Empresa de deputado tucano pode deixar 5 mil sem emprego no Paraná e Santa Catarina

* Justiça suspeita de desvio de bens a terceiros e sócios

Alfredo Kaefer

Alfredo Kaefer (PSDB).

As unidades do frigorífico Diplomata, em Capanema (PR) e Xaxim (SC), podem fechar as portas e deixar 5 mil trabalhadores sem emprego. A empresa, que pertence ao deputado federal Alfredo Kaefer (PSDB-PR), deve cerca R$ 455 milhões.

A empresa de aves confirmou, por meio de nota, que vai suspender os abates em sua unidade de Xaxim, no oeste de Santa Catarina. Os cinco mil trabalhadores deverão entrar em férias coletivas.

A Diplomata está em recuperação judicial desde o início de agosto passado, e já havia suspendido os abates em outros dois frigoríficos, em Londrina e Mandirituba, ambos municípios paranaenses.

No texto, a empresa alega que, desde o deferimento do pedido de recuperação judicial, a Justiça não teria concedido os pedidos feitos pela Diplomata para o andamento do processo, além de manter valores bloqueados.

O frigorífico também contesta o despacho que destituiu a diretoria da empresa e questiona que novos gestores ainda não foram empossados.

No fim de outubro, a Justiça decidiu afastar a diretoria do abatedouro Diplomata por suspeita de transferência de bens a sócios e terceiros, o que poderia prejudicar o pagamentos das dívidas e o processo de recuperação judicial.

Com informações do portal R7 e do jornal Gazeta do Povo.

Comentários encerrados.