17 de novembro de 2012
por Esmael Morais
72 Comentários

Lula dá olé! em Joaquim Barbosa

O ex-presidente Lula não vai à  passe de Barbosa. A presidenta Dilma ainda não confirmou presença. Será que ela será solidária aos companheiros do PT?

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi convidado para participar da posse de Joaquim Barbosa, na quarta-feira (22), quando assume a presidência do Supremo Tribunal Federal (STF).  ... 

Leia mais

17 de novembro de 2012
por Esmael Morais
20 Comentários

Veja compara Dirceu a virgem que leiloou o hímen

do Brasil 247

Não resta dúvida de que o Partido dos Trabalhadores, a despeito dos 17,2 milhões de votos obtidos nas últimas eleições municipais, se transformou na Geni da política brasileira. Não há dia que passe sem que que alguém, munido de uma máquina de escrever ou de um processador de textos, não se disponha a atirar m!¦ ou jogar b!¦ na Geni. Neste sábado, novamente, foi a vez da revista Veja, que não poderia desperdiçar mais uma oportunidade. Afinal, foi nesta semana que saíram as penas de prisão de José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares.

Depois de duas capas recentes sobre Dirceu e seus colegas, uma sobre os “réus” e a outra sobre os “condenados”, a sequência lógica seria sobre os “apenados”, mas, desta vez, a revista da Marginal Pinheiros se superou. O PT, segundo a publicação de Roberto Civita, seria tão vil quanto a catarinense Ingrid Migliorini, que leiloou sua primeira relação sexual. “Vender a virgindade e comprar o apoio de partidos políticos são duas atitudes revelam em seus autores a mesma concepção utilitarista e rasa da vida. Uma deprecia a intimidade. A outra ultraja a democracia”, diz o diretor de Veja, Eurípedes Alcântara, em seu editorial.

Na reportagem interna, Veja prega um sabão moral no PT, ao dizer que “nem tudo se compra”. De certa forma, a revista até ecoa reportagem recente do 247 sobre a venda da virgindade, que citou o livro “Everything for sale”, do acadêmico americano Robert Kuttner. Nele, o autor condenava a tendência para que, tudo na vida, se convertesse numa relação mercantil, de compra e venda (leia mais aqui).

Comparar, no entanto, um partido político à  virgem que leiloa seu hímen é simplificar, de forma rasteira, a análise política, deixando de fora outras questões relevantes. Qual foi a natureza, por exemplo, da aliança entre Fernando Henrique Cardoso e Antônio Carlos Magalhães, selada em 1994, que cimentou a base da sua governabilidade? Houve contrapartidas (um setor elétrico inteiro) ou se tratou apenas de uma aliança programática? De que maneira FHC obteve votos no Congresso para garantir sua reeleição, sem a qual, revistas da Abril, como Exame, diziam que o Brasil quebraria? (e o fato concreto, não custa lembrar, é que o Brasil, mesmo com FHC reeleito, quebrou e caiu três vezes no colo do FMI).

Veja pode ter tido uma “sacada”, mas com a capa desta semana !“ que compara uma jovem que se prostitui a um partido !“ não contribui em nada para engrandecer o debate político, nem para aperfeiçoar as instituições.

Recentemente, Eurípedes Alcântara se viu forçado a falar sobre ética, justamente quando foram desnudadas as relações da revista com o bicheiro Carlos Cachoeira !“ este, sim, um personagem que acreditava na lógica do tudo à  venda. Tudo mesmo: políticos, juízes, procuradores, delegados e jornalistas. No seu editorial, chamado “à‰tica, uma reflexão permanente”, Eurípedes defendeu a parceria jornalística com criminosos (leia aqui). Na sua nova elaboração ética, a conclusão é a de que o PT prostitui Leia mais

17 de novembro de 2012
por Esmael Morais
3 Comentários

Polícia diz que traficantes ordenaram série de atentados em Maringá (PR)

via O Diário

Investigações do Setor de Inteligência da 9!ª Subdivisão Policial (SDP) em Maringá revelam que a série de atentados registrados no município desde o ano passado foi coordenada por um grupo de traficantes que age na zona norte da cidade.

A intenção, segundo os levantamentos, seria imputar os crimes a um grupo rival, cujos lideres cumprem pena na Penitenciária Estadual de Maringá (PEM), bem como forçar a troca do comando da Polícia Civil.

Os atentados, que iniciaram em julho de 2011, com disparos contra a Câmara Municipal e a sede de uma emissora de tevê, foi retomada neste ano com mais tiros contra a casa de um delegado e um incêndio, na semana passada, em um carro da 9!ª SDP.

BANDOS
A Polícia Civil já tem o organograma das quadrilhas responsáveis pelos atentados, mas os nomes não são divulgados para não atrapalhar as investigações.”

Confirmadas as suspeitas, o comando da Polícia Civil diz que pedirá a prisão dos responsáveis, além do afastamento, indiciamento e até prisão dos colaboradores.

O delegado chefe da 9!ª SDP, Osnildo Carneiro Lemes, classifica os ataques como “assuntos domésticos” e descarta qualquer relação com a série de atentados registrados em São Paulo e Santa Catarina. Para Lemes, além de afetar o grupo rival, a quadrilha estaria atendendo a interesses particulares.

A situação está sendo acompanhada pelo Grupo de Atuação Especial de Co Leia mais

17 de novembro de 2012
por Esmael Morais
35 Comentários

O primeiro grande erro estratégico de Beto Richa na luta pela reeleição

Tentativa de “tratorar” o PMDB pode ser o primeiro erro fatal de Richa.

Antes de comentar em rápidos pontos o quadro político no Paraná, folgo em dizer que erros estratégicos são mais difíceis de serem mitigados. A próxima batalha eleitoral pelo Palácio Iguaçu, que se avizinha, pode levar o governador Beto Richa (PSDB) a repetir os equívocos que afundaram a candidatura do prefeito de Curitiba Luciano Ducci (PSB), que sequer conseguiu avançar para o segundo turno mesmo com apoio das máquinas municipal e estadual. Vamos à  análise nua e crua: ... 

Leia mais