Ibope SP: Russomanno cai 7 pontos e está com 27%; Serra tem 19% e Haddad 18%

da Agência Estado

Fernando Haddad, Celso Russomanno e José Serra.

O candidato do PRB à  Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno, perdeu fôlego na reta final da campanha e caiu sete pontos porcentuais no período de uma semana. Foi de 34% para 27%, segundo a mais recente pesquisa Ibope/Estado/TV Globo. O tucano José Serra oscilou dois ponto para cima e está com 19%. O petista Fernando Haddad se manteve com 18%.

Até a semana passada, Russomanno tinha 16 pontos porcentuais de vantagem sobre o adversário mais próximo. Agora, a distância caiu pela metade, chegando a oito pontos. A apenas cinco dias da eleição, esse movimento tornou ainda mais indefinido o quadro para o 2!º turno.

Apesar de terem trocado de posição numericamente, Serra e Haddad mantêm o empate técnico registrado na pesquisa anterior do Ibope, que foi concluída no dia 25 de setembro.

O candidato petista, que disputa com Russomanno o eleitorado da periferia da cidade, um tradicional reduto do PT, não se beneficiou da queda do líder. Gabriel Chalita, do PMDB, avançou três pontos porcentuais e chegou pela primeira vez a um resultado de dois dígitos na pesquisa – passou de 7% na sondagem anterior para 10% das preferências na nova pesquisa.

A taxa de intenção de votos de Russomanno é, agora, praticamente a mesma que ele tinha antes do início da propaganda eleitoral na TV. O maior índice que ele atingiu foi de 35%, na primeira quinzena de setembro.

Na pesquisa espontânea, aquela em que os entrevistados declaram a intenção de voto antes de ler a lista de candidatos, os três principais concorrentes aparecem ainda mais próximos: Russomanno tem 24%, Serra, 17%, e Haddad, 16%. Nessa modalidade, o candidato do PRB caiu cinco pontos em relação à  pesquisa anterior.

A pesquisa espontânea é a que revela o voto mais consolidado, e também o grau de apatia e desinformação do eleitorado. Nada menos que 40% dos entrevistados não apontaram espontaneamente o nome de um candidato em que estão propensos a votar no domingo. Pouco mais de um quarto desse contingente afirma que pretende votar nulo ou em branco.

Na pesquisa estimulada, a divisão do eleitorado por faixas de escolaridade mostra Russomanno na liderança isolada em todos os grupos, com exceção do que tem curso superior. Nesse caso, os candidatos do PSDB, do PRB e do PT têm, respectivamente, 25%, 19% e 17%. Chalita, com 14%, atinge seu melhor índice entre os mais escolarizados.

Serra, com 28%, é o líder no eleitorado com renda superior a cinco salários mínimos, seguido por Russomanno (20%) e por Haddad (18%).

Segunda rodada. As projeções de 2!º turno mostram que, se a eleição fosse hoje, Russomanno venceria os dois principais adversários – por 39% a 30%, contra Haddad, e por 46% a 28%, se o confronto fosse com Serra.

4 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Aqui, em curitiba as pesquisas são compradas, manipuladas, etc… lá em São Paulo são corretíssimas!!!!

    Só rindo…

  2. Ps; Direitona. Onde estão os verdadeiros parasitas, criminosos, desse país.

  3. Se eu votasse em SP, não teria dúvidas alguma em votar no Haddad. Foi um excelente Ministro da Educação.
    Essa eleição de SP é muito importante para as forças democráticas. Com Haddad sendo eleito, seria dada uma resposta contundente aos golpistas, – a Diretona/PIG, e, neste momento, ao STF paraguaio de Brasília que age politicamente.

  4. Certeza que o Haddad tá bem na frente do Serra. Duvido que os votos que o Russomano perdeu, foram para o Chalita, pois, a discussão lá é o caso das passagens de ônibus e quem desbancou o Russomano foi o Haddad…