Luciano Ducci terá que explicar uso de servidores em campanha

Prefeito Luciano Ducci (PSB).

A Justiça Eleitoral deu prazo de cinco dias para que o candidato à  reeleição, Luciano Ducci (PSB), informe a situação de todos os funcionários da Prefeitura envolvidos na campanha.

Se os funcionários estiverem licenciados ou de férias, Ducci terá que informar onde e quando foram publicados os avisos.

A decisão atende Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) proposta pela coligação de Gustavo Fruet (PDT).

Cruzamento de dados da prestação de contas de campanha de Ducci e da relação de funcionário públicos municipais revela que pelo menos 285 servidores já receberam valores da campanha eleitoral.

Isso é prova pronta e acabada de que funcionários estão sendo coagidos a aderir à  campanha do candidato à  reeleição. O número pode ser ainda maior, já que só foi entregue a prestação de contas parcial!, afirma Luiz Fernano Pereira, coordenador jurídico da coligação gustavista.

O juiz eleitoral Marcelo Wallbach determinou o envio de ofício à  Prefeitura Municipal de Curitiba para que informe, conforme os documentos acostados aos Autos, qual a carga horária, descrição dos serviços prestados e, ainda, se há a concessão de férias ou licença remunerada aos funcionários mencionados, indicando obrigatoriamente em que órgão foi dado publicidade a tal concessão!.

45 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I just want to tell you that I am all new to blogging and site-building and absolutely enjoyed you’re blog. Probably I’m likely to bookmark your blog . You amazingly have superb posts. With thanks for sharing with us your website.

  2. trabalho na prefeitura há anos e desta vez realmente a coisa passou dos limites. Nós fomos praticamente coagidos a fazer campanha para reeleição de Ducci. Eu que não fiz já fui avisada antecipadamente que iria ser transferida no inicio do ano… As chefias tiveram uma aumento de salário significativo em 2012, segundo informações pelas horas extras que fariam durante os finais de semana em campanha.
    ainda bem que este povo não se reelegeu, uma vergonha nacional. Espero que a justiça eleitoral apure o caso.

  3. Se o comissionado está lá pela sua competência não tem q se sujeitar a isso … caso contrário vai pra rua bandeirar …

  4. A prática de utilizar os funcionários públicos em campanha é uma das demonstrações mais claras do subdesenvolvimento brasileiro.
    Os funcionário devem ser pessoas qualificadas que exercem uma função em prol da comunidade,
    Fazer com que professoras fiquem nas esquinas segurando bandeiras no frio e na chuva é humilhante e degradante. Estes funcionários merecem respeito e deveriam ter seu horário de almoço e período de descanso respeitados.
    E que ninguém diga que não foram coagidos pois todos sabem das listas que correm pelos departamentos cobrando a participação “voluntária”. Espero que finalmente a Justiça Eleitoral e o Ministério Público tomem as medidas legais aplicáveis.

  5. A SAÚDE EM CURITIBA PEDE SOCORROOO, TRANSPORTE COLETIVO UM CAOS TOTAL, E AINDA O DUCCI QUER SE REELEGER COITADOOOOOO

  6. CIDADÃO ASQUEROSO NÃO FEZ NADA EM 4 ANOS, AGORA FICA PROMETENDO CRECHE, E MAIS MEDICOS…ACORDA CURITIBANOS!!!!!!!!!!

  7. fora luciano ducci!!!!!!!!!!!
    Chega de DUCCI E BETOO

  8. Até q enfim. Além de nos forçarem a trabalhar no horário de almoço e depois do trabalho, temos q falar bem desse prefeito ridículo q nem pra fazer campanha com a própria imagem apenas não consegue, traz o tio Beto a tiracolo.
    Um prefeito q é funcionário e coloca uns comissionados q não tem o mínimo de instrução pra chefiar quem tem anos de carreira e experiência e q ainda fica de cara feia quando nos recusamos a trabalhar.

    Nem se ele concorresse sozinho eu votaria nele, qualquer um dos outros três é melhor q esse espectro q se diz prefeito de Curitiba.

  9. Luciano Ducci? Nem se fosse o único candidato eu votava, um cara que tem 0% de carisma e diz q pra ser prefeito não precisa falar bem q não é concurso de quem fala melhor, então p

  10. AGORA SIM A TRE/PR VAI SER IMPLACÁVEL COM ESTA PRAGA. O TRE NÃO VAI CHANCELAR AS ATITUDES ILÍCITAS DESTE DESGOVERNO. USAR A MÁQUINA PÚBLICA EM ELEIÇÃO É TRATADO COMO IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. CABE CASSAÇÃO DO CANDIDATO. É VERO.

  11. só vai quem quer… O estatuto do funcionário público é claro. Seu descunprimento enseja assédio moral por parte da chefia.

    Claro que os comissionados tem de ir… pra isso ganham comissão.

    Agora esta de coação não cola… vão porque querem e agora, vendo o barco afundar, estão tentando ficar de bem com todo mundo.

  12. Foi bonito de ver a carreata dos riquinhos hoje, so carrao de marca e todos engravatados…
    Todos tentando defender a prestacao do carro de luxo e dos ternos!
    FORA SEUS PATRICINHOSSSSSS

  13. Eu não sou gcargo de comissão,sou funcionaria de carreira e faço oque eu quiser com minhas férias ou memso minha licença.

  14. Rocio, minha querida, sugiro que leia a legislação, se atualize, o cargo em comissão significa gratificação por função, ou seja explicando melhor. é gratificação por função executada em favor ao órgão à que esta servindo ….. segurar no cano da bandeira não esta dentre as atribuições previstas.

  15. o comissionado é uma invenção brasileira para que o candidato da máuina tenha uma legião de cabos eleitorais a seu dispor. É um absurdo a quantidade de pessoas balançando bandeiras na hora do almoço. Submetem-se por medo de perder a boquinha, não por ideologia ou outro propósito mais nobre. Vergonha, de quem se submete e de quem obriga. O TRE deveria banir o Lucibeto das eleições.

  16. Esta prática é antiga e sempre o funcionário público esteve coagido a trabalhar na campanha do prefeito em reeleição por livre e espontânea “pressão”. Todos os funcionários não só os concursados eram “convidados” a fazer entrega de material político.

  17. Ninguém é coagido a nada, mas é natural que uma pessoa comissionada trabalhe a favor e pra quem lhe possibilitou esta comissão. O nome já diz Cargo Comissionado, só é dado pra quem realmente merece a confiança do governante, portanto nada mais justo do que honrar a confiança de quem lhe oportunizou o cargo, pois foi pra trabalhar que ganhou a função e não pra ficar mamando.

    • Rocio você acha normal alguém trabalhar para um candidato recebendo salário pago por nós? provavelmente você é uma das pessoas “comissionada”. eu particularmente não acredito em “cargo comissionado” onde colocam um bando de sem noção só por ser amigo, filho, primo, irmão, ou tio de alguém que financiou ou em algum momento ajudou o tal candidato.

    • Mente que eu gosto !!!!!!!!!!!!!!!

    • A senhora vive onde? Caro comissionado é dado a quem “realmente merece confiança”!!!!!!!kkkkkkk!!!!!!!!!! O caro é dado sem que o prefeito sequer conheça quem vai ocupar. É dado por indicação de partidos de aluguel ou de vereadores, etc…. Menos senhora, bem menos.

    • Mentirosa !

    • Concordo! os asporne (assessores de porra nenhma) só trabalham em dias de eleição depois, são os funcionarios concursados que carregam essas amebas nas costa.

    • Não entendi … cargo comissionado é pra fazer campanha politica para a situação ?
      Vc tá de sacanagem, né ?

  18. Gente só vai bandeirar quem quer, nunca ninguém me obrigou a nada.
    Como cidadã sempre gostei de apoiar os candidatos nos quais acredito, e sempre fui voluntária, pra bandeirar, pra distribuir jornal, enfim pra passar para o povo as propostas dos meus candidatos, defende-los se for preciso.
    Não sou comissionada, nunca fui, podia estar aposentada, mas acho que ainda tenho muito a fazer pelas pessoas. Não sou candidata, mas sim uma voluntária que acredita em Luciano, em suas ações e vou trabalhar pra ajudar a concretizá-las.

  19. Isso não é novidade.E ai de quem não panfleteia!

  20. Coração Curitibano, os cargos comissionados estão obrigando os não comissionados a irem bandeirar, falo isso pois conheço uma pessoa muito próxima que me relatou esta prática. o pessoal não tem o direito nem de almoçar sossegado, e quando tem algum encontro os comissionados tem uma cota a cumprir, levar determinado numero par encher o evento.

    TRE na fuça desta turma, fora Ducci e Beto Richa

  21. vamo finca o ferro nesse tucano. porque aqui em candido de abreu o tucano ja morreu pois o 14 ganha de 68 por cento tiau tucano daqui 2 ano e o beto q vai embora abço do 14.

  22. Só não vê, quem não quer! Muitos funcionários públicos são pressionados, coagidos, assediados a participarem da campanha de Luciano Ducci. É óbvio que alguns trabalham de vontade própria – não querem perder a TETA!
    Porém, a mamata vai acabar!

  23. Na frente da SEFA, na vicente machado tem varios funcionarios da secretaria bandeirando.

  24. Pois é… vão investigar só os remunerados e os afastados???? E os “convidados” por chefes de departamentos a bandeirar e trabalhar nos galpões, comitês e afins???? Isso também será investigado??????… Não é dinheiro do contribuinte sendo usado em campanha, quando um funcionário está indo “trabalhar” assim???? Máquina pública sendo usada, isso não é de hj. Isso sempre foi assim… e não sei se um dia vai mudar, enquanto tivermos funcionários se prostituindo ideologicamente…não sabendo se impor … e dizer “eu não faço isso”!!!

  25. se a investigação for seria, vai dar cadeia…ja imagino os cuecas de seda atras das grades….

  26. COORAÇÃO:
    Você sabe que cargo comissionado é cargo de confiança de quem está governando?
    Quem tem cargo comissionado deve defender o governo que lhe escolheu, lhe paga e sustenta.
    Caso contrário deve sair do governo, pedir demissão.
    É ser muito cara de pau, ficar num governo, ocupar um cargo de confiança e falar mal deste mesmo governo.
    Você sabe que existem pessoas ocupando cargo comissionado ( de confiança ) a mais de 20 anos?
    Não fizeram concurso, mas ocupam uma função pública, por compaixão dos governantes.
    É muito cara de pau destas pessoas.
    Servem-se dos governos e quando vem eleição escondem-se, para não ficarem mal com nenhum lado
    Vergonhoso quem faz isso e quem defende estas traíras.

    • Cargo de confiança é uma verdadeira palhaçada, utilizada apenas para acomodação política. Troca de favores, compra de apoio, etc…se dão com os cargos comissionados. Mas vivemos em um país de discurso diferente da prática. Essa história de defender o governo que lhe escolheu é pra boi dormir amigo. O funcionário está lá para trabalhar, não para ficar defendendo quem quer que seja. Não são cabos eleitorais. São funcionários, só isso. Deveriam acabar com essa palhaçada.

    • Pedro, só um adendo.
      Não são só os “cargos de confiança”. Sou funcionário concursado a mais de 26 anos na Prefeitura e também sou “convidado” a participar das bandeiradas no horário do almoço e finais de tarde. (indiretamente, se a gente não vai….a pressão vem !).
      Acho muito lógico e oportuno uma intervenção do TRE !!
      A maioria do funcionalismo (Funcionalismo) não vai votar para esse prefeito mesmo! Ele estará colhendo o que plantou !

  27. Deviam pesquisar nas prefeituras “amigas do governo” em volta de Curitiba também. Tem MUITO mais funcionário público sendo OBRIGADO a participar dessa vergonha fascista que se tornou a campanha do DUCCE!!!

  28. Há poucos minutos, na rápida Cabral-Centro, vi vários carros de funcionários em carreata do candidato à reeleição. A coação é tanta que sequer permitem que tenham o sagrado horário de almoço.

    • Caro Jovem vc é quem pensa que os “coitadinhos” não tem horario de almoço, alguns almoçam antes das carreatas e bandeiradas, outros almoçam depois, mas sempre fazem seus horarios de almoço, tudo dentro de algum esquema combinado, e o pior é que o povo acha que estes funcionários estão trabalhando normalmente, sou prova viva disto, a Justiça Eleitoral tem mesmo que investigar toda essa sujeira.

  29. tsc. tsc. Estão investigando isso, a polícia federal está investigando o caso Sanepar e tiraram tempo do Greca por ter falado isso… Rídiculo, ele não falou mentiras, só falou a verdade.

    Acho que o programa de alguns vereadores PTistas ontem também foram retirados pois estavam acusando o Ducci, e neste caso também tem investigação federal sobre ele.

    Os políticos fazem acusações com base em investigações políciais e são punidos…

    Além do caso blogdotarso.

    O TRE/PR que sempre se disse tão isento esse ano está extremamente tendencioso.

  30. O TSE TEM QUE CASSAR A CANDIDATURA DO DUCCI

  31. Até que fim, até que enfim, o TRE abriu os olhos para o descaso dos políticos, obrigando funcionários públicos estadual e municipal trabalhando em campanha, o pior que somos nós que pagamos a conta, com o aumento da LUZ, ÁGUA, alias, água do esgoto da SANEPAR, tarifa do DETRAN, agora podemos entender mais o aumento dos CARGOS EM COMISSÃO do Estado.
    Só uma perguntinha: OS ESTADO TEM CONCURSO PARA SEGURADOR DE BANDEIRA E TAMBÉM PARA PANFLETAGEM???????

  32. Isto é assim à muuuuuuito tempo!
    O Ducci – sem – sal não é o primeiro.
    Todos os comissionados tem que trabalhar nas campanhas do chefe maior (ou prefeirtura ou estado), isso sempre foi flagrante.
    Não há novidade na denúncia. Faltou dizer que os comissionados em cargo de chefia também coagem seus comandados à trabalhar bandeirando, entregando panfletos, recebendo xingamentos e cães bravos…
    E isso tudo sem ganhar nada, absolutamente!!!
    Nem água, nem lanche, nem o da gasolina…

  33. Conheço vários funcionários que são obrigados a bandeirar!!! Acho que deveria abrir uma central de denúncia, se for 10 o resto cria coragem em denunciar!!!

  34. Em vários órgãos da administração pública estadual os servidores, especialmente os comissionados, estão sendo coagidos a trabalhar na campanha do DUCCI!!!!!!

  35. Até que enfim o TRE olhou para o abuso da máquina da prefeitura, leiá-se, LUCIANO DUCCI e do governo do Estado, leiá-se, BETO RICHA.