Charge do dia: Meu passaporte…

Charge de Pelicano – Bom Dia (SP).

4 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Datavenia, tucano thomas, acompanho o ROnaldo Sanches.

  2. Não só prender os passaportes. Quero vê-los na cadeia.
    Dá-lhe Joaquim Barbosa.
    Contra provas (depósitos e depoimentos) não há argumentos.

  3. QUE MANÉ PASSAPORTE! VÁ SE CATAR, JOAQUIM!
    Cristiana Castro

    É por isso que José Dirceu é José Dirceu e que se rasguem de ódio todos os políticos de quinta categoria e proto-ministros do STF. Há meses que o país assiste estarrecido aos chiliques de Joaquim Barbosa e todo mundo morrendo de medo e enfiando o rabo entre as pernas. O STF rasga a Constituição Federal, na cara da Nação inteira e pouquí
    ssimas vozes são ouvidas no Legislativo, no Executivo e sociedade civil organizada. Todo mundo se borrando de medo de um louco que acredita ser imperador do Brasil, por obra e graça da máfia-midiática. Um único senador da república com coragem para denunciar o crime organizado, instalado dentro do MPF e, um único ministro na Corte Suprema “ousado” a ponto de desempenhar a função para a qual foi indicado. Note-se que todo o apoio que esses intrépidos cidadãos recebem, vem da blogosfera e nada mais. Portanto, por mais que se esforcem, tanto o Ministro qto o Senador, muito pouco ou quase nada, conseguirão alterar, dado que a sociedade consegue ser mais covarde que seus representantes e juízes.

    Diante da pasmaceira geral da nação, uma voz se insurge contra os desmandos de Torquemada e Prevaricador e, de onde ela vem? Pasmem, do banco dos réus da AP 470! É mais uma vez, José Dirceu de Oliveira e Silva que parte para confrontar os que tentam constranger e humilhar a sociedade brasileira.

    Tem que ser macho pra caramba para levantar do banco dos réus e meter o dedo na cara do inquisidor. Todos os ministros não tiveram essa coragem, preferiram rasgar a CF e colocar o país em risco para não se indisporem com o Relator e, dessa forma, saírem bonitos na mídia. O mesmo aconteceu com o nosso Legislativo, Executivo e movimentos sociais; todo mundo com medo de ter a imagem associada a dos mensaleiros. Uma cambada de canalhas que para ficar bem na foto, não se importam em entregar todo o país nas mão da máfia-midiática. O próprio partido a que pertencem os réus, prefere manter-se a distância segura do julgamento, salvo raríssimas exceções.

    Ocorre que a covardia dos ministros do STF e do PGR não conhece limites; sua macheza tem o tamanho das chantagens e arapongagens veiculadas pela mídia nativa. De resto é o que vemos; a um gritinho histérico do relator, o resto se recolhe. O mesmo ocorre com relação a valentia do procurador que, manifesta-se, apenas, qdo protegido pelos holofotes midiáticos; na hora de responder a CPMI, manda um bilhetinho… De uma certa forma, podemos dizer o mesmo dos nossos soldados midiáticos, que são muito corajosos frente as câmeras, escondido sob togas, ou abafados sob o bumbum do PGR. Todo mundo é muito ousado mas na hora de encarar a sociedade, colocam Lula na frente, como um escudo, se atirarem, pega nele. Ou pior, ainda, foram tão ousados em outros golpes, tão corajosos e, na hora do vamos ver, a culpa é dos militares… Os togados, aguardem sua vez. O filme é o mesmo, os protagonista tb; o que muda são os figurantes que, pelo preço e submissão, estão sempre sobrando no mercado.

    Cumpre esclarecer que José Dirceu, de fato, não desrespeitou a Corte, em nada. Ocorre que aqui, nos blogs, redes sociais e Twitter, o STF está sendo, literalmente, avacalhado. Como não podem pq não tem coragem ou estrutura para atingir cada um de nós, descontam sua ira nos réus. Isso ficou bem claro, na sessão de hoje, onde um Joaquim Barbosa, aparentemente, calmo, foi substituído por um presidente, tentando disfarçar as agressões ao ministro Revisor. Portanto, o ódio da Corte que resultou no pedido dos passaportes, tem origem nas opiniões da sociedade, de um modo geral e não em qq ação dos réus.

    Inacreditável e surpreendente que a voz da resistência venha do banco dos réus; uma vergonha para toda a sociedade. Não admira que 45 anos, depois, os mesmos brasileiros voltem ao mesmo lugar. A verdade é que, oficialmente, nenhuma voz, levantou-se no Brasil, contra as loucuras desse julgamento. Todo mundo posando de democrata e respeitador do princípio da independência e harmonia dos três poderes, enquanto o Judiciário esfregava na cara dos outros dois a sua face autoritária e despótica. Não na cara de José Dirceu, Excias, quem não tem medo de fuzil, não vai se intimidar com canetas, gritinhos e cara feia. Parabéns, José Dirceu por esfregar a democracia na cara do Judiciário Brasileiro. Com muito orgulho constato que a defesa dos réus do núcleo político não é vã. Acabo de ouvir a voz que, há meses busco fora do julgamento e ela vem do banco dos réus. É a coragem de sempre, contra a covardia de sempre. Joaquim Barbosa e magistrados associados, precisarão nascer de novo, para, talvez, entender que nem uma sentença de 100 anos, é capaz de aprisionar uma ideia

  4. Grande Esmael, segundo fontes seguras, e muito provavel que o Ducci será agraciado como Secretário Estadual de Administraçao…a fonte que esta originando a informacao e o próprio filho, que esta anunciando aos quatro cantos de Curitiba.