Requião aprova no diretório do PMDB apoio a Ratinho Jr

* Anibelinho jura que Requião o liberou para apoiar Fruet

Anibelinho: “Requião me liberou”.
Acabou há poucos instantes a reunião do diretório municipal do PMDB de Curitiba, presidido pelo senador Roberto Requião, que avaliou o resultado das eleições do último domingo e definiu a posição do partido para o segundo turno.

O séquito requianista decidiu pelo apoio ao candidato do PSC, Ratinho Junior, como já era esperado. Apenas três membros do colegiado votaram contra a orientação do senador, dentre os quais Vera Mussi e Marinalva Silva, que foi vice na chapa de Rafael Greca.

Por falar em Greca, o ex-candidato a prefeito do partido não compareceu ao encontro de hoje à  noite. Preferiu descansar ao lado de Margarita, sua esposa, numa chácara na região metropolitana.

Requião mandou avisar que Greca terá que seguir a decisão da maioria do diretório, mas, por outro lado, poucas horas antes da reunião, havia liberado o deputado Antônio Anibeli Neto para apoiar a candidatura de Gustavo Fruet (PMDB).

Eu pedi autorização do Requião para apoiar o Gustavo Fruet. Eu sou Requião em tudo o que ele disputar, seja Governo, Senado, partido, mas eu vou de Gustavo!, disse ao blog o deputado Anibelinho, o único deputado do PMDB que faz oposição ao governo Beto Richa (PSDB) na Assembleia Legislativa.

Se Requião liberou Anibelinho, como o próprio deputado afirma, outros deverão requisitar tratamento equânime. Ou seja, onde passa um boi passa uma boiada. Estou certo ou estou errado?

Comments are closed.