Alunos do Colégio Estadual do Paraná boicotam prova de avaliação

O governo do Paraná realiza nesta quinta-feira (22) prova para avaliar 250 mil alunos de 2,1 mil escolas da rede pública. O Sistema de Avaliação da Educação Básica do Paraná (Saep), produzido pela Universidade Federal de Juiz de Fora (MG), custou R$ 8 milhões ao erário.

A prova está sendo aplicada aos estudantes do 9!º ano do Ensino Fundamental (antiga 8!ª série) e do 3!º ano do Ensino Médio e do último ano do ensino médio técnico e de formação de docentes. Eles vão responder 26 questões objetivas da disciplina de matemática e 26 questões de português.

Segundo reportagem da RPC TV (Globo), parte dos alunos do Colégio Estadual do Paraná (CEP), o maior do estado, depois de combinar pela internet, boicotou a prova aplicada pela Secretaria de Estado da Educação (SEED).

Na opinião de especialistas em educação ouvidos por este blogueiro, há uma clara tentativa de desqualificar o sistema de avaliação nacional. O próprio secretário da Educação e vice-governador Flávio Arns (PSDB), em entrevista à  RPC, criticou a Prova Brasil, que define o àndice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Segundo ele, a avalição do governo federal é muito demorada.

A gestão de Arns não convenceu no Ideb divulgado em agosto último, que despencou. Em 2009, o índice era de 3,9 e em 2011, já na gestão do tucano caiu para 3,7.

A prova aplicada pelo Saep, além de medir a aprendizagem dos alunos, segundo a SEED, pretende saber das práticas pedagógicas e de gestão de cada estabelecimento de ensino. A avaliação do Ministério da Educação (MEC) já revela esses dados da Educação no estado, dizem os especialistas da área. O que pretende o governo do Paraná fazer com mais informações?!, questionam.

Em meio à s desconfianças, segue o baile. Alunos do período da tarde serão submetidos à  controversa prova das 14 à s 17 horas; à  noite, das 19h20 à s 22h20.

Leia também a série Caos na Educação!:

Que tal ser secretário(a) da Educação do governo Richa?

Em nova ação de marketing político, Educação vai avaliar! 250 mil alunos da rede pública do Paraná

Para fazer marketing político, governo do Paraná engata mudança na matriz curricular das escolas

Governo Richa corta até a língua dos professores no Paraná

Caos na Educação: Beto, Beto, Beto estamos sem teto!; veja o vídeo

Derrota nas urnas põem Arns e Meroujy na marca do pênalti

Professores do Paraná pedem aumento e ganham tablets

Governo do Paraná quer desqualificar o sistema de avaliação nacional do MEC?

Sob pressão, Richa assina aumento para professores; categoria critica gestão da SEED

Governo do PR tenta roubar! bom desempenho dos municípios no Ideb

Caos na Educação: Cai o Ideb do Paraná

Caos na Educação: Documento da SEED ensina diretores enganar o MEC

Veja essa: No Paraná, professor terá que provar que não é doidão

Professores do Paraná conseguem na Justiça implantação imediata de 33% de hora-atividade

Picaretagem na Educação: Governo do PR faz convênio degradante a adolescentes para favorecer Wal-Mart

Caos na Educação: Professores se dizem enganados pelo governo outra vez. Pode isso, Arnaldo?

Caos na Educação: No Paraná, os tucanos conseguiram derrubar até os índices no Ideb


Caos na Educação: Professores pressionam governo do PR e já falam em greve por tempo indeterminado

Pelas redes sociais, professores pedem greve à  direção da APP-Sindicato

Caos na Educação: No site oficial, SEED orienta escola de Palmeira fazer “gambiarra” em laboratório de informática

Segundo a APP-Sindicato, Flávio Arns deu calote nos professores

SEED lança brigada contra incêndio nas escolas, mas sem extintores

Caos na Educação: Documento da SEED ensina diretores enganar o MEC

Reajuste na gratificação de diretores de escolas fica só na promessa

Flávio Arns promete a professores hora-atividade para janeiro de 2013

Mais uma vez, prefeitos se reúnem hoje com Flávio Arns para discutir transporte escolar

Palácio torce para que Flávio Arns deixe a Secretaria da Educação

Caos na Educação: Prefeitos cogitam pedir ao governador a cabeça do secretário Flávio Arns

Caos na Educação: Calote do governo do PR pode levar prefeituras a suspender transporte escolar

Casas Bahia!: Governo do PR propõe parcelar reajuste e hora-atividade aos professores

Richa anuncia reajuste para diretores de escola; já os professores!¦

As reclamações no setor de educação estão aumentando!, diz deputado Duglas Fabrício


Semana Pedagógica: Governo do PSDB copia Lerner e avança na privatização da Educação

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Credo e essa foto nem era de uma sala que fazia prova, na primeira carteira tem caderno aberto e tudo, era prova com consulta? Nossa, que furo heim.

  2. O pior é que o secretario de educação estava presente no colégio.
    Enquanto era distraído pelo assédio da imprensa, o boicote corria solto.
    Inclusive o esforço da direção foi grande para abafar o caso, mandando professores se calarem para que a notícia não vazasse.
    Que vergonha o colégio modelo do estado está à deriva…
    Democracia não é libertinagem e falta de compromisso com a educação de qualidade, em nome das vaidades pessoais de quem está administrando a instituição.

  3. Eu fiz essa prova hoje e digo que ela tem um nível muito abaixo da prova Brasil.