Obama é reeleito presidente dos Estados Unidos

Compartilhe agora!

por Rodolfo Borges, de Miami, para Brasil 247

Com pelo menos 303 votos do colégio eleitoral, o presidente Barack Obama permanece na Casa Branca pelos próximos quatro anos. “Permanecemos como mais do que uma coleção de estados vermelhos e azuis. Somos, e sempre seremos, os Estados Unidos da América”, disse o presidente reeleito em seu discurso da vitória; relato do enviado especial Rodolfo Borges.
Concorrendo contra uma das maiores crises econômicas já enfrentadas pelos Estados Unidos, o presidente Barack Obama consegui se reeleger na noite desta terça-feira. A população mandou um recado ao presidente pelas urnas, contudo: a votação apertada (de 50% a 49%) confirma a impressão de que os americanos não estão tão satisfeitos assim com o governo do presidente.

Obama levou grande parte dos estados-chaves que estavam em disputa, entre eles, Pensilvânia, New Hampshire e Ohio, cuja definição favorável aos democratas determinou o fim da disputa. O desempenho de Obama também surpreendeu na Flórida, onde as pesquisas davam pequena vantagem a Romney. Na madrugada desta quarta-feira, o democrata somava 303 votos no colégio eleitoral, quando precisava de apenas 270 para ser reeleito.

Pouco depois de as televisões anteciparem o resultado da eleição, o presidente agradeceu aos eleitores pelo Twitter e postou uma foto dele abraçado à  primeira-dama, Michelle: “Nós estamos todos juntos nisso. à‰ assim que nós fizemos campanha, e é assim que somos”. “Mais quatro anos”, escreveu o presidente, com um link para a foto que segue abaixo.

Obama abraça Michelle.
à€ 1h desta quarta-feira (3h no horário de Brasília), Romney discursou para dizer que ligou para Obama e o congratulou pela vitória. Ele agradeceu à  esposa, Ann, dizendo que ela seria uma ótima primeira-dama, e disse que continuaria trabalhando para o bem do país. “Acredito na América, acredito no povo da América. E concorri à  presidência porque me preocupo com o país”, discursou o republicano, que agradeceu o apoio dos colaboradores.

Os últimos esforços de campanha de Romney acabaram se mostrando em vão. Obama ganhou em Wisconsin, na Pensilvânia e em New Hampshire. Na semana passada, Romney visitou Wisconsin, Estado de origem de seu vice, Paul Ryan, e passou pela Pensilvânia nesta terça-feira, esperando conseguir uma vitória surpresa.

“Obrigado por acreditarem até o fim”, disse Obama, quarenta minutos depois de Romney admitir a derrota, durante seu discurso de vitória. “Quero agradecer cada americano que votou nesta eleição”, completou o presidente. Ele disse que deseja sentar com o republicano para conversar sobre soluções para o futuro dos Estados Unidos e agradeceu seu vice, Joe Biden, e sua mulher e filhas.

“Somos uma família americana, e nos levantamos e caímos juntos como uma nação, como um povo”, discursou o presidente reeleito. “Permanecemos como mais do que uma coleção de estados vermelhos e azuis. Somos, e sempre seremos, os Estados Unidos da América”, completou, para delírio dos eleitores.

Definição

Apenas um quarto dos americanos que foram à s urnas repeliram a reforma de saúde proposta pelo presidente e aprovada pelo Congresso, tema de polêmica durante toda a campanha. Outros 25% se posicionaram contra apenas parte da lei, quanto metade dos votantes apoiou-a integralmente. Outro tema considerado crucial nessa campanha por grande parte dos americanos foi a economia, que não andou bem no governo de Obama.

O desemprego era o problema dominante na opinião dos americanos que foram à s urnas nesta terça, segundo pesquisas da CNN. Dos eleitores consultados sobre o que “mais preocupa pessoas como você”, 40% mencionaram o desemprego, 37% falaram na alta dos preços, 13% em impostos, e 8% no mercado imobiliário. Cabe ao presidente continuar lidando com esses problemas durante os próximos quatro anos.

Compartilhe agora!

Comments are closed.