Mantega estima crescimento de 4% em 2013

da Agência Brasil

Guido Mantega.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou hoje (23) que o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) deve ficar em 4% no próximo ano.

Temos que contar com o cenário internacional desfavorável, mas mesmo assim iremos crescer!, disse o ministro durante a 30a Reunião do Fórum Nacional da Indústria no escritório regional da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em São Paulo. Segundo ele, há a expectativa de uma recuperação da economia norte-americana.

Mantega disse que, nos próximos dias, o governo vai lançar um grande programa de investimentos para melhoria dos sistema portuário do país. Segundo ele, a economia no ano que vem vai estar fundamentada em investimentos tanto do setor privado quanto do setor público. Ele prevê que os investimentos no país cresçam 8% em 2013.

O ministro pediu aos líderes empresariais que apoiem a proposta do governo de redução tarifária da energia elétrica, medida que vem sendo criticada pelas concessionárias. Segundo ele, essa redução pode ajudar a diminuir os custos da produção.

Mantega destacou ainda que a medida de desoneração da folha de pagamento deverá ser ampliada. Hoje, 45 setores são beneficiados pela medida, deixam de pagar a contribuição de 20% ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e arcam com um percentual sobre o faturamento, como forma de compensação. A medida está em vigor por prazo indeterminado.

Ele também pediu apoio aos empresários em torno da proposta que o governo está encaminhando para o Senado de mudanças nas regras do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Para o ministro, essa medida pode ser aprovada entre março e abril do próximo ano. Ele disse que, no primeiro momento, os estados podem ter alguma perda, mas garantiu que o governo federal irá tomar medidas compensatórias.

2 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Alguém ainda acredita nesse incompetente? Mas tenho uma certeza, assim como neste ano cresceremos MENOS que o Chile, Peru, Colombia, China, India…e por aí afora. Mr. Pibinho.

  2. Burro, incompetente. Nao acerta uma.