Mulheres são 12,45% dos candidatos à s prefeituras

da Agência Estado

Alzimara Bacellar (PPL) é a única mulher na disputa pela prefeitura de Curitiba

Neste ano, as mulheres são 12,45% dos candidatos a prefeito e disputam menos de um terço (31%) das prefeituras no Brasil. Estão concorrendo 1.908 mulheres em um universo de 15.323 candidatos. Os números, segundo especialistas, são acanhados para um País com mais de 50% de população feminina e uma mulher como presidente da República, mas, curiosamente, significam algum avanço, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Apenas quatro anos atrás, em 2008, só 11,12% dos que concorreram aos Executivos municipais eram do sexo feminino, e estavam presentes em menos de um quarto dos municípios (23,13%). Em 2004, o quadro era ainda pior: somente 9,46% dos candidatos ao comando dos municípios brasileiros não eram do sexo masculino. Mas o crescimento é tímido, dizem acadêmicos que estudam mulheres e política no País.

“O quadro de 2012 não surpreende”, diz a pesquisadora Clara Araújo, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). “O que foge à  regra é o fato de, nas eleições para vereador, neste ano, pela primeira vez a cota mínima de candidaturas de mulheres estabelecida em lei, de 30%, ter sido atingida.” Segundo a cientista social, 32% dos candidatos a vereador no Brasil em 2012 são mulheres – eram apenas 22% em 2008.

“à‰ muito difícil concorrer para prefeito, é preciso um capital eleitoral”, analisa Clara Araújo, que vê menos dificuldades para mulheres em eleições para o Legislativo, como as Câmaras Municipais.

Comentários encerrados.