael leia os comentários dos paulistanos.

      Dimas Antonio Granado de Pádua

      05/11/2012 “¢ 14:25 .A explosão de violencia na cidade de São Paulo so pode ter uma razão:o acordo PCC-PSDB.Um governo que faz o que o governo de SP fez em Pinheirinho espezinhando os mais basicos direitos da pessoa humana para atender aos interesses de um notorio bandido como Naji Nahas,certamente faz acordos com uma organização criminosa como o PCC.E não estou lançando uma hipotese,mas relatando um fato
      ————————–

      Yacov

      05/11/2012 “¢ 16:21 .Os tucanos falam grosso com o povo do PINHEIRINHO e da CRACOLÂNDIA, com professores em greve e com manifestantes em geral, mas falam fininho com o PCC”¦ Como diria Hebe: Eles são uma graxinha, não!?

      “O BRASIL PARA TODOS não passa na gLOBo ““ O que passa na gloBO é um braZil-Zil-Zil para TOLOS”

      ————————–

      Flavio Moreira

      05/11/2012 “¢ 14:58 .Edu, a situação é grave.
      Aqui no trabalho os garotos que fazem os serviços externos vem de regiões distantes da cidade e relatam que o toque de recolher impede qualquer um de estar na rua após as 22h.
      Em locais em que faltam opções de lazer os jovens precisam ficar dentro de casa no fim de semana, para não correrem riscos. Há o desespero das famílias na tentativa de proteger seus filhos dessa violência institucionalizada, mas como garanti-la? O descaso do governo estadual continua sendo solenemente ignorado pela mídia. Só quando o cerco se fechar sobre os mais ricos é que vão se manifestar?
      Abraços

      ———————————-

      Levinson Santos

      05/11/2012 “¢ 15:02 .Isso ainda é TAMBÉM, consequência daquele acordo que o Serra quando assumiu o governo estadual de São Paulo, fez com o Marcola, indo inclusive até a penitenciaria onde estava o chefão para fazer o acordo
      ———————————-

      Douglas Otaviani Tôrres

      05/11/2012 “¢ 15:06 .Pobre população paulistana,por causa de politicagem,do mais baixo nível,em que a vida humana não tem valor,desde que se preserve os seus capos,afilhados.lastimavel e revoltante.

      ————————————-

      ari alves

      05/11/2012 “¢ 15:29 .Abre lá o blogue do Josias de Souza e vê sobre o que ele tá falando ““ mensalão (do PT, claro).
      Você acha que jornlistas da Folha, Veja, Estadão e Globo vão falar mal do governo de Geraldo Alckmin? São os tucanos que salvam os contracheques dessa gente; é a dinherama de assinaturas de revista e jornais, sem licitações, que mantêm essa gente calada.

      ———————————————–

      Roberto Locatelli

      05/11/2012 “¢ 15:55 .Mesmo que essa violência chegue aos bairros “nobres”, Alckmin será poupado. Nesses bairros, os moradores contratam seguranças particulares que vigiam ruas e, em alguns casos, são contratados por uma só família. Eles não precisam do estado para nada, por isso são a favor do estado mínimo.

      Quanto ao acordo entre Alckmin e o PCC, ele perdurava até há pouco. Era um acordo do tipo: “vocês não entram nos bairros “˜nobres”™ e nós não atrapalhamos os “˜negócios”™ de vocês”. Só que alguma coisa aconteceu. Não sei se os “negócios” do PCC estão decaindo e eles precisaram fazer assaltos em bairros nobres. Ou talvez a PM, inadvertidamente, tenha entrado em confronto com membros do PCC. O fato é que a guerra entre as duas organizações (PCC e PM) está violenta. O povo da periferia está no meio do fogo cruzado.

      Há uma pressão para que Alckmin adote a política exitosa das UPPs em SP. Por mais que tenha havido erros, há de se reconhecer que o povo do RJ está satisfeito, em sua maioria. Só que há um problema: as UPPs eliminariam os incêndios criminosos em favelas, incêndios esses que interessam aos especuladores imobiliários pelo alto preço do m2 de várias favelas. Por uma incrível coincidência, Kassab é corretor de imóveis. Então, UPP em SP, nem pensar. A elite prefere a guerra. Afinal, os bairros “nobres” estão protegidos por seguranças particulares.

      ———————————

      Roberto Locatelli

      05/11/2012 “¢ 16:54 .Na Ilha da Fantasia não se pode falar o nome “PCC”. Alckmin proibiu. O certo é “facção criminosa que age dentro e fora dos presídios”. Inevitavelmente me lembro da série Harry Potter, na qual o nome do vilão nunca era mencionado. Para se referir a ele, todos diziam “você sabe quem” ou “aquele que não se diz o nome”.

      ————————————————–

      JB Costa

      05/11/2012 “¢ 19:22 .Não vem que não tem, camarada. A Segurança Pública é de responsabilidade do ente federativo chamado ESTADO, e não da prefeitura. Esta apenas coopera dentro do seu arco de responsabilidades, O que temos hoje é uma ignominiosa omissão da imprensa com referência ao verdadeiro desastre que tem sido os governos tucanos aí em São Paulo, máxime na área sob comento.

      ——————————————–

      Heidi Maria

      05/11/2012 “¢ 17:57 .Edu,

      Cansei de ouvir dos tucanos: “ O PCC NÃO EXISTE” , e só no Rio tem traficante, só no Rio tem confusão e agora percebi que eles se referem ao Rio Tietê.
      Deus tenha pena dos paulistanos.

      ——————————

      Belmiro Machado Filho

      05/11/2012 “¢ 18:20 .Todas essas mortes tem que estar na conta do consórcio máfio-mediático-tucano. O PIG acoberta a incompetência dos governantes tucanos há muito tempo. Infelizmente sómente em 2014 poderemos dar um basta nesse estado de coisa. A inépcia do governador chega as raias do deboche.

      ————————————————

      Marco Galo

      05/11/2012 “¢ 18:05 .Quero deixar um recado para alguns IM BECIS INESCRUPULOSOS:

      Srs. ARNALDO JABOR, SILAS MALAFAIA, WILLIAN BONNER, ALEXANDRE GARCIA, RENATO MACHADO, BORIS CASOY, MERVAL PEREIRA, REYNALDO AZEVEDO E TODOS OS OUTROS “JORNALISTAS” E COMENTARISTAS VAGABUNDOS, vocês não farão nenhuma crítica ao que está acontecendo em SP ?
      Não soltarão seus comentários venenosos e inescrupulosos contra o Governador Alckmin ? Não falarão sobre a total ausência de política pública para a Segurança em SP ?

      Vocês todos são uns VAGABUNDOS a serviço da pior Quadrilha que existe no Brasil.

      ————————————–

      Regina Braga

      05/11/2012 “¢ 19:01 .Enquanto o Pig blinda os demotucanos”¦A Veja quer condenar o Lula.Imagine se fosse o PT? O pig teria pedido intervenção para as Forças Armadas.Mas como é o Alckmin”¦tudo bem,o povo pode continuar morrendo.

  5. AGORA A PALAVRA DO ANTES INIMIGO NUMERO UM DO BRASIL, VALE, AFINAL, VEJA,GLOBO,GLONEWS,ESTADÃO,FOLHA DE SP, QUEREM DESTRUIR O PREISDENTTE LULA/DILMA/PT.

    O LULA A DILMA EO PT, NÃO SÃO SANTOS,MAIS E OUTROS JUNTOS COM OS DEMOS,TUCANADA, E OS LIMPINHOS(PPS), SÃO NESFASTO PARA O BRASIL.

  6. “O governo do PT não é hipócrita, é que o Judiciário do Brasil e os Barões da Mídia(RPC/Gazeta do Povo, FSP, Globo, Veja…)l são coniventes com um sistema político corrupto das suas elites.” Leia-se OS DEMOTUCANOS e, eles estão querendo voltar através de um Golpe de Estado, usando o Judiciário Brasileiro como muleta – como aconteceu em Honduras e mais recentemente no Paraguai – agora eu pergunto será que eles já combinaram com o povo e o Exército Brasileiro?

  7. Valério quer contar o que ? Que ele é um safado ? que ele merece os anos de cadeia que está pegando ? que fez trambiques ? Tenta prejudicar outros achando que o sistema pode lhes ajudar ? Ele pode falar mesmo depois da sentença concluída e preso. Mas quando falar que fale logo, acho que esse careca nunca falou nada que a INVEJA não tenha inventado.