Aécio Neves deve presidir PSDB nacional no ano que vem

do Brasil 247

Nome do senador tucano foi lançado formalmente para assumir o posto de comando no partido; com o cargo institucional, estratégia é antecipar sua apresentação para, em 2014, disputar a presidência da República contra o PT.

O nome do senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi lançado oficialmente pela ala mineira do PSDB para que ele assuma a presidência nacional da sigla no ano que vem, informa reportagem da Folha de S.Paulo desta quarta-feira 21. Aécio é o principal candidato do partido a disputar com a presidente Dilma Rousseff (PT) em 2014.

A estratégia é usar o posto institucional da legenda para apresentar o tucano um ano antes das eleições presidenciais. “Como comandante do PSDB, Aécio poderá usar 40 propagandas semestrais na TV a que o partido tem direito para divulgar suas plataformas”, diz trecho da reportagem do jornal.

Por meio de sua assessoria, o senador disse que não “tomará nenhuma decisão sem antes consultar FHC, Sérgio Guerra, o governador Geraldo Alckmin [SP] e José Serra”. Atual presidente do partido, Sérgio Guerra disse ontem à  Folha que no que depender dele, Aécio será seu assessor.

O mineiro também já conquistou até mesmo os aliados de José Serra, seu adversário dentro do partido. A ala do paulista declarou que se Aécio quiser, poderá assumir o comando do PSDB em 2013. O discurso recente da sigla é de “renovação”, pregado tanto por decanos, como Fernando Henrique Cardoso, como jovens militantes.

9 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Senador Alvaro Dias. Saia correndo desse Partido. Com o Aécinho Xera Xepa no comando do Partido, Beto Richa embora tenha enterrado o mesmo, continuará mandando aquí no Paraná e V. Excia; não terá nenhuma chance. Aécio será massacrado pela Dilma pois não tem discurso nem projetos de futuro. Ninguém vai acreditar em conversa fiada de bêbado de botequim pois o povo já se sentiu enganado pelo “Lulaço”.

  2. Garçon! Um Whiski para comemorar!

  3. A matéria da Folha coloca como sucessor na fala do atual presidente Sérgio Guerra, e não assessor.

    “Se depender de mim, Aécio será meu sucessor”, disse Guerra à Folha ontem.

  4. A oposição não tem candidatos a altura para concorrer com Dilma; aliás, não tem nem propostas, ficam apenas criando fofocas e torcendo para que as coisas dêem errado; desse jeito não ganha nunca.

  5. Primeiro ele precisa se tratar nos Alcoólicos Anônimos, curar o porre.

  6. Olha o golpe aí, gente. O fato é que no âmbito nacional a trairagem do Arraes Neto conluiado com Neves Neto já está em marcha, visando fazer o fecha na Dilma e na esquerda no segundo turno. Aliás, Aécio Neves (PSDB) e Edu Campos (PSB), já estão com as suas pré-campanhas na midia golpista, mercenária, manivelados, vitaminados e insuflados pela dita cuja. O azar delles é que não conseguiram combinar isso com o contragolpe limpo, o elemento surpresa, que passou a ser exatamente o HoMeM do Mapa da Mina, com o PNBC e a Meritocracia Eleitoral, o Fato Novo de Verdade na política nacional, o Projeto Novo e Alternativo de Nação e de Política-partidária-eleitoral, o Novo Caminho para o Novo Brasil de Verdade, talvez pelo PDT, liberado pela própria Dilma (via Lupi, Brizola Neto), ou talvez pelo PSOL, para fazer o pega pra capar nos dois mauricinhos, continuistas da mesmice até por definição genética, de Recife e do Rio, que vêm aí turbinados pelos erários de Minas e de Pernambuco. Daí, a necessidade do HoMeM, cujo discurso inovador não é conflitante com Dilma, mas, isto sim, alternativo. Para os que preferem a continuidade evolutiva, a candidata certa será Dilma, mas para os que preferirem a mudança para o Novo, porém de Verdade, a Evolução, então o candidato certo será o HoMeM do Mapa da Mina, porque o resto, Aécio e Campos, não obstante a possível pele mais jovem ( ainda que tentem copiar pelas beiradas o discurso do HoMeM, como já estão fazendo) , não passarão de mais do mesmo velho continuismo da mesmice, até genético, que ninguém sem sã consciência agüenta mais. Quem sabe, de repente, Marina Silva, ou Álvaro Dias, na Vice do HoMeM do Novo Brasil de Verdade, pelo PDT, para levantarmos ao píncaro da glória o nosso Paranazão, o nosso Brasilzão e, sobretudo, o nosso Povão.

  7. Mas creio que o Sérgio Guerra queria dizer ou disse que o Aécio será seu sucessor e não assessor… Mas de que adianta suceder na Presidência do PSDB se este partido carece de novas lideranças e de projetos para o Brasil. O exemplo é o Governo Tucano do Paraná que não tem projeto algum para se manter no poder, o que tem é projeto pessoal do Beto Richa e do Valdir Rossoni e, diga-se de passagem, mal assessorado pelos lacaio que os cercam.

  8. Aécio será seu acessor…..não seria melhor assessor…..