Requianistas preveem disputa embolada! pelo governo do Paraná em 2014

Gleisi Hoffmann (PT), Beto Richa (PSDB) e Roberto Requião (PMDB).

A tropa de choque do senador Roberto Requião, que está enfronhada na disputa pelo diretório estadual do PMDB, cuja eleição será no próximo dia 15, prevê um cenário embolado! na disputa pelo governo do Paraná em 2014.

Requião quer garantir a presidência da legenda para se candidatar a um quarto mandato ao Palácio Iguaçu. Ele concorre à  direção do partido com o ex-governador Orlando Pessuti e com o deputado Luiz Cláudio Romanelli.

Segundo os estrategistas do senador peemedebista, em um cenário eleitoral no qual se consolide as candidaturas da ministra Gleisi Hoffmann (PT) e Beto Richa (PSDB), Requião partiria de um patamar entre 25% e 30% das intenções de voto; o tucano e a petista também começariam a corrida com índices parecidos, entre 25% e 30%.

A disputa pelo governo do Paraná, em 2014, será embolada, muito parecida com a disputa pela prefeitura de Curitiba, em 2012, onde qualquer um dos três postulantes poderá ficar de fora do segundo turno!, analisam os requianistas, que esperam contar com o recall! (lembrança) das três gestões anteriores do ex-governador do PMDB.

19 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Defendo a ideia de que todos os partidos (quase 30) deveriam ter candidatos obrigatoriamente nas eleições majoritárias. Assim teriam que usar os minutos ou segundos que lhes são oferecidos “graciosamente” pela Justiça Eleitoral e não vendê-los a peso de ouro como atualmente ocorre. Em tempo: acabar tbém com as coligações.

  2. A Kely tem razão, o Ratinho jr é forte, um dos motivo que perdeu a prefeitura foi a traição da Gleise e do Paulo Bernardo que não retribui o apoio de 2010. OS DOIS PISARAM NA BOLA EM NÃO APOIAR O RATINHO JR.

    • O que fez o Ratinho perder a eleição no segundo turno foi o apoio branco que recebeu do Beto Richa e do Ducci… De onde você tirou esta hipótese de que o Paulo Bernardo e a Gleisi traíram o Ratinho se os mesmo declararam apoio desde o começo ao Fruet?

  3. Sou mais Requião sem sombra de dúvidas!!!!

  4. Penso que Requião deverá cumprir um papel parecido com o que foi o do candidato do seu partido pela prefeitura de Curitiba.
    O PT agradece, pois o provável lastro que sobraria para explorar seria o dos pequenos municípios, tradicional reduto do velho de guerra. Com isto, o prenúncio de novas turbulências no centro cívico.
    Vamos aguardar novas promessas em relação ao pedágio e ver se até lá alguém se propõe a resolver as barreiras comerciais impostas ao Paraná em função da Febre Aftosa. Problemas e prejuízos que se acumulam há anos.

  5. Desses citados so confio em Requião que já mostrou que sabe Governar e defender os interesses do povo Paranaense.

  6. NESTA BRIGA TAMBÉM TEM O RATINHO JR QUE DEVE SER CANDIDATO , E CONSEGUE SEUS 25 A 30%.

  7. Senador Requião, o senhor perdeu para o tremendo ficha suja do Mário das Dores Roque, o qual contra a sua vontade derrotou-o na justiça e manteve-se Presidente do PMDB de Paranaguá e foi eleito com cerca de 35.000 votos de iludidos parnanguaras, demonstrando que o aguerrido Requião está ficando sem garras e sem dentes. Se perde para um medíocre filiado do PMDB que foi apoiado pelo Beto Richa, vai ganhar de quem?
    Proponho que o PMDB lance o nome de Mário Roque para candidato a governador em 2014. Se consegue derrotar Requião, enganar a justiça criminal e eleitoral e ainda um terço do eleitorado esperto de Paranaguá, com certeza é o candidato septuagenário perfeito para governar o Paraná.

  8. O único que não tem chance nenhuma é o playboy.

  9. O GOVERNADOR BETO JA PROMETEU AO SR TRAIANO QUE ELE SERA O PROXIMO PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA E ROSSONI PARA O SENADO.
    SO FALTA COMBINAR COM O POVO PARANAENSE.

  10. Para que Gleisi realmente tenha chance, precisa demonstrar que tem força no Governo Federal para representar os paranaenses. E, para tanto, precisa batalhar e conseguir o TRF do Pr e a nomeação de um paranaense de nascimento para o STF na vaga de Ayres Britto que são dois anseios justos e merecidos de todos nós paranaenses!!!!

    • A Gleisi não fará nada pelo Estado, até mesmo para que o mérito não recaia sobre o atual governador. A Gleisi não tem a mínima chance em uma disputa direta com o Beto Richa, e como diz o Ciro Gomes: “ela é fraquinha”!

      • A atribuição de um Senador(a) é legislar em favor do país (Brasil), embora tenha sido eleita pelo Paraná, não cabe a ela, ainda mais licenciada e ocupando o Ministério de maior relevância da República, governar em nome do Governador do Paraná que, passados dois anos de governo, ainda não sabe a que veio, tá mais perdido que cego em tiroteio… E quem é o Ciro Gomes para falar alguma coisa, tá tentando aparecer nada mais que isso, foi ministro no Governo Lula cuja maioria dos ministros corruptos foi defenestrados pela Dilma. Ele que fique quieto para não sobrar para ele já que tem teto de vidro…
        Fraco por fraco, o Requião fez um governo fraco e o Beto teria que ser um governo mediano para ser considerado um bom governo e nem isso ele está conseguindo ser.

  11. Concordo com o comentário acima citado, porém espero que Requião ganhe pois a copel só passou uma idade de trevas assim com o governo do Lerner, cujo o atual governador segue a mesma linha de idéia, espero que o governador reabra as negociações logo e procure melhorar um pouco sua imagem junto ao povo paranaense.

  12. Caso saiam os três para a disputa, só haverá uma certeza: BETO RICHA não se reelege!

    • Sei não justiceiro… acredito que para a esquerda este seria o pior cenário possível, pois a esquerda ficaria dividida e o Beto Richa está muito fortalecido nas principais cidades do interior do Estado. Discordo da analise feita por parte dos PMDBista e dos PTistas, é só ter um pouco de noção para se chegar a um denominador comum.

      Se em 2014 houverem mesmo estes três candidatos, o Beto engole os dois com folga!

      • Tá bom. Quando o Beto fizer uma análise séria do seu desempenho no Governo do Estado não vai nem querer ser candidato, pois tem se mostrado um péssimo estrategista político e ainda pior no campo da administração pública. Tá morto politicamente e se se candidatar ao Senado corre sérios riscos de ficar sem mandato. O Beto só ouve os puxa sacos que não entendem nada de política e está administrando o estado como se administra, da pior maneira possível, uma empresa familiar.

  13. A HISTORIA VAI SE REPETIR.
    REQUIAO E GLEISE PARA O SEGUNDO TURNO.
    AI SO DEUS SABE.