PPS dividido entre Fruet e Ratinho

Vereador eleito Hélio Wirbiski.

Na próxima segunda-feira, dia 15, o diretório municipal do PPS, o partido do voto limpo, se reunirá para definir se vai com Gustavo Fruet (PDT) ou Ratinho Junior (PSC).

O vereador Helio Wirbiski, o mais votado da agremiação com 7.728 votos, disse que já foi procurado pela direção das campanhas de Ratinho Jr. e Gustavo Fruet, mas afirmou que aguardará a decisão da maioria do diretório municipal.

Outro vereador eleito da sigla que também se pronunciou sobre o segundo turno foi Paulo Rink (PPS), que ainda está em cima do muro.

Neste momento, aguardamos a decisão coletiva do partido para entrarmos em “campo” nesse segundo turno. O partido seguramente escolherá o melhor para Curitiba!, disse Rink.

Para segurar a boiada, o presidente municipal do PPS, Marcos Isfer, mandou um recado destacando que a decisão partidária deve ser respeitada.

“Os filiados, candidatos e eleitos não devem adotar uma postura até a realização da reunião”, alertou.

13 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Só entem tomei conhecimento das respostas dadas ao meu comentário em nível de baixaria. O Rubico é meu amigo, e vou conversar com ele à parte. Mas tem dois comentários, de pessoas que não tem ombridade, ou mesmo coragem, de dar o nome completo, aos quais respondo aqui.
    Prezados Roberto de tal e Jorge de tal.
    Nenhum de vocês me conhece. Meu comentário, embora contundente, foi meramente político, e de análise de uma situação vista por um ponto de vista pessoal. Nada justifica que vocês desçam ao nível do xingamento pessoal. Além do mais, sem fundamento.
    Como disse, vocês não me conhecem. Ou talvez conheçam, porque eu não sei quem vocês são, mas se é assim, estão profundamente mal-intencionados.
    Tenho 60 anos, vivi praticamente toda minha vida fora de qualquer cargo, e toda ela, rigorosamente, sem nenhuma benesse.
    Fui chefe de gabinete da Secretaria Estadual de Segurança, convidado pelo então governador eleito Requião. O convite pegou-me de total surpresa. Jamais sonhara, sequer, com isso. Sou advogado e tinha meu escritório de onde tirava meu sustento com trabalho honesto. Não pedi, não articulei, não fiz qualquer movimento. Desafio vocês a provarem o contrário. Aliás, antes de aceitar o convite consultei a cúpula do PPS para não agir com fisiologismo ou má-fé.
    E aceitei em desvantagem. Os cargos comissionados do Governo do Estado, na época, pagavem menos da metade do que eu ganhava advogando. Mesmo com jetom do Conselho Penitenciário, para o qual fui nomeado, ainda ganhava muito menos. Cadê as benesses?
    Em 2006 exonerei-me do cargo, voluntariamente, e, diga-se, contra a vontade do Requião, que durante muito tempo alcunhou-me de traidor, por isso. Na verdade, naquele ano o Rubens Bueno iria sair candidato ao governo, pelo PPS, em oposição a ele, e eu jamais poderia ficar no governo e no partido, nessa situação. Optei pelo partido. Quem estiver de boa-fé pode comprovar tudo isso documentalmente. Cadê, senhores, a busca desesperada pelo cargo, pela benesse ou pelo emprego? Cadê o fisiologismo? Desafio qualquer um a ser homem o suficiente para prová-lo.
    Em novembro de 2008, devolvido à minha pacata vida de advogado, fui chamado para uma conversa com Ivan Rodrigues, prefeito recém-eleito de São José dos Pinhais. Não o conhecia, não havia acompanhado a eleição no município vizinho. Não pensava, sob nenhuma hipótese, em voltar a ocupar um cargo público. Fui convidado a ser seu Secretário Municipal de Segurança. Ouvira falar do meu trabalho, das minhas posições e contribuições. Novamente, não pedi, não articulei, não fiz nenhum movimento. E novamente desafio qualquer um de vocês a serem homens e provarem o contrário.
    Agora, estamos em fim de gestão. Trata-se de fato absolutamente normal para quem encara a política com seriedade e sabe que não nasceu sentado em nenhuma cadeira. Ganhar e perder eleições é um fato normal da vida.
    Certamente as pessoas de nível baixo como vocês estariam xafurdando na alegria dos medíocres se soubessem que estou dessesperado atrás de um “encosto”.
    Lamento decepcioná-los.
    Primeiro porque em virtude de um trabalho amplamente reconhecido, em nível inclusive nacional e internacional, na Secretaria Municipal deSegurança de São José dos Pinhais, não me falta a possibilidade de, novamente, ser convidado a continuar esse trabalho alhures.
    E segundo porque, tendo construído minha vida na iniciativa privada, sem auxílio de absolutamente ninguém, para ela posso voltar despreocupadamente.
    Sei que para os medíocres esse tipo de parâmetro pode parecer incompreensível. Acham que para sobreviver pe necessário mamar em alguma teta. Pois que as busquem.
    Eu, de minha parte, nos meros 10% da vida que passei no serviço público retribuí cada centavo público gasto com meus salários com trabalho, dedicação e, principalmente, discernimento.
    Tudo hoje motivo de me sentir amplamente gratificado e realizado pela força das sementes que consegui plantar e que já vejo beneficiarem grande número de pessoas.
    Coisas que, claro, os medíocres jamais compreenderão.

  2. A voz do povo é a voz de Deus, no entanto e infelizmente a história de 2012 anos atrás sempre se repete em nosso amado Brasil, Poncio Pilatos deu ao povo o direito de escolher entre um bandido(Barrabaz) e JESUS, o povo escolheu um BANDIDO, a história, infelizmente se repete em todas as eleições neste nosso BRASIL, Deus tenha piedade de nós, esperamos que os eleitores
    consultem seus corações e façam muitas orações para não conduzirem para nossa QUERIDA PREFEITURA DE CURITIBA um bandido.

  3. O PPs tem pelo o menos um novato do bem : Paulo Rink !!

  4. olha uma coisa é certa, estou muito feliz pelo Hélio ter sido eleito, ele merece e tem meu apoio DEUS te abençoe e sucesso nesta caminhada…. abraço Thiago de Jesus Colombo

  5. poise vi muitas pessoas que acreditarão em pesquisa manipulada pelo Betinho e falaram que o Gustavo jã era. aonde estão eles agora, porque não fazem comentário agora. nem a pesquisa tentando manipular o eleitor eles conseguiram. o beto deve estar agora pensando; pocha-vida o Gustavo verdadeiramente é mais forte do que eu. perdi o meu trono. que peninha;;;;;;

  6. O mais correto seria os vereadores eleitos consultarem seus eleitores para ver quem eles querem que apóiem, em vez de irem atrás do partido, que com certeza já esta na negociata para alguns cargos, benefícios, etc.
    Afinal, na campanha os vereadores falaram que seriam a voz do povo… Agora vão mudar de idéia bem rapidinho??

  7. Esse PPS pé-de-chinelo não soma nada.
    Tanto faz apoiar Ratinho ou Fruet.
    Zero é elemento neutro na adição.

  8. Esse tal Jugend não sabe o que está dizendo! Sempre quis fazer do PPS trampolim para cargos e benesses. Segundo consta seu grupo perdeu a eleição para prefeito em São José e por isso já deve estar costeando a cerca do PT/PDT que sempre criticou atrás de algum carguinho pois em São José a teta acaba já! Esse tal Rubico Camargo deve ter razão no que postou. Acorda PT que ai vai mais um fisiológico.

  9. o pps é opurtunista , o fruet não pode aceitar o marcos isfer eo rubens como apoiadores pouis eles representam o atraso e a ganância . FORA MARCOS ISFER ,QUE FIQUE O DUCCI .

  10. Se o Fruet depender dos votos do “limpinho” tá frito. Caiu a máscara desse deputado de campo mourão. Ele não conseguiu eleger nem a filha, nem o genro e muito menos o Tauillo Tezelli aqui em Campo Mourão. Só o Beto Richa que acreditou que ele tinha votos para agregar ao Dr. Luciano Ducci. Quebrou a cara!

  11. Ao Marcelo Jugent
    Credibilidade que seu fisiologismo tentou atirar ao lixo.

  12. O PPS, partido ao qual fui filiado por mais de 30 anos (desde o velho PCBão de guerra) tem a oportunidade de resgatar pelo menos um fiapo de sua antiga credibilidade, hoje espezinhada, descaracterizada, desrespeitada e atirada ao lixo, apoiando Guga e sua proposta madura, responsável, avançada e democrática para Curitiba.