Quiproquó eleitoral em Palmeira (PR)

Justiça apreendeu veículo de tucano na campanha. Foto: Folha de Palmeira.

Moradores do município de Palmeira, na região de Campos Gerais, a 85 km de Curitiba, prometem fazer uma manifestação nesta segunda-feira (15), a partir das 14 horas, contra o Fórum Eleitoral.

O protesto palmeirense envolve as coligações que perderam a disputa no último dia 7 de outubro, no entanto, os derrotados juram que não questionam a vitória do candidato Edir Havrechaki (PSC), que obteve nas urnas 8.972 votos.

A bronca dos perdedores, por incrível que possa parecer é com o a Justiça Eleitoral que, segundo eles, varreu para debaixo do tapete denúncias sobre suposta compra de votos através de distribuição de vale-combustível, cestas básicas, dentre outras irregularidades cometidas pelo candidato vencedor apoiado pelo atual prefeito!.

Em Palmeira, que tem 25,5 mil eleitores, o segundo lugar ficou com Giovatan de Souza Bueno (PSDB), que conquistou 7.832 votos; e em terceiro ficou Inácio Budziaki (PDT) com 3.769.

De acordo com tucanos e pedetistas, que organizam o protesto, a inércia do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) ajudou – e muito !“ o prefeito eleito.

1 Comentário

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. sou moradora de palmeira, e engraçado porque naum falaram que muitos deles que estavam fazendo o protesto receberam td isso e muito mais, e porque ficar fazendo isso, acho que naum tinham o que fazer em casa!!! pra perder tempo lá