Mostre as algemas, Zé Dirceu!

Condenado, sem passaporte e prestes a ser sentenciado a uma das mais duras penas da história judicial brasileira, José Dirceu não tem alternativa a não ser exibir, com orgulho, as algemas preparadas por Joaquim Barbosa, assim como fez quando foi preso pelo regime militar; leia o texto inédito do poeta Lula Miranda, exclusivo para o 247.

por Lula Miranda, via Brasil 247

Foi o que teria dito a José Dirceu, em Setembro de 1969, um dos presos políticos naquele histórico momento de resistência à  ditadura militar em que 15 prisioneiros do regime de exceção e arbítrio, que se instaurara no Brasil, foram libertados em troca do embaixador americano !“ na fotografia aparecem 13, apenas uma mulher.

Exceção e arbítrio. Palavras malditas. Palavras-emblema de tempos sombrios.

Segundo relato de Flavio Tavares, hoje jornalista e escritor, ele teria sussurrado aos companheiros na ocasião: Vamos mostrar as algemas!. Fez isso num insight de momento! ao notar que os presos que estavam ali perfilados, alguns agachados, como um time de futebol campeão, numa forçada pose para uma foto que viria a se tornar histórica, escondiam as algemas. E por que escondiam as algemas aqueles jovens? Talvez por vergonha. Talvez porque estivessem preocupados em como aquela imagem poderia machucar ainda mais seus familiares e parentes mais próximos. Ou talvez, simplesmente, porque já estavam por demais combalidos e abalados moral e emocionalmente para se preocuparem com aquele peculiar adereço do arbítrio. Não se sabe ao certo, tampouco importa. Mas, insistiu Tavares, naquele insight! que, ao contrário,em vez de esconder, as exibisse.

Mostre as algemas, Zé! Exorto-lhe nos dias que correm hoje. Dias de incipiente e vilipendiada democracia.

Na foto, podem verificar, percebe-se nitidamente o Zé Dirceu exibindo, intrépido, as malditas algemas.

Eu que não fui amigo daquele jovem idealista algemado de outrora, tampouco conheci o suposto homem todo-poderoso! do governo; logo eu que o combati na disputa política, até com palavras duras, eu que nunca o vi mais magro, ouso lhe fazer a mesma súplica: Mostre as algemas, José Dirceu!

Não tenha vergonha de nada; tenha orgulho. Você ainda será, por vias transversas, um preso político. Sim, orgulho! Em que pese a maledicência covarde daqueles que, assim como naqueles dias sombrios de 1969, hoje lhe apontam o dedo, xingam e condenam. São os mesmos !“ imortais!, eternos! porta-bandeiras da (falsa?) moral. Ora se são!

Mostre as algemas, Zé!

Exiba a todos, daqui e para o resto do mundo! Mostre a todos o que se faz aqui no Brasil a homens como você, que prestaram valorosos serviços à  pátria; que lutaram com destemor pela ditadura; que ajudaram a eleger o Lula; que empenharam a sua vida e juventude no afã de mudar um pouco a feia face desse país tão injusto com seus filhos, ajudando a implantar políticas públicas que tiraram milhões da miséria e do desalento.

Mostre a p* dessas algemas, cara! Para o bem e para o mal. Para o orgulho dos amigos e regozijo dos inimigos.

Confesso que esperava que o julgamento do STF fosse emblemático!, justo. Não justo! pelo mesmo metro, critério ou premissas! com que a imprensa insuflou e ensandeceu as galerias. Mas justo de verdade!: que fossem condenados os culpados, aqueles que tivessem suas culpas efetivamente comprovadas. Sim, que fosse uma firme sinalização rumo ao fim da impunidade no Brasil. Mas não foi isso exatamente o que se viu. Não foi isso que testemunhamos. Houve erro e exagero. Do Supremo. Da mídia grande em geral. Uma caricatura. Entre erros e acertos, a injustiça foi soberana.

Os ministros demonstraram-se, desgraçadamente, um tanto tíbios, vaidosos e suscetíveis à  pressão e clamor da turba, de modo irresponsável manipulada e insuflada pela opinião publicada.

Você foi condenado sem provas. Isso é fato, irretorquível. Foi condenado sem provas, repito. Foi condenado com base em suposições e suspeitas, com bases em capciosos artifícios! jurídicos, tais como a hoje célebre teoria do domínio do fato!. Uma excrescência, uma espécie de licença poética! do golpismo !“ com o perdão dos poetas, por aqui aproximar as palavras poética! e golpismo!.

Eu poderia achar! que você era culpado. O meu vizinho poderia achar que você era culpado. O taxista poderia achar. Todo mundo poderia achar! que Zé Dirceu era culpado. Mas um juiz, seja do Supremo ou de 1!ª instância, não pode, em absoluto, achar! que você ou qualquer outro é culpado. Isso é uma ignomínia !“ como você tem se cansado de dizer, reiteradas vezes, em suas manifestações. Não nos cansemos de, indignados, exclamar: uma excrescência, uma ignomínia!

Zé, mostre as algemas! Elas são o espúrio troféu que lhe ofertam os verdugos!

Nunca pensei em sair do meu país, Zé, agora já penso com carinho e desconforto nessa possibilidade. Como posso viver num país em que minhas garantias fundamentais de cidadão não são respeitadas?!

Que país é esse?! Que Justiça é essa?!

Quebrou-se a pedra fundamental de toda nossa estruturação jurídica: a presunção da inocência. Em seu lugar colocaram a presunção da culpa. Parece piada, de mau gosto, decerto, mas não é. Como já disse antes, repito: não se é permitido fazer graça com a desgraça alheia. E sua vida foi desgraçada, Zé.

Mostre as algemas!

Veja bem, se você !“ insisto, reitero !“ um homem que tantos serviços prestou ao país, um homem respeitado por intelectuais, políticos e autoridades do mundo todo foi enxovalhado dessa maneira, submetido à  execração pública pela mídia. Desonrado, chamado de quadrilheiro!, mensaleiro!, ladrão!, o que fariam com um poeta marginal! como eu? Um homem qualquer, sem galardão algum, sem cânone, sem mérito. Parafraseando certa atriz de cenho angelical, namoradinha! desse mesmo Brasil: tenho medo.

Não sei que monstro o STF e a grande imprensa estão ajudando a criar. Mas uma coisa eu lhe asseguro: é assustador.

Para aqueles que, sem questionar, acham justa a sua condenação e prisão eu pergunto; para os inocentes úteis! que aceitam sem titubear esses consensos forjados e essas verdades absolutas que a grande mídia sopra, todos os dias, em nossas consciências nos telejornais e nas manchetes dos jornais estampadas nas bancas; faço-lhes a pergunta que não quer calar: por que criminalizam e prendem somente os petistas e mais alguns mequetrefes! da chamada base aliada! do governo Lula?

Por que essas práticas de sempre na política, hipocrisia à  parte, agora ilícitas! e criminosas!, só são permitidas aos de sempre!? Por que os sessenta e tantos investigados no chamado mensalão mineiro! [não é tucano?!] não foram acusados/denunciados? E não serão jamais !“ pois para estes o crime é eleitoral; é caixa 2, já prescreveu [Dois pesos, dois mensalões! !“ by Jânio de Fritas]. Já quando são petistas os agentes da ação… é corrupção; é golpe!; são práticas espúrias!, criminosas! de um partido, digo de uma quadrilha!, em sua sanha de se perpetuar ad eternum no poder!. Não, essas palavras não vieram da tribuna do Senado ou da Câmara dos Deputados, não saíram da boca de algum político da oposição, mas !“ pasmem! !“ foram proferidas por ministros do Supremo. Por ministros do Supremo, repito! Juízes na Ação Penal n!º 470. Vejam a que ponto chegamos!!!

Mostre as algemas, Zé! Mostre as algemas!

Essas tais práticas ilícitas! ou criminosas! não deviam ser permitidas a ninguém – não é mesmo? A Justiça não deveria ser igual para todos?!

Qual a resposta a esse singelo por quê?

Por que só os petistas são condenados, execrados e presos?

A resposta também é simples: para que o poder permaneça nas mãos dos “de sempre”, nas mãos dos eternos donos do poder!. As chamadas regras do jogo!, até as bastardas, servem apenas para a parte podre das nossas elites; quando é para os do lado de cá! aí deixa de ser regra do jogo!, passa a ser crime; práticas espúrias!; compra de voto!.

Faço um singelo convite a todos: vamos pensar o país, no qual a gente vive, um pouco além da hipocrisia, do partidarismo, do “falso moralismo” e dos “manchetismos grandiloquentes” de uma imprensa que serve aos interesses de determinada classe social e ideologia. Mais temperança e equilíbrio aos juízes Supremos e nem tão supremos assim, o chamado cidadão comum!.

Não podemos nos dobrar a esse estado de coisas. Não podemos nos calar e assim sermos cúmplices e testemunhos silentes dos erros dos tribunais. Repito: o Supremo exagerou; a mídia exagerou.

Quadrilha?! Onde? Compra de votos?! Penas de reclusão superiores a 30 anos! Há aí um nítido erro na tipificação dos crimes, nas condenações e exagero na dosimetria das penas. O que é uma pena. Pois isso poderá até favorecer aos condenados, pois essas condenações injustas e essas penas exageradas certamente serão revistas algum dia, por esse ou por outro tribunal. Espero, sinceramente, que sejam revistas por esse mesmo colegiado, pois ali também estão homens de valor. E que essa vergonha, esse grave equívoco não se perpetue.

Nesse momento, só me resta dizer…

Mostre, com orgulho, as algemas, José Dirceu!

*Lula Miranda é poeta, cronista e Economista. Foi um dos nomes da poesia marginal na Bahia na década de 1980. Publica artigos em veículos da chamada imprensa alternativa, tais como Carta Maior, Caros Amigos, Observatório da Imprensa, Fazendo Média e blogs de esquerda.

42 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. O fato é simples. Eles roubaram o Brasil. E sim vão o para a cadeia. Agora só falta o chefe da quadrilha.

  2. #Mostre as algemas Ze Dirceu!

  3. Ainda tem gente que defende criminosoS e insulta a nossa justiça. Cadeia para os ladrões da pátria.
    CANA NELES SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA.

  4. Um bandido que merece ir para cadeia, um corrupto descarado e uno seu proprio texto tenho que concordar com um trecho:

    Exiba a todos, daqui e para o resto do mundo! Mostre a todos o que se faz aqui no Brasil a homens como você, que prestaram valorosos serviços à pátria; que lutaram com destemor pela ditadura;

    Ele lutou mesmo contra a ditadura de direita para tentar instalar uma de esquerda, é um fascínora que merece o desprezo da sociedade e o rigo da lei colocando-o no lugar que bandidos como ele tem que ficar.
    Na CADEIA

  5. Bom o texto, mas houve alguns equívocos, como, por exemplo, no ultimo parágrafo, quando diz: “…pois essas condenações injustas e essas penas exageradas certamente serão revistas algum dia, por esse ou por outro tribunal.”
    A partir do momento que uma ação é tramitada e julgada pelo STF, não pode se revista por outro tribunal a não ser por ele próprio (STF), pois ele é a instância maior do poder judiciário, não existe possibilidade de recurso.

  6. bom o texto, mas no ultimo parágrafo houve um equívoco, quando diz: “…pois essas condenações injustas e essas penas exageradas certamente serão revistas algum dia, por esse ou por outro tribunal.”
    A partir do momento que uma ação é julgada pelo STF, não pode se revista por outro tribunal a não ser por ele próprio (STF), pois ele é a instância maior do poder judiciário, não existe possibilidade de recurso.

  7. Cheguei neste blog por acaso mas achei a discussão interessante…
    Vivi a ditadura militar e a falta de liberdade e a crueldade são realmente insuportáveis. No fim dos anos 70, ainda procurava por amigos presos nas delegacias..
    Coloquei minha filha numa escola que não deixasse esquecer esses tempos para que ela jamais quisesse uma ditadura: fosse ela militar ou comunista. (sim, ambas são ditaduras..)
    Porém, abomino a atitude de José Dirceu: dissimulado, mentiroso e arrogante.
    Conheço, inclusive, vários PTs “de carterinha” que deixaram de ser PT por vergonha de tanta corrupção. Sim, porque eles não tinham o direito de se corromperem depois de todo aquele discurso democrático.
    Esperávamos do governo Lula a maior lisura e fomos pegos de surpresa com tanta mentirada.
    Também acho que o caráter de uma pessoa não é definido pela sua posição política: tenho excelentes amigos de direita, centro e esquerda… E é aí que se define a democracia: cada um pensa como bem entender.
    Portanto, os PTs ou os Tucanos que criticam a maneira de pensar dos oponentes são simplesmente ridículos.
    O melhor, nos dias de hoje, é não ter partido: votar no candidato que achar mais coerente e íntegro. Tenho encontrado isso atualmete no PSOL.

    • Concordo em gênero, número e grau com a sua opinião mas, eu vejo nesses partidos como PSOL, PSTU e outros, a mesma imagem do PT de antigamente sempre pregando a ética política, discordando disso ou daquilo, que na realidade era apenas uma manobra para chegar ao poder.

  8. Justiça, ao meu ver, é que todos estejam submetidos as mesmas regras e tenham os mesmo direitos, independente de partido, cor, posição social ou religião. O que tá difícil de se ver neste Brasilzão!

    Tem que prender todo mundo!

    – Mas, em um país, nascido da exploração, da escravidão e onde tantos desnudam as costas para receber chibatadas, vai ser difícil ver a globo, os seguidores de acm e alguns picaretas que nutriram ódio ao PT, ou porque perderam a boquinha, ou porque detestam ver a oportunidade chegar para os menos favorecidos, defenderem a prisão e condenação de Arruda, de Demóstenes Torres, de Agripino Maia, de Arthur Virgílio, César Maia, e tantos outros políticos que se envolveram em falcatruas e caixas dois…

    Mais vamos lá! – Mostre as algemas Zé! Afinal, a indicação do “Batman” – Joaquim Barbosa, foi feita por LULA! Antes porém de 2003, não se havia registros de indicações independentes ao STF, que não se classificasse por credo, raça ou ascessão social e, que pudesse transfomar a justiça em soberana! – Quero ver O STF imperar da mesma forma aos políticos do DEM e PSDB e quero entender que todos devam mostrar suas algemas, não por orgulho do ílicito que cometeram, não por suas sombras do passado! Quero ter esperanças que estas algemas possam circular nos braços dos corruptos, que ajudaram a FHC e sua casta de políticos sujos a afundar o país, criar milhões de miseráveis e a vender nossas riquesas a preço de bananas.

    Vai lá!

  9. CARTA CAPITAL regozija-se agora com a realização do próximo grande julgamento do STF, o do Mensalão Mineiro.

    Joaquim Barbosa e seus pares, não serão mais xingado pelos lulistas.

    O STF deixará de ser tribunal de exceção, tribunal da Inquisição…E todas as penas atribuidas aos tucanos e assemelhados condenados, teriam que ser revistas – para mais, onde já se viu…

    Como o torcedor fanático do Corintians, o meu cunhado Baltazar, lá de Santa Isabel do Ivai – O maior produtor de abacaxi do Sul brasileiro!

    Se o Corintians ganha com a ajuda do Juiz, “…não interessa, o que vale é o placar”. Se perde, pela mesma razão: “…o pênalti foi roubado”.

  10. FUNALIZAÇÃO
    Chega de fulanizar o julgamento. Não foi o Joaquim Barbora que condenou ninguem,. Foi o STF, cuja maioria dos Ministros foram indicados no governo Lula e Dilma. Se fossem a maioria do governo anterior, a choradeira seria maior.

    Se errou, foi condenado, tem que pagar… não tem que ficar se fazendo de vítima. Não fui eu, nem ninguem dos brasileiros que namipulava as decisões do governo e influenciava as votações do Congresso Naiconal a peso de dinheiro, dinheiro não seu (do zé disrceu), mas dinheiro do governo, desviado.

  11. se esse carro que voceis chamam de maluco ,ele falasse que nessa epoca de 69, curitiba era uma cidade com 300 mil habitantes !

  12. o stf apenas manda algemar um corpo ,mas a personalidade ninguem pode algemar. essas pessoas terão mais facilidade de provar ,se são nocentes ,ou inocentes. mas logo gente do psdb ,e da veja vão pro mesmo lugar . temos ministro no stf????????????????????????????????????????????????

  13. Não sou tolo. O julgamento da AP 470, serviu para mostrar o lado capcioso de um grupo de juízes fracos, cujo verecdito baseou-se, em presunções do tipo: a meu ver, é sensível etc.. Me chama que eu vou. O Joaquim Barbosa, é mal educado e não respeita seus páreos.

  14. Quisera eu fazer meu comentário mas me faltam as palavras.
    Mas consigo dizer embora com um nó na garganta.
    Obrigado Lula Miranda
    Com certeza o Zé leu teu poema e abraçando seus familiares chorou.

  15. Bem, na sua Carta Capital, Mino anuncia o início do julgamento do mensalão tucano.

    Dai vai acontecer o seguinte: Os juízes do STF que condenarão com certeza os culpados – ótimo, serão justos, coerentes, inteligentes o que não são agora por condenarem a turma do Zé Dirceu, agente das ordens de O Chefe.

    Parte da Imprensa foi rotulada pelo petismo de PIG dita como motivadora das “perseguições aos envolvidos na Ação Penal 470, o Mensalão Marcosvaleriano”. Dai, os envolvidos no Mensalão Mineiro serão escrachados pela mídia alinhada à situação, à frente, Mino.

    Equação simplicíssima.

    Que se encanem todos!

  16. Bandido com roupagem de lider da democracia.
    Talvez em Cuba, China, Coreia do Norte o ZE fosse Heroi, aqui com sabedoria foi condenado por ser quadrilheiro, ladrao …

    Mas, calma povo brasileiro que trabalha por um tostao… o cara vermelho nao pagara por seus crimes… nao existe cadeia para um homem como o Ze, que de honesto nada tem.

    Todos sao culpados … menos ele … todos estao errados… menos o Ze.

  17. Triste ver alguns comentários feitos aqui. Esses comentaristas ficariam melhor alojados no blog do blogueiro da Veja, o “Chapeludo de Dois Córgo”.

    Triste por ver gente que se presume informada não entender o que de fato aconteceu no STF, e o que isso significa para o cidadão comum.

    No STF houve um julgamento de fazer inveja a Inquisição Espanhola ou Portuguesa. A tal “teoria do domínio do fato” carrega em si um perigo: não se precisa mais de provas para punir ninguém no Brasil (o STF criou essa jurisprudência).

    Há tantos erros no julgamento do tal “mensalão”, que se eu fosse o Zé Dirceu (ou qualquer outro réu) recorreria à Corte Internacional de Direitos Humanos. O que o STF fez foi uma piada, do ponto de vista jurídico.

    Aos comentaristas que não conseguem entender que o STF abriu a “caixa de pandora”, ficam meus pêsames, pois deveriam ler mais, se informar mais antes de virem aqui postar bobagens.

    Para finalizar: não se devem discutir pessoas, mas sim princípios. E alguns princípios basilares do estado democrático de direito (como a presunção de inocência) foram conspurcados. Resta a quem ainda tem alguma lucidez, que não se deixa influenciar pela grande midia, tentar explicar para as pessoas ao seu redor o que ocorreu de fato. Quem sabe consigamos salvar o Brasil, e não permitir que garantias mínimas ao cidadão comum deixem de existir.

  18. Fico muito indignada e com medo do amanhã. Quase não consegui ler; pois à medida que ia lendo, as lágrimas corriam. Lágrimas de sede de justiça real. Sede de que todos enxergassem quem está com a verdade. Do que, realmente, o zé Dirceu fez e representa a Nação. Me pergunto, até quando vão cometer ‘erros’ ? Até quando irão perseguir e crucificar pessoas que fazem algo de bom aos menos favorecidos? Tudo, só pra continuar donos do poder? Sinceramente, tenho medo do futuro.

  19. Ninguem esta na defesa de um ou de outro condenado ou colocando a questão dos crimes cometidos, mas as penas imposta aos mesmos duplicando a condenação sem nenhum criterio, e da para observar quando um ministro sai em defesa dos réus pelo erro de seus pares, por exemplo se um dos réus foi condenado por um dos crimes em que a lei determina uma condenação de 5 anos e garante o mesmo a cumprir em liberdade esta mesma condenação e duplicada, ou talves que elevasse a 8 anos e ele sendo reu primario poderia pegar um semi- aberto mais uma vez nota que a pena e elevada, nota-se tambem que o Meritissimo Ministro não deixa nehuma brecha para que isto aconteça e a defesa possa entrar com recurso ele simplemente duplica a pena 4 ou cinco vezes mais para que os mesmo cumpram em regime fechado, se o mesmo Ministro fizesse a condenação desmenbrando cada ato criminal qualificando o tempo de cada um como determina a lei crime de 5, 6, 8 10 anos exemplo o condenado que cometeu varios delitos poderia ter o direito de defesa e o seu defensor fazer os recursos dentro de cada condenação EX: ate 8 anos não a prisão cumpre em regime aberto ou semi, e assim por diante com ampla defesa em cada condenação, o que aconteceu e que o Senhor Ministro não deixou porta alguma para defesa, mais se os brasileiros lembrar as condenações do senhor Paulo Maluf poderam analisar o que eu tento explicar todos os crimes imputado ao ex prefeito foram condenações dentro de um criterio que permetiam ampla defesa e recursos e não são poucos e não hove prisão para mais de 50 anos, então se o Ministro Joaquim Barbosa fizesse a leitura dos crimes de Maluf a condenação seria de 300 anos, aqui não e uma defesa mais temos que ver que condenação sim, mais abuso de autoridade e arbitrariedade nunca temos que respeitar a Carta Magna e não inventar vereditos não fundamentados.

  20. Quem só vê e lê a velha midia não entende mesmo, Marcia.

  21. eles querem voltar , agora o golpe é feitos assim .. a veja ,a folha publica a mentira, o psdb/pps/dem, vaão ate o procurador Gurgel e pedem a investigação, o procurador aceita ainvestigação e STF, com seus juizes condenam , NO BARSIL DA GLOBO E DO PIG PARTIDO DA IMPRENSA GOLPISTA, TEMOS UMA NOVA FIGURA JURIDICA É EM CASO DE DUVIDA, PAU NO RÉU.

  22. Esse cara é maluco.

  23. Ahnnnn nao entendi ,,,,,,se e o penso…. algo muito errado esta sendo dito aqui e com a concordancia do sr Esmael -viagem a 69 com saudosismo etc e tal – eu ein delirio geral acima ,,,
    bando de saqueadores do dinheiro e da confianca da populacao sendo defendidos aqui- cruz credo –

  24. Não consegui ler tudo.No meio,minha mente viajou para o ano de 1969 dos meus treze anos,segunda série do ginásio,Curitiba era ainda uma menina…Ah,de repente bateu um saudosismo,deve ser por causa do natal chegando…

  25. defendo a justica quando ela e justa e democratica nao e este caso e muinto triste o que esto vendo

  26. Calo-me em obsequioso silêncio, Lula Miranda traduziu tudo que estava preso em minha garganta.

  27. E o embaixador americano tinha muita culpa do que estava acontecendo para sofrer o sequestro? Foi criminoso e é criminoso. Ou alguém realmente acha que esse cara e seus companheiros lutavam pela democracia? Comunismo também é ditadura (no estágio inicial, o único que já existiu).

    O STF apenas mostrou claramente que ele e os outros condenados cometeram sim crimes, e isso é dito até no próprio texto, para sustentar o argumento de que “só petista é condenado”. Espero profundamente que os outros escândalos sejam apurados, e ainda creio nisso.

    Por fim, penso eu que não foi para “manter” o poder nas mãos dos “eternos donos do poder”, até porque esses estão afastados do governo federal há 10 anos! Enfim, é uma pena que um blog que cobriu tão bem as eleições agora mostre uma parcialidade absoluta, o que por si só não é ruim, desde que não venha nomeada como “A política como ela é”. Espero profundamente que ou a descrição seja alterada, ou o posicionamento do blogueiro seja menos escancarado.

    • É a velha história Pedro Augusto, “que sabe mais manda, quem sabe menos obedece”, a sociedade branca/de olhos azuis/hierarquizada/entreguista/no poder… e continuar o Brasil sendo colonia dos EUA.

      Recorde-se e durma feliz: http://www.blogdacidadania.com.br/2012/11/o-mensalao-ianque/

      Leia também Márcia…

      • Sempre vêm com essa história… E os guerrilheiros (José Dirceu, Genoíno e cia.) que tiveram treinamento em Cuba? Realmente, eles queriam a democracia né? Enfim, a revolução militar não foi nem a melhor nem a pior das alternativas no panorama da época (sua continuação após Castelo Branco sim, que foi um desastre, uma tragédia).

        Seguindo sua linha, assista: https://www.youtube.com/watch?v=1OLG9NtXSAY e durma feliz também. Esse é o documentário mais imparcial que já vi sobre a ditadura.

        • Heil schelbauer!!!!!

        • Pedro, vi na borra de café – posso estar errado – mas vc tem um discursinho de filho de pai direitista muito bem aposentado, não trabalha e fica nas costas dele, ele(o pai) reclama que no governo petista abriu vários campos de trabalho e vc fica dormindo até às duas da tarde, então vc vem esse discursinho de “minino maluquinho”, para agradar o seu pai.

          • Novamente críticas pessoais? Gostaria que rebatesse meus argumentos. Sim, eu sou filho de um militar aposentado, com muito orgulho. Não durmo até as duas tarde, bom se fosse… Meu pai não gosta do Lula, mas também não gostou do governo FHC, e embora não goste da pessoa Dilma Rousseff, tem aprovado o seu governo.

            Não fico nas costas do meu pai. Discuto muito com ele, sempre. Estudo direito na UFPR e faço pesquisas sobre democracia participativa e constitucionalismo. Não sou um alienado, não estudei pouco. Pode ser que tenha vivido menos do que o sr. (poderia falar o que eu li na borra de café sobre o senhor, mas não o farei para não me rebaixar), mas nem por isso não tenho o direito de defender minhas posições. Sou direitista sim, é crime? Ser direita ou ser de esquerda não ser certo ou errado, como muitos pensam (dos dois lados). Sei que nesse blog sou minoria quanto às minhas posições, mas nem por isso preciso ficar calado. Embora o sonho de vários esquerdistas fosse que só existissem esquerdistas, essa não é a realidade.

        • Revolução NÃO, GOLPE MILITAR!!!
          Pedro Augusto, ninguém dá aquilo que não tem.
          Como pedir compreensão de um processo que desembocou na ilegalidade de muitos (como o Zé Dirceu) para alguém que não tem noção do que aconteceu?

          Saiba você que só depois do AI-5, quando realmente as coisas ficaram sombrias por aqui é que os movimentos (estudantis, sindicais, entre outros) NÃO TENDO OUTRA ALTERNATIVA (era lutar ou ser preso e morrer), foram para a luta armada.

          Conselho: estude mais, se informe mais.

          • Não tenho noção do que aconteceu? Ou não sou favorável a verdade que vocês querem que todos engulam de qualquer maneira. Só me responda: Dilma Rousseff, José Dirceu e José Genoíno, se tivessem a oportunidade que tiveram os militares de fazer uma revolução e implantar o governo que quisessem, iniciariam um governo democrático? Ou uma ditadura comunista? Como disse, a revolução militar não foi nem a melhor e nem a pior alternativa para o contexto da época.

          • Aliás, a luta armada sempre esteve distantíssima dos anseios populares. E em 1968, antes do AI-5, no mesmo dia da passeata dos 100 mil, houve um atentado contra um jovem que servia o exército. Tire suas vendas e “se informe mais” também.

            As Ligas Camponesas (antes da revolução) já faziam guerrilha, luta armada. O PC do B, antes da revolução, mandou guerrilheiros para a China para se instruírem na luta armada. Jamais quiseram a via eleitoral para assumir o poder, esses “heróis” como aqui são tratados.

    • Além de ser um lambe-botas do americanos é muito mal informado. Vou te informar um pouco para você não falar mais merdas. Saiba que os americanos não só foram os maiores incentivadores do golpe de 64 com também o financiaram, via uma agência de “ajuda social”, distribuindo dólares para a mídia (os de sempre Globo, Folha de SP, Estadão …) fazer o “serviço’ de convencimento da opinião publica. E você acha que os americanos se envolveram até a cabeça para defender o que ?

    • Não só tinha culpa como era o principal agente “usa” no Brasil, ou você acha que a operação Condor não existiu??? é realmente até pode pensar assim, pois muitos acreditam que não houve o ὁλόκαυστον (holocausto), enfim criminoso foram esses entreguistas que estaguinaram o País por 20 anos essa foi a nossa paralisia, como isso “usa” de desenvolvendo e eliminando possíveis rivais com potencialidade. ISSO SIM FOI UM CRIME COMIGO E COM TODOS!!!!
      Realmente eles lutaram e conquistaram por isso que hoje você tem a liberdade de falar e eu de comentar.. OBRIGADO A TODOS OS ZÉS que lutaram e não desistiram, hoje tenho essa liberdade.
      Sobre essa situação do STF que você coloca, converse com um ADVOGADO e peça que ele lhe explique algumas questões técnicas e o precedente jurídico que pode se abrir a qualquer cidadão….
      Agora me perdoa Pedro Augusto falar do Esmael com esse tipo de ilação despolitizada, conheço ele a mais de 20 anos e sempre teve seu posicionamento dentro de uma coerência, mas engraçado você deveria escrever para o Fabio Campana e fazer a mesma sugestão, Esmael tenha lado, do princípio básico de formação, “Liberté, Egalité, Fraternité”.

      • Que os EUA exerceram forte influência para a revolução, isso eu nunca neguei. No entanto, a revolução não tinha como finalidade inaugurar um governo de 24 anos, mas sim de reconduzir o país a uma democracia, porque havia uma grande possibilidade de uma revolução comunista. Ou não? E os ‘zés’ realmente queriam a democracia? Então porque alguns deles passaram um bom tempo em Cuba?

        Erro grave dos militares foi ter abusado do poder e dado um verdadeiro golpe (aí sim golpe) em 1969. No momento isso não foi entendido assim, tanto é que não houve um protesto popular nos dias seguintes ao AI-5, mas isso não tira a importância (no mau sentido) que ele teve para essa história toda.

        Eu acompanhei o julgamento do STF e meus professores (do curso de Direito, da UFPR) também. Existem opiniões divergentes, mas muitos afirmam que se houve erros, não foram no sentido de condenar ou não os réus, e sim no exagero nas penas. Ficou mais do que claro sim que foram cometidos crimes pelos condenados. Não sou, portanto, um alienado, um despolitizado, e muito menos um lambe-botas, e lamento pelos senhores terem de usar esse tipo de expediente para me desqualificar.

        Mas podem ter certeza de que no Brasil dos sonhos dos ‘zés’ eu eu o senhor não teríamos liberdade para falar qualquer coisa, ou de ir para qualquer lugar.

        Por fim, para não me prolongar mais, é uma pena que não sou bem-vindo aos olhos dos leitores desse blog. Mas estou acostumado a lidar com pessoas que não toleram de modo nenhum a opinião alheia. O que seria é saudável é o debate de ideias. Em nenhum momento desqualifiquei o Esmael (e acompanho esse blog desde as eleições, e desde então está nos meus sites ‘favoritos’), só observei que não se pode assumir apenas um lado como certo, não dar espaço para o outro lado (ainda bem que ao menos os comentários são permitidos) nas postagens e, ao mesmo tempo, descrever-se como “A política como ela é”.

    • Não Concordo com vc Pedro Augusto. ùnico Poder com credibilidade, ainda, no Brasil é o Judiciário. N ão culpem o Joaquim Barbosa pela condenação a José Dirceu, ele não o fez só. Existe um tribunal. Assisti td e, a situação é tão obvia, que o advogado de defesa do José Dirceu, fez a pior defesa (impossível devender o indefensável). Se ele lutou ou foi perseguido, nã o tem o direito d se apossar do dinheiro público. Dinheiro este este que falta na educação, na saúde, na segurança, na conservação de estradas, nas secas do nordeste, etc…. etc…. Não deve ficar incitando o povo como se um “mártir”. Vamos tkirar as vendas das “paixões” e deixar a verdade vir atona.