Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

Ney Leprevost vai ficar “neutro” no 2!º turno

Deputado Ney Leprevost (PSD). Foto: Denis Ferreira Netto.

O deputado estadual Ney Leprevost, do PSD, campeão de votos em Curitiba nas eleições de 2010, não apoiará ninguém neste segundo turno. A decisão do parlamentar foi tomada ontem à  noite em reunião do partido. A agremiação preferiu liberar dirigentes e militantes para escolher, ao bel prazer, entre as candidaturas de Ratinho Junior (PSC) e Gustavo Fruet (PDT).

A subida de Leprevost em cima do muro tem a ver com as “rajadas” que ele levou ontem, na Assembleia Legislativa do Paraná, do deputado Cleiton Kielse (PEN), que o acusou de receber dinheiro da “Máfia do Pedágio”.

Leprevost, por sua vez, distribuiu nota oficial nesta terça-feira (16) defendendo-se das acusações. Ele afirma que está indignado com os crimes contra sua honra praticados “por um deputado destituído de qualquer credibilidade [Kielse]”.

Um dirigente da legenda disse ao blog, nesta manhã, que o PSD bem que poderia se chamar no Paraná de “Partido Sem Direção”. O clima é de muito desconforto na sigla.

A seguir, leia a íntegra da nota oficial de Ney Leprevost:

COMUNICADO à€ IMPRENSA

Profundamente indigando com os crimes contra minha honra, com repercussão na esfera civil, praticados por um deputado destituído de qualquer credibilidade, venho a público esclarecer:

1. Não tive, e não tenho, nenhum vínculo com empresas concessionárias de pedágio;

2. Revi minha participação na CPI proposta (bem depois das eleições de 2010) pelo deputado que agrediu ao Poder Legislativo e a minha honra, porque me convenci que o intuito do referido propositor da Comissão era o de criar dificuldades para vender facilidades!;

3. As contribuições a minha campanha eleitoral de 2010, as quais não tiveram qualquer doação de empresas ligadas as concessões de pedágio, foram declaradas a justiça e ao fisco, tendo sido aprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral;

4. Todas as doações recebidas de pessoas físicas ou jurídicas refletem a credibilidade construída ao longo de minha vida pública, pautada sempre pela ética e respeito aos paranaenses;

5. Nunca escondi o nome de nenhum doador de campanha, ao contrário dos que adotam a nefasta prática de CAIXA 2, apresentando prestações de contas com valores irrisórios;

6. Tenho profunda gratidão pelos que me ajudam nas campanhas eleitorais com seu voto ou contribuição de qualquer espécie, não necessitando esconder os nomes dos mesmos;

7. Doravante debaterei com o citado deputado nas barras do judiciário onde tenho certeza que a verdade sobre os fatos será restabelecida e que meu detrator será condenado pelos crimes que praticou e pela lesão moral a mim causada.

Em respeito a verdade,
Ney Leprevost
Cidadão Curitibano e Deputado Estadual.

Comentários desativados.